Arquivados em 'Lustres' Categorias

Falando em lustres…

Postado por Laély, no dia 02-11-2011 - Categoria: cores,Lustres,Quartos - 0 Comentário
Como a Vivianne Pontes, no Dcoração:
4eab21270f24267667000117._h.500_w.540_s.fit_
O mobiliário de madeira é antigo, sombrio porém, sóbrio.
A leveza ficou por conta da paleta de cores usada: azul, amarelo, cinza e turquesa.
E o lustre? Sem comentários…
Mais imagens, no Apartment Therapy

    Só pra variar….

    Postado por Laély, no dia 07-07-2011 - Categoria: Lustres,renovação,salas de jantar - 0 Comentário
    (Imagem: dAqui)

    Escrever pra mim é um hobby; prazer que cultivo aqui, através do blog. Por isso não me preocupo muito em focar num assunto específico: é o que “dá na telha” do dia. Quem acompanha o Saladala já deve ter percebido isso. 
    Mas, antes que me risquem do rol dos blogs de decoração darei uma pequena pausa na viagem, literal ou “na maionese”, para mostrar duas salas de jantar românticas.

    A tradicional Mangueira já provou, há muito tempo, que verde e rosa combinam bem:

    HGTV

    E esta sala de jantar passou por uma transformação, nada radical, que fez toda a diferença no resultado final:

    Reforma sala de jantar - a tabela

    Veja o antes, aqui: Crafty Nest.
    Gostou do candelabro? Também passou por uma reforma. 
    Veja o antes:

    lustre antigo - antes

    Alguns cristais, pintura, novas lâmpadas de LED e, uma transformação surpreendente.

      Lanternas personalizadas

      Postado por Laély, no dia 27-04-2011 - Categoria: Cúpulas de abajur,iluminação,Lustres - 0 Comentário
      Diferentes formas de customizar lamparinas e abajures, como nesta lanterna de papel, tipo japonesa:

      Bluelantern1
      Mini bandeirolas, costuradas num viés e aplicados com cola:
      5080297107_198e86147a.jpg
      Fonte: Oh dee doh
      Tutorial, aqui: You had me at bonjour
      Castiçais coloridos ganharam instalação elétrica( bocal e lâmpada comum) e cúpula com fru-frus:
      Nesta outra luminária, sobras de couro foram montadas como uma saia em volta da lâmpada:
      Imaginei que tiras de feltro e até pedaços de gravatas não usadas substituiriam muito bem a ideia original.
      O inconveniente do projeto anterior, apesar do bonito efeito em cascata é que o lustre vedaria completamente a passagem de luz pelas laterais.
      Marido é do contra, dizendo: “primeiro coloca a luz, pra depois tirá-la!”
      Mas acho que os projetos seguintes seriam aprovados:
      Uma bonita e escultural cúpula antiga foi desnuda, para ser coberta posteriormente com retalhos de tecido e adereços:
      Lampshade DIY
      Lampshade DIY
      Ideia similar, com aplicação de contas de madeira:
      Ou este lustre bacana, reaproveitando potes de vidro:

      Easter Pastels - Summer Nights Shimmering Shooting Stars Sparkling Clear Glass Fruit Harvest Ball Mason Jar Chandelier Lights - UpCycled ReCycled Hanging Pendant Lighting Fixture Swag Light - Wedding - Party - Holiday - Mothers Day Treat
      Etsy

      Falando em iluminação e reciclagem, curiosidade foi encontrar esse vídeo mostrando uma ideia literalmente luminosa, ecológica e a custo zero-a transformação de garrafas pet em “lâmpadas”:
      Gostou da ideia? Explicação mais detalhada, aqui.

