“Com açúcar, com afeto”…

Hoje acordei revoltada com o cabelo( ou será que era ele comigo?!). Alguém aí sabe explicar o que se passa na cabeça dessas mulheres que nunca estão satisfeitas?…Cortei o que estava me incomodando e o que aconteceu?…Fiquei ainda mais incomodada!…
Pra melhorar meu humor, só mesmo um pãozinho bem gostoso!
( Amanhã, eu me preocupo com as calorias! Uma coisa de cada vez!…)
Faço pão integral com frequência aqui em casa e esta receita dá pra variar. Fica um pão fofinho, saboroso e nutritivo. Não leva ovo, nem leite.
É bom dar uma olhadinha no passo a passo do pão de leite, porque o modo de fazer é igualzinho, só mudam os ingredientes.
Fiz uma adaptação à receita, lembrando a forma que a minha mãe fazia: com açúcar e canela.
Pãozinho integral
Ingredientes:
-2 copos( tipo requeijão) de água morna;

-1/2 copo de óleo de canola;
-1/2 copo de açúcar mascavo( se não tiver, não tem problema. O pão só ficará mais clarinho);
-1/2 cs rasa de sal;
-2 cs rasas de fermento para pão, seco, instantâneo;
-2 copos de trigo integral( faço uma multi mistura: farinha integral, farelo de trigo, aveia, quinoa, gérmen de trigo, farinha de linhaça…enfim, o que tiver de integral na sua despensa.);
-+/-500g de trigo comum( até dar ponto);
Modo de fazer:
Do mesmo jeito que o pãozinho de leite, coloco os ingredientes líquidos numa vasilha e vou agregando os secos, aos poucos. O trigo comum deve ser acrescentado por último, também aos poucos, batendo a massa, até desgrudar da vasilha.
Coloco para crescer por +/- 1h, coberta por um plástico, no forno morninho.
Depois de crescida, sovo mais um pouquinho, divido a massa em 3 partes iguais. Pode-se fazer um pãozinho comum, formando bolinhas, ou abri-la com um rolo e espalhar um recheio doce, da preferência.
Hoje, fiz de canela e banana( pico banana madura, prata ou nanica, e dou uma cozida, só com um pouquinho de açúcar).Se preferir de outro jeito, espalha-se manteiga, polvilha-se açúcar e canela. Abrindo a massa com um rolo e espalhando o recheio:

Fazendo um rolo apertadinho, como um rocambole:
(Cortam-se pedaços de +/- 2 dedos de largura):


Colocando no tabuleiro untado para crescerem mais uma vez:
Depois de crescidos: ao forno alto, pré aquecido, por +/-20´, ou até corarem)

O resultado compensa:
Pãezinhos integrais: de canela e banana

O humor ainda não melhorou…

Leia Mais

Pão de leite fofinho

Faça você mesmo!

Fiz uma introdução no post anterior para o “momento Ofélia” do dia, onde darei a receita de um pão, que é o queridinho das crianças e que não pode faltar aqui em casa. Ele fica muito leve e macio e é daquelas receitas que você faz e sempre dá certo!
Para não cansar as possíveis “crianças”( como o Paco, por exemplo) que acompanham o blog e não tem paciência para ficar lendo muita coisa, resolvi dividir o assunto pão caseiro em dois posts. Comida de rainha é para dar vontade de levantar esse “traseiro gordo”( com todo o respeito!) do sofá e correr pra cozinha!
Tudo mastigadinho, para os novatos chefs. Mas, se não sabem a diferença entre fermento biológico e químico, melhor arranjar um padrinho mais entendido, para garantir que sua primeira experiência não seja traumática.
Costumo comparar fazer pão a um parto normal: é necessário atenção em todas as etapas!
Então vamos a receita, que é o que interessa:
Pãozinho de leite
Ingredientes:

-2 xícaras de leite morno;
-1 xícara de óleo( uso sempre de canola ou girassol);
-2 ovos;
-2 cs rasas de fermento biológico seco( quem só usa o de tablete, tem que fazer a adaptação);
-2 cs de açúcar;
-1/2 cs rasa de sal;
-700 g de farinha de trigo, aproximadamente ( os inexperientes podem até brigar comigo, por não dar a quantidade exata, mas entenderão que é assim mesmo!)
Modo de fazer:
Numa vasilha funda, coloque todos os ingredientes, com exceção do trigo, e misture bem.

