Arquivados em 'Pingo' Categorias

Bolo de chocolate

Postado por Laély, no dia 28-11-2012 - Categoria: Hulk,Pingo,receitas - 13 Comentários

Nada mais reconfortante que chegar em casa, depois de um dia cansativo de trabalho, e ser recebida com carinho, às vezes, na forma de bolo( não fôrma, também serve).
Foi assim, ontem. A Rose, minha fiel ajudante preparou uma receita própria que, de tão fácil e gostosa preciso compartilhar com vocês:
Um bolo de chocolate muito digno, para acompanhar o café da tarde! Macio e fofinho, na medida certa.
Bolo de Chocolate
Bolo de chocolate da Rose
1 xícara de achocolatado
2 xícara de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
1 xícara de chá de leite
3 colheres de sopa de manteiga, em temperatura ambiente
4 colheres de sopa de açúcar refinado
3 ovos grandes( gemas e claras, separadas)

Modo de fazer:
Pré-aqueça o forno em temperatura média.
Unte com manteiga e enfarinhe uma fôrma de furo no meio( ou, tabuleiro).
Peneire os ingredientes secos, todos juntos.
Bata as claras em neve bem firme.
Bata as gemas, manteiga e açúcar juntos, até ficar um creme mais claro.
Acrescente o leite e misture, alternadamente, com os ingredientes secos peneirados.
Por último, acrescente as claras em neve à mistura, delicadamente.
Deite a massa sobre a fôrma preparada e leve-a ao forno, por aproximadamente 40′ ou, até que enfiando um palito no meio, esse saia limpo.
Sirva simples assim, ou com calda de chocolate.

Posso fugir da dieta, de vez em quando, embora o bolo não tenha durado mais que um dia. Sobrou este último pedaço, só pra fotografia( relevem o fato de ter usado um pratinho com motivos de azeitonas: nada a ver!).
Bolo de Chocolate
Primeiro a gente limpa a fôrma. Depois, cuida da forma: já me inscrevi em outra meia maratona, pra fechar o ano correndo.
Chamo o Hulk pra me acompanhar, nos treinos…
Quero passear!
“Tudo bem mas, eu dirijo!”
“Eu também vou!” ronronou preguiçosamente o Pingo.
"Vou de táxi!"

    3…2…1…

    Postado por Laély, no dia 06-07-2012 - Categoria: gatinhos,Pingo,viagens - 11 Comentários

    De repente bateu uma carência fora de hora no Pingo, uma “força estranha no ar”…
    Colo
    Desejo de ficar mais pertinho…
    “Não se vá!…”
    Carente
    A afoita Chanel foi mais clara, na proposta:
    Delivery
    “Mas não posso levá-la comigo, Chanel: ‘é dia de corrida, bebê’!”
    fazendo as malas
    Estou aqui, entre o mar de Ipanema e os Dois Irmãos, na contagem regressiva para a prova de domingo…
    Eu e os "Dois Irmãos"
    ( Foto: Lucia Simões)
    Conferindo, que o “Rio de Janeiro continua lindo…”

      Rebelde sem causa

      Postado por Laély, no dia 22-02-2012 - Categoria: Chuvisco,gatinhos,Nina,Pingo - 20 Comentários

      Pra começar, uma historinha triste:
      Você vê os bichinhos nascerem, crescerem dentro de casa, trata com a melhor ração, remédio, vacina, leva para castrar e, no final das contas, não tem garantia nenhuma! Assim é o amor. E quando estamos falando de amor aos animais, a insegurança é maior ainda! Porque você ama e investe mas, nem todos.

      Já contei aqui a história do Pretinho, um de nossos gatinhos, encontrado morto na frente de casa há uns meses.
      Dos filhotes da Nina, sobrou-nos o Tinoco, irmão do Tonico( o “Pretinho”).
      Ao contrário do que se foi, Tinoco era rebelde: não gostava de conversa, afagos e estava numa fase (terrível!) de marcar território dentro de casa. Nada lhe escapava, inclusive, nossas pernas: um mau hábito que irritava demais, não vou mentir! Mas a gente entende que cada gato é único, diferente, como um filho: não é porque se comporta mal, que deva ser abandonado.
      Tentamos a castração, como saída digna para melhorar o comportamento do gato. Após o procedimento, pareceu mais esquivo ainda! Mas não deu para saber se era algo temporário, ou não: está sumido há quase 1 mês.

      E o caçula, que se ligara mais a esse depois da morte do Pretinho, reiniciou a fase de tristeza pela mais recente perda. Desde então tem me cobrado uma história para o Tinoco: uma descrição do que foi a nossa curta convivência com ele, o “Rebelde sem Causa” mas, sim: um gatinho, tão amado quanto os outros!

