Coelhinho da páscoa…

Que trazes pra mim?
Um toque de páscoa na cozinha
Coelhinho da páscoa…
Um toque de páscoa na cozinha
Que trazes pra mim?
Delícias de páscoa
Bolo de maçã e brownie, do Panelinha
Brownie do Panelinha
Um adendo à receita da Rita Lobo, com todo o respeito:
Fiz a primeira vez seguindo as orientações do livro, à risca. Assei somente os 20′ propostos, mas achei que o brownie murchou demais e ficou solado, depois de frio. Mas sou brasileira e, não desisto nunca: repeti o mesmo PAP, mas dessa última vez deixei de 30-40′ no forno, o que considerei tempo ideal para criar essa maravilhosa crosta na superfície, mantendo a umidade de maciez do bolo.
Falando na Rita estreeou um novo programa dela, às quintas-feiras, no GNT, 21:15h, com dicas rápidas, simples e saudáveis para a sua cozinha.
O bolo de maçã( também do Panelinha), feito recentemente, foi tão elogiado pelo meu menino, que teve repeteco:
Bolo de maçã do Panelinha
E o que mais o coelhinho nos trouxe?…
Cookie triplo de chocolate da Nigella
Quando vi esse lindo pote de cerâmica de coelho pensei logo em enchê-los de cookies de chocolate triplo, da Nigella Lawson:
Cookie triplo de chocolate da Nigella
A receita foi tirada da edição em português do livro “Nigella Express-Receitas Rápidas e Saborosas”:

Mas já os havia testado antes, aqui.
Páscoa
Feliz páscoa!

Leia Mais

Ideias de última hora para a páscoa

A páscoa, assim como o natal, são as 2 festas cristãs mais importantes do ano. Ninguém deve perder de vista, isso: que, acima de tudo, são festas religiosas, com significados muito mais profundos do que o comércio pretende vender. No entanto, como todo festa, deve ser alegre e um momento de celebração em família e na igreja.
Lembro que, quando criança, uma páscoa inesquecível foi um piquenique feito na praia, com direito à caça aos ovinhos escondidos entre arbustos e pedras: pequenas alegrias, que marcam a vida toda.
Com essa intenção deixo algumas ideias para fazer dessa ocasião algo inesquecível , especialmente, para as crianças.
Um almoço ao ar livre, com direito a bandeirolas de papel ou tecido, e mesa caprichosamente decorada:
Rabbit Finger Puppet
Destaque para a surpresa fofa saída do saquinho, marcando o lugar à mesa.
A seguir, sugestões da Martha Stewart:
Peso médio dos ovos decorados
As bolotas nos balões, acima, podem ser feitas com adesivos de marcar ou, com canetinhas.

O guardanapo de coelho, abaixo, já foi mostrado anteriormente, aqui e no Facebook:

Mas essa semana o vi, numa loja de decoração, com um detalhe a mais: um botão de pérola, passado num barbante ou fitilho e amarrado ao guardanapo, dividindo-o ao meio, pode simular o narizinho do coelho.
O PAP de como dobrar o guardanapo, aqui.

Mais arranjos simples e graciosos para a mesa de páscoa:


A Jo Gusson, do blog Brasil Moda Mais, recheou ovinhos com jujubas e enfeitou-os com tule e fitilhos:

Clique no link acima, pra ver o PAP explicadinho que ela fez.
E, para fechar a tarde com chave de ouro, que tal promover a tradicional brincadeira de caça aos ovos, com as crianças?
Estão fora.  Gramado, pobres inocentes.  Como uma alternativa aos ovos de plástico, decorar ovos ocos reutilizáveis, de madeira e enchê-los com prêmios.  De duas polegadas de altura divididos em madeira Ovos franga é de US $ 4 a $ 6,50 cada um em Woodworks.  Um conjunto de peças sete não pintadas em branco Ovos do assentamento é de R $ 25 no Galo de Ouro.  Imagem via Martha Stewart.
Mas, lembre-se: não é uma competição, mas sim uma brincadeira, onde até as crianças que encontrarem menos ovinhos ou, nenhum, merecem prêmio.
Alguém merece um prêmio.  Imagem via Assuntos Comunitários.
O que vale é participar, afinal, a páscoa é um presente para todos nós!

Imagens: Remodelista

Leia Mais

Ideias para a páscoa

Semana de páscoa e, para quem tem crianças em casa, de preparativos.
Encontrei algumas ideias temáticas e apaixonei-me por esta árvore de ovinhos decorados, pintados à mão com aquarela:
Color Me bonita: Idéias Páscoa
Para os mais “avançados” nas artes manuais porém, nada impossível de se fazer.
Color Me bonita: Idéias Páscoa
Muito delicado, não?
Os ovinhos foram pintados pela artista Leslie, A Creative Mint, mostrados no Decor8.