Agora, é o “pulo do gato”, porque o trigo deve ser acrescentado aos poucos. Isto é importante : coloque o trigo e vá mexendo, de preferência batendo a massa, como se fosse um bolo.
À medida que for acrescentando trigo, perceberá que ficará cada vez mais difícil de bater. Não desanime! You can do it! O seu braço vai cansar, vai pensar em desistir, mas garanto: o resultado vale a pena! Pense naquele pão extra, mega, super fofinho…e as forças voltarão!
(Pode-se sovar o pão da maneira usual, mas dessa forma, tende-se a colocar sempre mais trigo para que a massa não grude. O resultado é que o pão ficará igualmente macio, porém mais seco). Também não será necessário cansar seu braço a manhã toda fazendo isso. O ponto chega, quando a massa começar a desgrudar do fundo do recipiente.


Com as fotos, ficará mais fácil entender:
1-Muita calma nessa hora, para acrescentar o trigo…
Depois de misturar e bater bem, a massa começará a desgrudar da vasilha

2-Agora, é só jogar um pouquinho mais de trigo e fazer uma bola macia
(Costumo colocar 20 segundos no microondas, só pra dar uma ativada no fermento; passo filme plástico na vasilha e deixo no forno, previamente amornado, por +/- 50 minutos.
Isso tudo é só pra dar uma acelerada no processo, mas cuidado para não esquentar demais e matar o fermento. Se não tiver microondas, ou filme plástico, não é desculpa para não fazer a receita.)

3- A massa, depois de crescida:
( Abaixe a massa, coloque-a num balcão e sove-a só um pouquinho mais.
Divida-a em 3 partes iguais e abra-a com um rolo)

4- Cortando em forma de triângulos
Enrole os pãezinhos da base para a ponta. Se quiser, pode colocar um recheio( mini salsicha, Catupiry, frango…) que faz muito sucesso entre as crianças!

Faça o mesmo com os outros dois pedaços…

5-Colocar em forma untada com óleo:

Pincelar gema e depois gergelim, se preferir.
Novamente, precisará crescer, por aproximadamente 40´.
Após, colocar em forno pré aquecido ( alto).
Assar por +/- 20´, ou até que fiquem corados.

6-Prontos para serem devorados!

Um plus de fofura na sua vida!

Depois de frios, guarde-os em um recipiente fechado para não ressecarem.

Rende +/- 30 pãezinhos.
Aqui em casa, não dura 3 dias…
Mão na massa!
Leia Mais

Santo capim!

Bolo de capim cidreira

No sábado, estava esperando algumas visitas para o almoço, depois da reunião na igreja. Detalhe: não tinha almoço! Como é todo mundo sem cerimônia, não seria problema servir miojo( mas, com certeza, um pecado!). Ainda bem que tenho a Vânia, que é meu braço direito aqui em casa. Havia lhe pedido que deixasse uma posta de salmão preparada, para um salada.
Então, aí vão algumas dicas para uma refeição rápida, saudável e saborosa(sim, é possivel!):
( Se há uma coisa que acho imprescindível num livro de receitas é a imagem, pra gente ficar estimulado só de olhar! Infelizmente, fico devendo. Só tirei foto do bolo)

Salada de salmão
-Salmão grelhado( costumo temperar com sal, limão e talos de erva doce picados), separado em lascas;
-Um pacote de massa recheada cozida( gosto muito do Pacottini da Frescarine, recheado com ricota e nozes. É muuito bom! Mas, se não encontrar, pode usar capeleti(agnoline) ou, mais simples ainda, penne ou gravatinha);
-Tomate seco picado;
-Folhas de alface americana, rasgadas;
-Mussarela de búfala, picada em cubos( ou queijo branco);
-Alcaparras, lavadas(para tirar o excesso de sal) e tostadas na frigideira com azeite;
-Damasco seco, bem picadinho.
(Os 3 últimos ingredientes são opcionais, por isso, não deixe de fazer, só porque não os tem, ou não gosta!”Invente, tente, faça alguma coisa diferente!”)
Coloque tudo numa vasilha funda( bowl, para os chiques.Aqui em casa é vasilha de “prástico , mermo!”). Nessa hora, vai ter que “por a mão na massa”, literalmente, para misturar muito bem. Acerte o sal.
Acrescente azeite e pimenta branca, se preferir.
Decore com florzinhas de nastúrcio, ou capuchinha( são comestíveis e encontro no quintal da minha casa).
Garanto: fica um visual lindo e o sabor, maravilhoso! Pode servir como um prato único, pois é completo: tem proteína, carboidratos e fibras.
A quantidade dos ingredientes vai depender do quanto quer fazer render, mas, geralmente, 2 pedaços de salmão para 500g de massa é suficiente para 4 pessoas.