        Do quintal à cozinha

        Postado por Laély, no dia 14-09-2010 - Categoria: Lustres,meu quintal,Minha cozinha,reciclagem - 21 Comentários

        A estiagem por aqui tem castigado bastante.
        Ainda que tenhamos um sistema de coleta de água de chuva no quintal, nem todas as caixas são suficientes para manter a horta produzindo 100%, nessa época do ano.Alguns temperos são mais resistentes e é bom contar com esse apoio à cozinha, logo ali, sempre à mão.
        Além do apoio do Pingo, que adora conferir as ervas aromáticas na horta!
        Aqui, cheirando as delicadas folhas da erva doce:

        Pingo na horta
        Considerando-se o dono da casa e seus arredores, não há nada que façamos sem que ele antes ache necessário dar o aval.
        Aqui, no meio da menta, tomilho e capim cidreira, enquanto eu colhia outros temperos:
        Pingo na horta
        A floração miúda do manjericão é um plus de beleza para essa erva, que já é saborosa e extremamente aromática:
        Manjericão florido na horta
        Não resisti e colhi alguns galinhos para fazer um arranjo bem simples-além de delicado, perfuma a cozinha:
        Flor de manjericão
        A couve chinesa rendeu pequenas flores amarelas:
        Flor de couve chinesa
        Flor de couve chinesa
        Flor de couve chinesa
        Outra surpresa, não rara, foi a visita de um beija-flor:
        Visita matinal
        Cansado, pousou sobre o pendente improvisado com fôrma de silicone:
        Visita matinal
        O pendente original não resistira ao calor de uma lâmpada incandescente mal escolhida: derreteu.
        A forma escultural da fôrma de silicone lembrava minha infância e até ganhei uma de verdade, de alumínio, da
        amiga Rosana.
        Depois do presente original, a minha fôrma genérica foi deixada de lado: não gostava do bolo, assado nela. Então, cortei um pedaço do cone central da fôrma, que se encaixou perfeitamente à ponta do pendente de luz:
        Visita matinal
        Há poucos dias a Vivianne mostrou o vídeo de uma reportagem do Mais Você, no evento Morar Mais por Menos: além de ensinar como fazer um pufe de pneu, há boas ideias para copiar, inclusive, pendentes de luz feitos com fôrminhas de alumínio coloridas. Vale a pena conferir!
        Ah! e podem ficar tranquilos: o colibri conseguiu libertar-se, antes que o “resgate” dos gatinhos da casa chegasse.

          Um mar de nuvens…

          Postado por Laély, no dia 16-06-2010 - Categoria: encontros bloguísticos,Lustres,viagens - 21 Comentários

          Pairava sobre minha cabeça, antes de viajar: TPM, ou Tensão Pré Moleza. Mal que sofro, sempre que decido viajar sozinha: muitos detalhes a resolver antes da partida e aquela dorzinha na consciência, por deixar a família e trabalho para trás, enquanto passeio.
          A ansiedade foi compartilhada com a
          Rosana, mas assim que o avião decolou, pude finalmente respirar aliviada: ou eu “relaxava e aproveitava”, como a nossa digníssima ex-ministra da terapia* “
          sabiamente” havia aconselhado, ou perderia meu tempo.*Ops! Não era bem essa pasta que ela (des)cuidava…
          Logo pude ter certeza de que, novos horizontes estavam se abrindo à minha frente, sob os meus pés…
          Mar de nuvem
          Lembrei daquela música, interpretada por Leila Pinheiro, e pensei que estava indo para a serra, não a do luar, mas a gaúcha, pra “afinar o instrumento de dentro pra fora”.
          Então, procurei “manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo…”
          Pousei, nas nuvens…
          Fim de tarde
          Cheguei à noite em Porto Alegre e, apesar da chuva fina e fria, a recepção calorosa preparada por Rosana e família, dissiparam todas as eventuais nuvens de incertezas:
          Mesa posta, ao lado de um foguinho na lareira, jantar especial, feito pelo chef Vicente Sperotto , a alegria do reencontro das amigas e uma fome de boas experiências fizeram-me esquecer o cansaço da viagem e o plantão do dia anterior.

          Comi o melhor risoto de shitake e filé da minha vida!
          De entrada, experimentei figos ao forno, com recheio de gorgonzola e nozes: uma delicadeza de sabor que explodia na boca, de tão macio!
          (Quem disse que a maçã foi o fruto proibido e tentador, com certeza nunca saboreou figo, dessa forma!)