Sugestão da tia Martha Stewart para decorar a mesa:

Purple Area

Estes, com mosaico de caquinhos de cascas de ovo foram obra da paciência da minha amiga Rosana Sperotto:

A seguir, ovinhos simpáticos capazes de seduzir e encantar qualquer criança, ou adulto:
ovos de páscoa pintos hardboiled formas
At Home with Kim Valée

Paciência é o material básico necessário para fazê-los, mas tutoriais podem ser encontradas no link acima ou, aqui:
Família de ovinhos: JustJENN recipes
Ovinho de coração: Anna the Red
Ovinhos na caixa: Eye Candy
Para moldar ovinhos, nada mais prático e fofo que estas fôrminhas japonesas:
moldes do ovo da páscoa bento japonês
Surtei!
O PAP de como fazê-los, aqui:Just Bento
Falando em coelhinhos, uma simples dobradura de guardanapo já deixaria a mesa no clima:

A Luciana Costa é daquelas leitoras assíduas e queridas, que sempre me manda uma mensagem simpática comentando algum post, além de me acompanhar pelo Facebook. Dias atrás ela deixou este recadinho no meu e-mail:
“Ah! Posso te enviar uma foto de uns coelhinhos que eu fiz?!
eles são feitos com americano cru e retalhos, fiz pra contar uma história pro
meus alunos da pré escola, inspirado no livro da Ruth rocha ‘O coelhino que não era  de Páscoa’
Fiz uma família inteira de coelhos,rsrs…
Ví no Jornal Hoje no sábado passado e me arrisquei fazer sem saber muito sobre costura
Sou suspeita pra falar mas ficou uma adaptação muito legal.
Quem sabe as seguidoras do Blog que não entende assim como eu
de costura se animam?!”

E então: aceitam o desafio da Luciana?
O link do Jornal Hoje citado pela Luciana está aqui.
HAPPY WEEKEND
Imagem: Decor8

Leia Mais

"O pão nosso de cada dia…"

Hoje é um dia especial, comemorado em todo o mundo cristão: dia de tristeza e ao mesmo tempo, alegria. 

Jesus, a figura central dessa festa, gostava de falar por meio de parábolas. Muitas vezes as usava para descrever a si próprio:
“Eu sou a luz do mundo”, “o cordeiro”, “o caminho”, “a videira”, “a verdade”…
Mas nenhuma delas é tão significativa nesta data, quanto esta:
“Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.”
(João 6:51)

Até na oração que Cristo ensinou não poderia faltar: “o pão nosso de cada dia…”
E na sua última noite com os discípulos, antes de ser preso, “julgado” e crucificado, foi em volta de uma mesa que eles repartiram o pão(pela tradição judaica, sem fermento).

Deixo então uma receita que não é nenhuma novidade.
Quem já comeu no Outback conhece o “pão australiano” que servem como entrada: é um pãozinho de massa bastante escura, textura macia e sabor levemente adocicado, como o mel.
(Imagem, dAqui)

Procurei no Google e encontrei várias receitas, com poucas diferenças entre si. Acabei adotando esta aqui: a do ChefRS.

A primeira vez que a fiz, achei que o sabor de mel ficou muito longe! Resolvi acrescentar mais 1/4 de xícara( totalizando 1/2 x de mel)
Também usei 1/2 x de cerveja preta( do total de 1 e 1/2 x de líquidos que pede a receita original), mas pode-se acrescentar café solúvel, só para dar uma incrementada na cor do pão. Há quem use corante alimentício, a meu ver desnecessário.

Esta semana rendi-me à certas “modernidades” e adquiri uma máquina de fazer pão. Mas não arrisquei tanto: fiz apenas metade do processo na máquina, assando-o em forno comum.

Fora essas pequenas adaptações, a receita está toda explicadinha no link indicado.

Preparei um PAP da preparação manual do pão(conforme costumo fazer).
Começa-se juntando os ingredientes secos e, no centro, faz-se um covinha para acrescentar o líquido:

"Pão australiano"  etapa 1

Aos poucos, com movimentos circulares do centro para a periferia, secos e molhados são misturados:
"Pão australiano" estapa 2
Como a massa fica bem mole, faço movimentos de vai e vem, como se a estivesse rasgando:

"Pão australiano"  etapa 3
"Pão australiano" etapa 4

Depois de sovada, polvilho trigo nas bordas, o suficiente apenas para dar uma secada na massa. Uma espátula pode ajudar:

"Pão australiano" etapa 5

Se achar que a massa está grudando muito pode-se acrescentar um pouco mais de trigo( mas lembre-se: trigo em excesso poderá deixar seu pão mais seco ou pesado), até ficar esta bola macia:

"Pão australiano"  etapa 6

Colocar a crescer numa vasilha, envolvida em filme plástico( costumo deixar descansando no forno morninho, por aproximadamente 50′):

"Pão australiano"  etapa 7

Depois de levedada…

"Pão australiano" etapa 8

Abaixe a massa com a mão, sove-a mais um pouco, modele dois pães e acomode-os em fôrma previamente untada:

"Pão australiano" etapa 9

Novamente eles deverão crescer, por aproximadamente 30′.
Assá-los em forno médio(pré-aquecido) por 30′, ou até ficarem corados na superfície:

"Pão australiano"

Desenforme-os ainda quentes, mas espere pelo menos uns 15′, antes de parti-los:

"Pão australiano"

“Se quiser servir este pão com uma manteiga parecida com a servida no Outback, é simples: deixe a manteiga atingir a temperatura ambiente e bata-a na batedeira, em velocidade alta. Aos poucos, acrescente água gelada até a manteiga ficar areada. (Use no máximo 1/4 de xícara de água gelada para cada xícara de manteiga batida.)” Dica, dAqui!

"Pão australiano"

Leia Mais