Salada de grãos
-500g de grão de bico cozido;*
-500g de grão de trigo cozido;*
-Tomate picado;
-Palmito cru picado;
-Azeitona picada;
-Cebolinha picada(muita!);
-Azeite e sal pra temperar.
*Para ficar macio e cozinhar por igual, é necessáro deixar os grãos de molho na noite anterior, ou pelo menos, por seis horas.Cozinhar em panela de pressão por aproximadamene 20´.

Purê de batata baroa
-1kg de batata baroa cozida( não despreze toda a água do cozimento);
-Creme de leite, alho poró, gengibre, a gosto;
Passe o alho poró na frigideira quente com um pouco de azeite e gengibre picado.
Bata no liquidificador todos os ingredientes, com um pouco da água da batata e creme de leite, o suficiente para dar um purê cremoso e suave.
Acerte o sal.
Noz moscada, se preferir.
(Dá pra adaptar essa receita e usar abóbora, no lugar da baroa, que também fica muito bom!)
Sirva quente.
Delícia!!

Eu amo capim cidreira! Gosto do chá, do cheiro, do sabor…Fiquei toda boba,quando descobri uma receita da chef Morena Leite(http://www.capimsanto.com.br/portugues1.html) de brigadeiro de capim santo, que fiz e servi, certa vez, em pequenas taças( fez sucesso!).
Resolvi então, adaptar a receita para usar em um bolo gelado. Esse, eu fiz no dia anterior( pra dar tempo de o bolo absorver a umidade)

Bolo de capim cidreira
Ingredientes da massa:
-1 x de suco de laranja;
-1 maço de capim cidreira, grosseiramente picado( quanto é um maço? Ah, sei lá! enche a mão com folhas do capim, para dar um sabor mais acentuado!);
-1 e 1/2 x de açúcar;
-2 x de trigo;
-1 cs de fermento químico;
-4 ovos separados, claras e gemas;
Modo de fazer:
Bata o capim com o suco de laranja, no liquidificador, e coe.
Passe as gemas numa peneira( para tirar aquela película, que deixa o bolo com cheiro de ovo) para uma vasilha funda.
Acrescente o suco de capim coado,o açúcar, o trigo peneirado e bata, na batedeira, até homogeneizar a mistura.
Reserve;
Bata as claras em neve;
Acrescente a primeira mistura às claras em neve, delicadamente, junto com o fermento peneirado;
Coloque em um tabuleiro untado e polvilhado com trigo( só o fundo. Como é uma massa muito leve, é interesante que ele grude nas laterais ,para não deixar que o bolo murche depois de frio.). Pode também, forrar o fundo da forma com papel manteiga( protege melhor e fica mais fácil de desenformar)
Leve ao forno, pré aquecido, médio, por aproximadamente 40´, ou até que, enfiando um palito, ele saia limpo.
Retire do forno e umideça o bolo com chá de capim santo ou guaraná( cuidado, para não encharcá-lo);

Enquanto espera o bolo esfriar, prepare o recheio:
-1 lt de leite condensado;
-A mesma medida de suco de capim( laranja, batida com o capim e coada);
-2 cs cheias de amido de milho, dissolvidas em um pouco de leite(1/4 de x);
-3 gemas, passadas na peneira;
Misture tudo e leve ao fogo brando, mexendo até formar um creme consistente.Apague o fogo e acrescente, 1/2 lata de creme de leite, sem o soro;
Corte o bolo ao meio e coloque o recheio. O que sobrar, espalhe por cima.
Se quiser, finalize com coco ralado. Cubra com papel alumínio e leve pra gelar.
(Se não está disposto a experimentar com o capim cidreira, pode usar essa mesma receita, só com o suco de laranja. No recheio, usar leite, no lugar do suco. Dá um bolo gelado muito macio e gostoso!)
Bom apetite!

Leia Mais