          Acho que o chef acrescentou algum ingrediente secreto à comida: como resultado, sobrou energia e animação para estender a conversa em volta da mesa, até o início da madrugada.
          Como costuma dizer minha sogra: “barriga cheia, coração contente”.

          Manhã seguinte, o programa era subir a serra.
          Sem pressa, fomos parando pelo caminho e aproveitando os ares e a paisagem bucólica:
          Cena bucólica
          E, como toda história que se preze tem uma trilha sonora de fundo, o fog cinza que dominou o dia anterior, sentiu-se envergonhado diante de nossa animação e tirou o time de campo. Em seu lugar…“Here comes the Sun” !
          Nada de “inverno solitário”. O sol chegou, “os sorrisos voltaram aos rostos” e enquanto “o gelo derrete”, eu “digo que está tudo bem”…
          Plátanos
          Ao longo do caminho vi muitas casinhas simples, de lambri de madeira, coloridas, antigas porém, bem conservadas. Via a fumaça, saindo de suas chaminés. Casas vivas. Calor humano. Falhei, em não registrar.
          Esta aqui é de inspiração alemã, mas não tinha mais ninguém morando ali:
          Serra gaúcha
          Em Nova Petrópolis, uma paradinha para um passeio pelos jardins da praça central:
          Nova Petrópolis
          E pelo labirinto verde:
          ( Não me arrisquei a entrar: havia esquecido meu novelo de lã, em casa…)
          Nova Petrópolis
          Chegamos à Gramado, final da tarde do sábado.
          Não havíamos almoçado e estávamos famintas por boa comida!
          Rosana sugeriu um café no
          Hotel Ritta Höppner, no estilo dos contos de fada da Bavária:
          Fachada do Hotel
          Registrei a delicadeza desta pintura, emoldurando uma das janelas do hotel:
          Janelinha decorada
          À entrada do salão, que lembrava àqueles, de filmes de Hollywood da década de 30, uma plaquinha feita à mão:
          Ritta Höppner
          O lustre vintage reforçava o clima cinematográfico:
          Salão de chá
          O pendente com luz indireta dava um certo ar nostálgico e romântico:
          Mesa de chá
          Mas o melhor, ainda estava por vir…
          Chá no Ritta Höppner
          Saímos dali, sentindo-nos verdadeiras divas!
          Mas acho que, diva que é diva, não se empanturra, de: chazinho, chocolate quente, leves e aerados wafles com cobertura de creme ou calda de morango, folhados e doces deliciosos!
          No máximo, diva aceita um chá com torrada( e, sem manteiga!)!
          Mas isso não é vida de diva!

          Concluímos que a tal teoria, a da “barriga cheia”, é que estava certa:
          Barriga cheia, coração contente
          Deixamos o Ritta Höpnner e seguimos viagem até Canela, onde fomos recebidas numa Aldeia dos Sonhos
          Mas, não era sonho?!
          A mais pura realidade: um frio de rachar e nós, exaustas depois de um dia, cheio de novidades!

          Acomodadas num chalé quentinho, entricheiramo-nos sob as cobertas, cada uma na sua cama, para um curto sarau. Jane, Rosana e eu, revesamo-nos na leitura de algumas crônicas de Eduardo Galeno: surpresa boa, descoberta nessa última viagem.
          Pra fechar o divertido dia, optamos pelo alto-astral e alegria do musical Mamma Mia, que mereceria um post especial. Rosana entregou os pontos e não sabe como o filme terminou.
          Mas esta nossa história, diferente do filme, ainda mal começou…

          (Aproveitando a semana de gauchices, não poderia perder o mote e comentar a atuação pífia da nossa seleção, sob o comando do gaúcho Dunga, que está mais para o anãozinho Zangado…Acho que aquele casaco horroroso que estava usando é que não lhe caiu muito bem. Tudo bem, que ainda vem mais jogo pela frente. Quem sabe, ele mude o visual e a seleção, a atuação, para melhor?…Vamos torcer!)

            Um lustre pra chamar de seu!

