Corações apaixonados

“Se você pensa que meu coração é de papel…” 
No caso de Sérgio Reis, não. No meu, sim:
Vi esse trabalho no blog da loja virtual Etsy, The Storque. Achei uma graça.
Publiquei a ideia no Facebook, sem saber como fazer. Pedi “ajuda aos universitários”.
Como esse mundo virtual é pequeno, quem veio em meu socorro com o PAP foi a conterrânea Suelem Carolina.
A seguir o molde, em papel, dobrado e recortado:
Depois é saber encaixar, pacientemente:
Aqui, um vídeo ensinando a dobrar pequenos corações:
Apaixonei!


Atualizando:
Falando em coração, o meu bateu feliz, quando viu que o blog passou dos 2000 seguidores. Obrigada pelo prestígio, nesses mais de 2 anos juntos.
Leia Mais

Decoração sabida

Já vi alguns exemplos de prateleiras suspensas usando livros, mas me corta o coração pensar em  descartar um exemplar, por mais velhinho que seja! (Aliás, quanto mais antigo, o livro parece que passa a adquirir vida própria!)
Gostei desta opção que saiu no Apartment Therapy, preservando os livros:
book_shelves_literally_041911.jpg
Bastam 3 mãos francesas( uma, fica embutida dentro do livro, na parte superior) e furadeira.
Tutorial, aqui, no Real Simple
Realmente, muito simples!

Uma opção mais radical, esteticamente surpreendente, a crafter Blair Stocker, do Wise Craft, fez na própria casa:  
Bbclose
Uma explosão de saber, projeto dos mais simples, extraído do livro de Lisa Occhipinti: “THE REPURPOSED LIBRARY 33 Craft Projects That Give Old Books New Life”.

Neste vídeo, a artista mostra algumas possibilidades esculturais do papel: 

STC Craft Presents: The Repurposed Library by Lisa Occhipinti from STC Craft / Melanie Falick Books on Vimeo.

Leia Mais

Árvore de galhos

Nem tudo que reluz é ouro. E nem tudo que parece lixo é.
Um simples galho de árvore pode virar uma escultura de parede:

O quarto acima é de uma das filhas da fotógrafa, designer e crafter francesa Caroline Briel, do Cinq Mai.

Esta semana mostrei a cozinha colorida da finlandesa Jutta. Do blog dela, o Kootut Murut, uma árvore de galhos que enfeitou com tsurus de origami:
upstairs bedroom

Spring cranes

Então, cansou-se dos passarinhos e resolveu fazer flores de cerejeira de origami:

A friendly face

Origami cherry blossoms
Imagens, dAqui.
E aqui, o vídeo que Jutta indicou, ensinando a dobrar a flor:
Leia Mais

Guirlanda de origamis

Meu caçula costuma exagerar nas queixas, quando não encontra nenhum amigo disponível no fim de semana:
“Mas por que todo mundo tem de sair de casa, ou ir pra casa da avó, ou do tio, ou tá recebendo um primo e não pode vir brincar comigo?…”
É porque tem gente que gosta da vida, assim: off-road
Eu, trocaria qualquer destino, no atual momento, para ficar em casa e tentar colocar alguma ordem, no pouco que ainda resta do ano.
O natal está próximo mas as minhas metas para 2010, longe de serem cumpridas.
Para quem está mais em dia que eu, gosta de colocar a mão na massa e fazer os próprios enfeites natalinos, deixo algumas sugestões em origami, com os devidos links do passo-a-passo.

A Marta Ide tem um blog direcionado ao tema, além de fazer lindos trabalhos de encadernação, no Transformando papel em surpresas!!



Para as duas guirlandas a seguir ela usou papel de scrapbook, baixa gramatura, face simples, no tamanho 15x15cm.
As joaninhas foram a cereja do bolo desta guirlanda fofa:

dots with lady bugs garland

Numa versão mais clássica, não menos bonita:



PAP aqui
Outra dobradura:

família de joaninhas na guirlanda

PAP, aqui
Além do blog, a Marta tem Flickr.
Outra opção:   

Uma estrela de origami, muito fácil: PAP, aqui.

Tá sem nada pra fazer no fim de semana? Aqui, tem trabalho.
Mãos à obra, enquanto volto à minhas, inacabadas…

Leia Mais

Lustre de origami

Diz a lenda japonesa que dobrar 1000 tsurus dá, ao perseverante dobrador, direito a receber benesses, em relação à saúde e longevidade.
Não sei quantos, foram dobrados para cobrir esta cúpula de luminária, mas acho que o autor está bem perto de conseguir realizar seus desejos:
Muito, muito doce!
sweet sweet life

Os autores da façanha: Ing Things

Atualizando
:
Transcrevo aqui meu comentário, sobre como entendo a lenda dos tsurus:
Origami é disciplina, paciência, perseverança, metodologia, capricho, encantamento…
Se aplicássemos à vida tais ensinamentos, digam se não viveríamos mais e melhor?
Mas i
sso, não se nasce sabendo. Deveríamos dobrar um tsuru nosso, de cada dia: talvez uma ofensa, mágoa, irritabilidade, ansiedade…Por isso tantos, exigidos. Tantos quantos deveriam ser nossos dias.
Como escreveu Davi:
“Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio.” (Salmos 90:12)
Não é lenda oriental: é sabedoria universal.
Se eu fosse eu, começaria a dobrar os meus…
Leia Mais