Banquete da tarde

Como pode alguém, mesmo ausente, ser tão presente?
Acho que a isso os poetas chamam, de: saudade.

Quando o filho do meio despediu-se de mim, no aeroporto internacional do Rio, colocou a mão no meu ombro e, olhando nos meus olhos, fez-me uma recomendação solene: que eu tomasse conta da horta dele. Também deveria fotografar a alface e cenoura ali plantadas, para que ele pudesse acompanhar o crescimento, mesmo de longe.
Dividindo a responsabilidade com o filho mais novo, o resultado já pode ser conferido e levado à mesa:
Horta do filho
A concorrência com as lagartinhas é feroz, mas o primeiro desbaste rendeu uma deliciosa salada de alface baby. As cenouras ainda não cresceram o suficiente.
Horta do filho
Numa dessas idas ao quintal, o que podemos encontrar:
DSC09241
O marido se encarrega de colocar alpiste, canjiquinha e frutas para alimentar visitantes comuns por aqui:
Banquete de sanhaço
Os sanhaços andam em bando e se deliciam com o banquete oferecido.
Banquete de sanhaço
Banquete de sanhaço
Canarinhos, rolinhas e bem-te-vis também fazem a festa.

Leia Mais

Passarinhos para impressão

Ainda tentando adaptar-me à linguagem do WordPress, como criança descobrindo as possiblidades de um novo brinquedo.
Para não passar em branco, descobri lindas aquarelas de passarinhos da artista Rebecca que poderão ser impressas e usados como enfeites de natal:

No blog dela.

Leia Mais

"Passarinhos irritados"

Nesse feriado, muita gente ( que eu invejo!) ficará literalmente, de “pernas para o ar”.
Para os de mãos nervosas, que não se sujeitam ao exercício de apenas trocar os botões do controle remoto da TV, deixo a inspiração dessas imagens:
wee owlie
Penosas de tecido e outros bonequinho fofos da KraKraCrafts, na loja da Etsy:
Dill the little owl
Segundo a Teresa Esteves, assídua comentarista deste blog e agora, blogueira também: “nesse ninho carioca daqui, preferimos ficar bem quietinhos, e a nossa música de carnaval preferida é a dos nossos passarinhos…”

Wee bird

Ok, Teresa! Também prefiro essa cantoria…

Wee bird
A Rosana Sperotto está no grupo daquelas de “mãozinhas nervosas”, e já antecipa a Páscoa preparando outro tipo de “penosas”:
O pintinho mal saiu da casca e já enfeita uma guirlanda pascal.
Ainda na linha, ou nas penas, ou nas duas, vi esta sugestão para fazer em casa, com as crianças, que achei muito divertida:
A carinha de irritado desse passarinho, não é para menos: porcos verdes, muito gananciosos, roubaram os ovinhos de seu ninho e agora, ninguém poderá deter os penosos, outrora, doces criaturas! Assumiram aquele ditado: “somos bons, mas quando maus somos melhores ainda!” 
Esse é um novo jogo, que virou mania lá fora: Angry birds.

No joguinho, os passarinhos atiram-se contra as torres edificadas pelos porcos. Para o projeto de nerd-infomaníaco que tenho em casa, meu filho de 11 anos, um prato cheio!
A proposta do Make and Takes é fazer um criatório de passarinhos irritados e porquinhos do jogo, usando pompons de lã.
Depois é só “soltar a franga”, quer dizer: os passarinhos, sobre o castelo de porquinhos.

Tutorial dos pompons, aqui: Meyamo.
Mamães e papais corujas entenderão bem, o motivo de tamanha irritação desses ex-doces passarinhos:
Mãos à obra e, divirtam-se!
Leia Mais

"Passaredo"

Esta imagem, do Havtorn Design, consegue transmitir serenidade numa composição muito simples porém, harmônica:
Cor suave na parede, casinhas de madeira e adesivos de passarinho.
Então lembrei de Chico, e da música que fez em parceira com Francis Hime-Passaredo(1975-76). Wagner Homem conta uma história curiosa a respeito, no livro História de Canções-Chico Buarque. Peço licença para transcrevê-la, aqui:
Quando recebeu a música de Francis, Chico achou que ali havia um clima para passarinho. Partiu do refrão “o homem vem aí” e, valendo-se de enciclopédias, dicionários, ornitólogos e amigos, desfilou uma verdadeira coleção de aves brasileiras.
Para surpresa de muitos que passaram a ver o compositor como um militante ecológico, Chico revelou durante um programa de televisão que não só não entendia de bichos como os detestava. E admitiu até um sacrilégio: deliciou-se com uma capivara assada ao som de sua composição. A vingança viria logo depois, quando, no terraço de sua casa, ouvindo “Passaredo”, um representante dos ofendidos fez cocô na sua cabeça.

Depois dessa, vou dormir assobiando…
Leia Mais

Tuitando…

Confesso: abri uma conta no Twitter(@saladala) e meu passarinho deve estar morrendo à míngua. 
O mundo virtual não fala em outra coisa ou, de outra forma, mas ainda protelo investir mais tempo nisso, pelo mesmo motivo que troco o modelo de celular e acabo não usando nem metade das funções do novo. Digo, que é falta de tempo; na verdade é pura preguiça de abrir uma nova pasta, na minha já sobrecarregada mente, só para guardar mais informações. O único manual de instruções que ainda gosto de usar é livro de receita.
Mas, o ano ainda não acabou. Quem sabe, uma hora aprendo a pilotar esse passarinho moderno e alço voos mais altos?…
Por enquanto mostro outros passarinhos, como estes ganchos, frutos do design sueco:


Versão nacional, genérica-simplificada( não menos fofa):
Tok&Stok

 (Preço Loja, de: R$69,00 por:R$55,00Você compra e retira nas lojas Tok&Stok.)
Leia Mais