            Postado por Laély, no dia 14-05-2010 - Categoria: Lustres,Manualidades,PAP - 13 Comentários

            Um belo lustre pode valorizar qualquer ambiente meio bege.
            Mas são poucos que podem comprar um, bonito e original.
            Como este, lúdico e vintage:No site da Jellio é possível encomendar um lustre como esse, feito com aproximadamente 5000 ursinhos de acrílico, imitando balinhas de goma, amarrados manualmente, uma a um. Depois de pagar uma “notinha”, em libras, é bom sentar e esperar: pode demorar até 2 meses para concluir, tão doce trabalho.Outro, mais sério, que não fica atrás, em matéria de encantamento:

            de(couer)ação

            O da minha sala é este aqui, colorido:
            Mas é possível fazer um lustre exclusivo, a partir deste outro, do pottery barn kids: O blog Living With Lindsay ensina como fazer um parecido, com muitos passarinhos: Tutorial, aqui

            (Está em inglês, mas as imagens são reveladoras)

              Promoção Arte Home

              Postado por Laély, no dia 07-04-2010 - Categoria: cesta de compras,Dicas de sites,Lustres,objetos de decoração,promoção - 42 Comentários

              O site Arte Home é uma loja virtual brasileira que trabalha com “objetos de decoração e gifts de marcas internacionais de design assinado, como a americana Fred&Friends, a holandesa Present Time, ícone na Europa em design, entre outras.”

              E alguém poderia me perguntar: “E o quico?” ( Traduzindo: ” e eu com isso?”)…

              Vou já explicar, mas antes, aproveitando a onda do BBB, que tal dar uma espiadinha em alguns dos produtos do site?
              LUSTRE SPARKLING, da marca holandesa Present Time:

              Este maravilhoso lustre colorido de 6 braços, em acrílico, é igual o da minha sala: Também tenho um castiçal incolor, da Imaginarium, mas este multicolorido é bem mais bonito: “As belíssimas estampas e o design exclusivo da designer Jachie Shapiro, da marca americana French Bull, vão marcar presença na sua cozinha”, na forma dessas colheres de salada, em melamina: “Assinada pela renomada marca alemã NOI, que faz suas bolsas em couro e tecido, sempre com estampas modernas e descoladas.” Também coincidência, tenho uma igual a esta, que guarda com estilo meu laptop: “Cabide de parede assinado pela marca Holandesa Kitsch Kitchen”:“Ideal para guardar medicamentos com segurança, de uma maneira charmosa”, em metal cromado:Original opção de relógio para a cozinha, onde as horas são marcados por talheres e os ponteiros, mini garfo e faca: E então, gostaram? Mais ainda, se visitarem o site da loja. E o convite tem motivos especiais…

              Em pouco mais de 1 ano de blog, fiz 3 promoções. Todas foram auto-patrocinadas.
              Ainda não incluí propagandas no blog, não porque seja contra, mas porque prefiro ter controle sobre o que anuncio. Só indico o que gosto e considero de qualidade.
              Uma novidade, que espero seja um pontapé inicial para outras boas parcerias, foi o contato que o Arte Home fez comigo, através de sua representante, Meiry Valasco.
              E as duas boas novidades, que beneficiarão os leitores do Sala da La:

              1°-Visitando o site, quem acompanha o Sala da La terá desconto de 10%, em qualquer compra. Não é ótimo?
              Para usar o usar o desconto é só escolher os produtos que lhe agradam na loja e clicar na opção Comprar. Antes do cálculo do frete aparecerá um campo escrito: Cupom/Vale Presente – Neste campo você irá digitar o código de seu Cupom que é: “blog sala da la ” e apertar o botão aplicar. Pronto, você terá em sua compra um super desconto!