      Fica a dúvida sobre o que realmente lhe aconteceu: o filho quer crer, que ele possa estar vivo por aí, miando em outra freguesia. Sou mais cética, em relação a previsões otimistas: há inimigos próximos e, na rua, contra os quais não podemos lutar…
      Independente de seu destino, resta-me render-lhe uma pequena homenagem.

      Chuvisco era o único que ele permitia maior aproximação. Melhor, ainda: “full contact” era comum entre os dois!
      Full contact no chão
      Lamento pelo desaparecimento dele, mas admito que a harmonia voltou a reinar na casa depois disso, especialmente, em relação ao Pingo: talvez para evitar combates com o “filhote marcador de território”, o gato mais antigo da casa evitava entrar e ficar.

      Chuvisco perdeu um amigo, mas acabou fazendo outro. Está tranquilo…
      Full contact no edredom
      Agora, os dois são os mais recentes amigos de infância e Pingo está, nova e completamente à vontade, dentro de casa!
      Não é ressaca da pinga, mas ressaca do Pingo:
      Ressaca
      Porque a folia, para esses gatos, dura o ano todo!
      Ressaca
      Em ritmo de preguiça e languidez…
      Ressaca
      Nina não perde a pose:
      Altiva
      E a vida continua…

        “Carpe diem!”

        Postado por Laély, no dia 12-02-2012 - Categoria: meu quintal,natureza,Pingo,textos - 9 Comentários

        Domingão rima com macarrão:
        Macarrão do domingão
        Mas não combina com complicação:
        Almoço de domingo-”macarrão de strogonoff” porque, como bem descreveu minha amiga Silmara Franco, outro dia:
        “Só massa salva!” ( Principalmente, mulher “desempregada” há 2 semanas!)
        Mais cliques do domingo:
        DSC09370
        DSC09371
        Não perturbe! Pingo tirando uma sesta:
        Pingo na sesta
        A quaresmeira-anã desabrochou:
        Quaresmeira-anã
        Quaresmeira-anã
        Quaresmeira-anã
        E um texto traduzido e postado pela Vivianne Pontes, Dcoração, que compartilhei no Facebook e gostaria de aqui, também:
        Filhos, pais, Carpe Diem e os tempos

        Tocante! Inspirou meu domingo e, espero: inspire a semana de todos!
        Plantem boas sementes e colham, o que de melhor encontrarem pela frente!

          Ócio criativo

          Postado por Laély, no dia 25-01-2012 - Categoria: Chuvisco,gatinhos,Nina,Pingo - 13 Comentários

          A gente corre e se cansa tanto no dia a dia, que deveria aprender com os gatos a explorar a preguiça de maneira criativa e respeitosa: no frio ou calor, conseguem escolher os melhores lugares para uma “siesta”. Se frio, o ideal é ao Sol. Se calor, sombra.
          Hoje estou cansada demais para conversa; prefiro relaxar como eles.

          Chuvisquinho é o mais folgado de todos e desbancou Pingo, no título de “Senhor das Camas da Casa”.
          Chuvisco na cama
          Chuvisco na cama
          Parece bem à vontade, não?
          Chuvisco na cama
          À tarde, é comum flagrar os gatos aproveitando a fresca sob a murta.
          Pingo até abriu exceção e permitiu dividir espaço com a Nina:
          Dividindo a mesma sombra
          “Se não pode combater um inimigo, una-se a ele!”
          Preguiça
          Nina
          O Tinoco, apesar de amiguinho do Chuvisco, anda em fase de pura rebeldia: mesmo castrado, mantém-se arisco e selvagem, avesso a contato humano, motivo de sua ausência neste post.

            Enchendo linguiça…

            Postado por Laély, no dia 27-12-2011 - Categoria: Hulk,Pingo,receitas - 5 Comentários

            Depois de quase 3 meses de tempo instável e céu nublado o Sol voltou a aparecer por aqui( apesar da previsão de muita chuva para os próximos dias).
            Só que, nos dias mais quentes, a vontade é de me jogar no sofá e vegetar o resto da tarde…

            My Sweet Savanah
            Mas não posso me queixar, pois o clima na serra é sempre mais ameno. Tenho o privilégio de sentir um ventinho frio no rosto( e, não é de um ventilador!), enquanto escrevo este post preguiçoso.
            (Santa Teresa, eu sempre vou te amar! Só me dá um desconto, que eu tô meio gripada.)
            Hulk vai fazer sala pra vocês, enquanto me recupero na cama…
            DSC00959
            Ops! Parece que ele também não está para muita conversa.
            DSC08095
            Será o calor?
            Tinoco e Pingo fingem ser velhos amigos, enquanto dividem um lugar ao Sol…
            Tinoco e Pingo
            Aceitam companhia? Parecem não se importar…
            Pingo e Tinoco
            Para concluir, um pedaço reconfortante de um bolo cheiroso de mamão, aveia, cravo e canela:
            Bolo de mamão
            Receita, no blog da minha amiga gaúcha Rosana Sperotto.
            Rosana, saí da dieta mas por uma boa causa, afinal, sou da opinião de que, se for pra errar, que erre certo!
            E esta receita é certeira!

              Siesta de gatos

              Postado por Laély, no dia 07-08-2011 - Categoria: gatinhos,Nina,Pingo - 0 Comentário
              Ando sumida porque ando correndo.
              O mesmo não se pode dizer da família felina, que só corre em caso de “emergências”, como caçar passarinho e lagartixa ou, quando ouve o barulho da ração caindo na tigela.
              Os dois adolescentes de 7 meses estão cheios de energia!
              Gatinhos e lentes de câmera nasceram um para o outro. Não canso de clicá-los, fazendo o que mais gostam: nada!

              Pretinho

              Nesses dias de clima mais ameno, hacer una siesta ao Sol, na calçada em frente à casa é programa disputado:
              Irmãos
              Pretinho
              “Filhos de peixe…”
              Nina
              Parece que ela não gostou da invasão de privacidade.

              Pingo, como era de se esperar de um nobre, mantém-se longe da “gatalha, gatalha”! Prefere mil vezes a companhia dos humanos da casa, a seus pares felinos:
               Chamego
              Com a Nina nutre verdadeira relação de amor e ódio, coisa normal entre irmãos. Mas há momentos em que esquece as rixas, depõe as armas e até faz um carinho:
              Chamego
              Hoje pela manhã ele desceu da cama para, instantaneamente, voltar a dormir no chão do corredor, por um motivo que só gato explica…
              Lembrei de uma música que costumava cantar, quando pequena:
              Meu raio de Sol
              Ao Sol se enrola e vai cochilar…
              Meu raio de Sol
              Não teme nem mesmo se vou o enxotar…
              Meu raio de Sol
              Pois sabe que Deus o protege, aqui…
              Meu raio de Sol
              Gatinho, gatinho: Deus cuida de ti!

                "Esqueceram de mim!"

                Postado por Laély, no dia 23-06-2011 - Categoria: gatinhos,looks,Nina,Pingo - 0 Comentário
                Quem tem animais domésticos sabe que, viajar pode trazer sérios problemas logísticos: quem cuidaria dos bichinhos?
                Felizmente isso não chegou a ser preocupação: Não lhes faltaram tutores. Mas confesso: sinto falta de todos.
                Trago no peito essa saudade estampada:
                Gatinho
                Camiseta: Cantão

                Uma das marcas preferidas juntou-se à paixão preferida, numa estampa que destacou os olhos do gatinho com lantejoulas: tinha de ser minha, não?

                Gatinhos
                Calça: Colcci
                Open boot: Jorge Bishoff

                O pretinho, meu preferido, vive fugindo de mim. Acho que ele prefere sossego.
                "Vem cá!"
                “Te peguei!” 
                Hulk ajudou-me.
                "Te peguei!"
                Fico pensando no que eles estariam fazendo, na nossa ausência…
                Tomando conta da casa
                Tomando conta da casa
                DSC04184
                “Enfim, sós!”

                  A(con)chegue-se!

                  Postado por Laély, no dia 19-05-2011 - Categoria: cadeiras,Pingo,receitas - 0 Comentário
                  Esta semana tem sido apertada. Tá sobrando compromisso, no fim do meu dia. Isso porque, além de casa, trabalho, blog, minha atual meta é manter um disciplinado treino para voltar à antiga boa forma.
                  Mas há quem insista em “boicotar” meus planos…

                  Jantarzinho

                  O frio finalmente começou a dar as caras por aqui e hoje, depois de um dia cansativo de trabalho, não resisti à tentação ao chegar em casa e encontrar sobre o fogão uma panela com capeletti, já preparado. Santa Rose! 
                  O caldinho com essa massa artesanal, tão tradicional aqui em Santa Teresa, é carinho para o estômago, principalmente em noites de frio! Para acompanhar: chazinho de cidreira, pão preto com margrina e uma fruta de sobremesa.
                  Depois desse jantar de rainha, só me basta uma cama bem quentinha:
                  Caminha musical
                  Hoje eu vou dormir mais cedo(prometo-me isso todos os dias, sem contudo conseguir cumprir!)
                  Se alguém for ficar por aí, puxe uma cadeira e, sinta-se à vontade…

                    A convivência ensina…

                    Postado por Laély, no dia 14-03-2011 - Categoria: gatinhos,Hulk,Pingo - 0 Comentário
                    (Imagem, dAqui)

                    Menos de 3 meses depois do casamento num romântico castelo na França, com toda pompa e circunstância( apesar do “piti” da noiva durante a festa), Daniella Cicarelli reforça os rumores de uma iminente separação de Ronaldo( ex-”Fenômeno”), aparecendo num show com a seguinte inscrição (em francês) na blusa que vestia:

                    “Quanto mais conheço os homens, mais gosto do meu cachorro.”