              2°-O site ofereceu um brinde para sortear entre os leitores do Sala da la:
              “Um produto, sucesso de vendas na Europa e Estados Unidos, acaba de chegar ao Brasil. Quando ainda está dentro da embalagem plena, o ‘Vazu’ tem a aparência fina como uma folha de papel, podendo ser armazenado sem ocupar quase nenhum espaço, até o próximo uso. Com a simples adição de água, transforma-se em um moderno e colorido artigo de decoração. Reutilizável e durável, pode ser usado por muitos anos. Nunca vaza.”
              Entre outras opções, escolhi este modelo para presenteá-los, o Flowers Roxo:O “Vazu”, dentro da sua embalagem, fácil de guardar:Para participar do sorteio é necessário:
              -Ser um seguidor do blog;
              -Residir no Brasil, ou ter um endereço no país;
              Preencher os campos do quadro abaixo e clicar “Subimit Entry”:

              Outra boa notícia: a promoção tem data para acabar, dia 21 de abril, daqui a 2 semanas, mas o desconto nas compras, não.
              Na barra lateral do blog deixarei o link para a loja. Prestigiem a dica, para que outros sorteios com brindes bacanas como esse possam se repetir.

              O que ganho com isso? Até agora, vantagens para agradar quem sempre prestigia o blog com a sua participação e comentários.

              Está dada a largada! Aproveitem!

                Chique em preto e branco

                Postado por Laély, no dia 18-10-2009 - Categoria: Lustres,piso,quadros na decoração - 23 Comentários

                Post, tipo “a volta dos que não foram” pois estou sumida desde a quarta. É que não parei em casa desde lá e hoje, pra variar, estou de plantão. “Ossos do ofício”, como diz o dito popular. Por sinal, hoje é o dia do médico.
                Comecei a escrever na quinta um post mais elaborado, mas a correria não me permitiu concluí-lo. Optei por deixar para amanhã, já que todo mundo deve estar na praia uma hora dessas.

                Depois de tanta cor na sala da la, aproveito para mostrar um hotel muito chique, em Florença: Floroom2: um contraponto de neutralidade, mas nada de “semgraceza”! Os ambientes são uma mistura de rústico e moderno, em preto e branco.
                Gostei especialmente da parede com este mosaico de fotografia: Repararam no piso espinha de peixe?!
                Outro detalhe neutro mas de grande efeito, o castical recortado 3D:

                Será que o meu menino ia achar este aqui “brega”?!
                “Você decide!”
                Imagens: Remodelista

                  Finalmente, o lustre…

                  Postado por Laély, no dia 14-10-2009 - Categoria: Lustres,Minha casa,salas - 69 Comentários

                  Depois de ficar algum tempo guardado na caixa, de eu discutir com o filho do meio se era brega ou não, de precisar pintar a parede na sala, trocar os dois pendentes de cúpulas redondas pra não concorrerem em atenção, de comprar lâmpadas que não encaixavam no bocal e precisar trocá-las, finalmente, neste fim de semana, consegui pendurar meu lustre colorido, tão sonhado aqui. Como disse Raul Seixas: “sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só/ mas sonho que se sonha junto é realidade”. Mais gente embarcou no sonho meu e deu o “maiorrapoio” pra que eu investisse nessa peça de iluminação.
                  Optei por colocá-lo em um canto da sala. Por si só, passou a ser o centro das atenções:
                  (Para ampliar as imagens, é só clicar nelas)
                  Convido então, a um giro pela minha apertada sala. Vamos devagar, pra não tontear…
                  Enquanto o lustre era instalado, precisei responder pela centésima-milionésima vez( Tá bom. Nem tanto assim…) à plateia masculina da casa, que: “Não! Aquele não era um lustre brega!”

                  Os observadores poderiam me perguntar o que seria esse negócio preto, caindo do sofá laranja? A “obra de arte” é do meu gato Pingo, que gosta de brincar aí embaixo e já rasgou todo o forro.
                  Troquei este espelho de lugar umas ‘trocentas vezes, até que ficou atrás do sofá maior( por enquanto…):
                  Lembram daqueles porta-copos franceses que ganhei de uma amiga?
                  Mandei fazer quadrinhos:
                  Da cozinha, foram direto para a parede da sala:
                  Ficaram assim: espelho de uma lado, quadrinhos do outro, gatinho, em cima do quadro maior.
                  Depois que comprei o lustre de teto, não resisti em levar pra casa este, de parede:
                  As bonecas matrioshkas, também presente, ficaram em cima da lareira:
                  O cantinho da lareira:
                  Ao lado da lareira, pendurei mais alguns quadros:
                  Detalhando:
                  “Não façam isso em casa”!: Apanhei um bocado para pendurar essas coisas. Fiz tantos furos na parede, mudei os quadros de posições, mais ainda, que ela ficou parecendo um favo! Paciência e cuidado, além de pesquisa, são necessários nessa empreitada. Boba fui eu que, na pressa, acabei perdendo mais tempo ainda, fazendo consertos.
                  Vale a pena conferir os conselhos na Casa&Jardim, antes de furar a parede.
                  Olhando assim a minha sala, bateu uma insegurança, tipo assim: ela não é nada clean! Será que é brega?!…