                    Posso discordar dos “métodos heterodoxos” de Cicarelli terminar um casamento, mas, parafraseando-a:
                    “Quanto mais conheço os gatos…mais gosto deles!”


                    Há pouco mais de 2 anos quando apareceu por aqui, logo vimos que Pingo era um gato diferente, especial. 
                    Ao contrário da maioria da sua espécie ele não era arredio e desconfiado, mas sim, amistoso e confiante. 
                    O gato de rua parecia ter sangue nobre, tamanha a elegância no porte e comportamento. 
                    Em pouco tempo ganhou a simpatia da família, o coração, o colo e, todos os assentos macios da casa.
                    Sua “fleuma britânica” foi testada a primeira vez com a chegada de uma outra gatinha de rua, a Nina. Ao contrário dele: inconveniente, escandalosa e arredia.
                    O período de protestos e stress felino não durou mais que 2 semanas, quando se transformaram nos 2 “mais novos amigos de infância”.


                    Até a Nina “dar um passo em falso”, que resultou em 4 novos gatinhos!

                    Quatro novos bons motivos para stress, e uma perigosa ameaça à paz e tranquilidade desse lar feliz( na visão do Pingo).

                    No dia do nascimento ele subiu até o sótão, onde costumava passar as tardes dormindo, conferiu os recém-nascidos, demonstrou sua insatisfação rosnando e, nunca mais voltou lá!

                    Durante o tempo em que a precoce, mas cuidadosa mãe resguardou as crias dentro de casa, Pingo recusou-se a dividir o mesmo espaço com Nina&cia. 
                    Cheguei a me preocupar, se essa insatisfação felina não o levaria a “abandono do lar”. 
                    Em vez disso, contentava-se em nos acompanhar pelo quintal, este sim, espaço livre de “rebentos invasores”. Ali, Pingo ainda se sentia à vontade.
                    À medida que os filhotes cresciam, adquiriam independência e começavam a explorar o exterior da casa, o gato mais velho, parecendo cumprir um acordo de retomada de espaço, aceitou entrar em casa novamente.
                    Depois de 3 meses, apesar de estranhamentos frequentes, os gatos (4, ao todo!) finalmente estão aprendendo a dividir harmonicamente o mesmo espaço. 
                    Numa surpreendente demonstração de afinidade e intimidade, dois deles( Pingo e um dos filhotes) até toparam dividir o mesmo teto de carro, o mesmo banho de Sol, o mesmo pensamento e a mesma cabeça: 

                    Banho de Sol com o "titio" Pingo
                    E Pingo parece ter encontrado um discípulo à sua altura, na preguiça ao menos…
                    Banho de Sol com o "titio" Pingo
                    Sem contar, que o lugar é um estratégico ponto de observação do quintal!
                    Banho de Sol com o "titio" Pingo
                    Enquanto esses aí aproveitavam o “teto solar”, outro filhote aproveitou um porta-malas aberto:
                    “Vamos passear de carro?”
                    "Quero passear de carro!"
                    “Olha! Até coloquei meu cinto de segurança!”
                    "Olha, mamãe! Até coloquei meu cinto!"
                    “Pois eu queria passear, nem que fosse a patas!…”
                    "Quero passear!..."
                    ( Calma, Hulk. Sua hora vai chegar!)

                    E depois dessa “canseira” toda, apresento-lhes uma aberração da natureza:
                    O incrível gato de 2 cabeças!
                    "O monstro felino de duas cabeças!"
                    “Pode dormir, maninho. Eu te protejo!”
                    "O monstro felino de duas cabeças!"
                    Enfim, conviver com gatinhos é um aprendizado constante: de respeito pelo espaço do outro, de paciência pelo tempo do outro, de resignação, pelas limitações do outro. 
                    Talvez, tenha faltado isso ao casamento de Daniella e Ronaldo…
                    "O monstro felino de duas cabeças!"

                    “Quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união”.( Salmos 133:1)


                    (E a Nina, que não apareceu nesta postagem, merece uma história exclusiva…)