                    Momento Caras II…

                    Postado por Laély, no dia 02-10-2009 - Categoria: Engraçadinhas,filhos,Lustres - 18 Comentários

                    Já contei por aqui que virei celebridade de Caras.
                    Fui revirar meu baú de diva( Nossa! Eu sou do tempo em que se guardavam fotos em baús?!…) para provar, por “A” mais “B”, que sou uma pessoa linda, maravilhosa, apesar de já ter entrado na casa dos “enta” e dos três filhos, quase todos, maiores que eu( embora ser maior que eu, não tenha mérito algum!).
                    Grata surpresa foi encontrar este registro histórico do meu aniversário de 40 anos:
                    (Pela foto em preto e branco, dá pra perceber que é meio antiguinha…) Num momento relax, à beira da piscina quilométrica da mansão hollywoodiana onde resido, abraçada pelos filhinhos da mamãe, posei, numa fase blonde e sarada de ser. ( Pausa, para enxugar as lágrimas de emoção!)

                    Momento besteirol à parte, minha auto-estima anda em baixa, porque na mente, o manequim é 38, mas o corpo tem insistido em estacionar no 40, quase 42!
                    Filho do meio, que é sincero de doer, falou esses dias que eu “tenho que dar um jeito de perder a barriga, antes de ficar velha. Depois, é mais difícil.”
                    Ainda na sua sinceridade, entrou num embate comigo por causa de um lustre guardado há meses, depois que resolvi pendurá-lo na sala. Teve a petulância de dizer pra mim:
                    “Mas, você vai pendurar…isso?! Isso, é brega!” ( Fazendo uma cara de desgosto extremo ao apontar para o objeto!)
                    Get Confused
                    Não! Não é esse lustre, aí de cima! Se o fosse, talvez até lhe daria razão!
                    Nem tão pouco, este belo mas extravagante, aí de baixo: Apartment Therapy
                    Não é a primeira vez que ele discute sobre decoração comigo.
                    Mas, convenhamos: eu venho estudando o assunto há mais tempo que ele! Porque, além de linda e maravilhosa( cof, cof!), sou também uma pessoa antenada( argh! Que palavra batida!), viajada, culta e “chique no úrtimo”. ( Modesta, também. Insisto!)
                    Olha só, em outra foto mais recente:
                    ( Reparem no charme dos óculos, “combinandinho” com a bolsa e escarpins! Cris Guerra ficaria com inveja.) FFFFOUND!
                    Continuando nossa novelinha de hoje, estilo “Bety, a Feia”, às avessas:
                    Nas minhas andanças por Paris, dei de cara com este belo castiçal colorido, motivo da polêmica com o filho desentendido:Design Crush
                    “Fala sério”: não é lindo?!
                    Falando sério mesmo, eu nunca fui a Paris, de vez em quando dou minhas mancadas no vestuário e micos na decoração e, a parte verdadeira da história:
                    -Realmente, comprei o lustre, motivo de surto consumista registrado aqui.
                    -Realmente, o filho implicou dizendo que era “brega”, “muito colorido”, “chamativo”…coisas de um adolescente que morre de vergonha de ser diferente( embora ele seja)!
                    Resultado do embate:
                    1X0, pra mim-consegui pendurar a preciosidade malcompreendida na sala, embora num cantinho, devido aos protestos acalorados!
                    -Realmente, prometo mostrar ao vivo e à cores, direto lá de casa, depois…
                    ( Esclarecendo: apesar da franqueza, meu rapaz é um doce em pessoa!)