Bolo de gengibre e cerveja preta

Há tanto tempo não acordava tarde que hoje, ao sair da cama depois das 8h, senti-me como uma verdadeira madame de novela da Globo.
Folga merecida, depois de uma(s) semana(s) puxada(s).
Mas a verdade é que não vejo madame de novela com a barriga no fogão. Porque, se há uma coisa que gosto de fazer no meu tempo livre( além de correr) é cozinhar.
Meus últimos investimentos na área foram: aquisição de uma enorme frigideira( de ferro, fundo grosso e antiaderente, bordas arredondadas e cabo que permite ir, direto do fogo ao forno) e do livro que a famosa e polêmica cozinheira inglesa veio divulgar no Brasil: “Na Cozinha com Nigella”.

Como se pode perceber pelas formas roliças dela, contar calorias não é uma de suas preocupações e prioridades: manteiga, açúcar e creme de leite são usadas, sem nenhuma culpa. Mas apesar de fugir aos padrões é dona de uma beleza incomum, além de esbanjar simpatia e, um dos atributos básicos, indispensável a todo bom cozinheiro: ama comer( constatação óbvia, nesta participação no programa da Angélica, “Estrelas“)!
Outro prazer, que só os amantes da cozinha entenderão: folhear um novo livro de receitas, escolher alguma e, partir para a execução.
Como formiguinha que sou, optei por um bolo tradicional inglês, o gingerbread: úmido, fofinho, perfumado, com acentuado sabor de melado, mascavo e especiarias( gengibre, cravo e canela).

Tenho dois outros livros dela; com esse último ainda estou me familiarizando mas, não foge ao estilo dos anteriores: uma conversinha, à beira do fogão, seguida de comidinha reconfortante para a toda a família, belas fotos, dicas de preparo e armazenamento.
Para esse bolo é sugerido a cerveja Guinness. Substituí por cerveja preta comum.
A massa ficou bem líquida e cheguei a duvidar que desse certo, mas o tempo prolongado em forno baixo( cerca de 1 h,  a 180°C) tratou de consertar a (má) impressão inicial.

Pesquisando na internet encontrei a receita, bem explicadinha e com belas fotos, neste site: Gourmets(amadores).
Como esta imagem sugere, o resultado final deles…

Ficou bem próximo do meu:

Bolo de gengibre e cerveja preta (Gingerbread)

200ml cerveja preta
125g manteiga
300 g de melado de cana
1 x açúcar mascavo (escuro) (Ou, se quiser um pouco mais doce: 200g de mascavo)
3 colheres (chá) gengibre e canela moídos (metade, de cada um, ou: 2 cc de gengibre+2cc de canela)
1/4 colher (chá) cravinho moído
300g farinha de trigo
1 e 1/2 colher (chá) bicarbonato de sódio
225g de sour cream (ou creme azedo: 200ml de creme de leite freco + 1 colher de chá de sumo limão)
2 ovos
1 assadeira quadrada de 23 cm, ou uma assadeira de alumínio com aproximadamente 30 x 20 x 5 cm

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre o fundo de um tabuleiro com papel vegetal e pincele com manteiga.

Coloque o açúcar, a cerveja, o melado, a manteiga e as especiarias numa panela de fundo grosso em fogo brando até todos os ingredientes estarem derretidos.

Numa tigela grande, peneire a farinha e o bicarbonato de sódio.

Retire a mistura de açúcar do fogo e acrescente a farinha e o bicarbonato, aos poucos, mexendo com um fouet. Bata vigorosamente até obter uma mistura homogênea e sem grumos.

Misture o creme azedo com os ovos e bata ligeiramente.

Adicione à mistura anterior e mexa.

Deite a massa no tabuleiro e leve ao forno baixo(180°C) por aproximadamente 50′ minutos ou até estar cozido( no meu forno demorou uns 65′. A dica é observar, até que o bolo comece a desprender um pouco das laterais da fôrma).

Deixe esfriar completamente antes de cortar em quadrados.

Pode ser feito com uma semana de antecedência e guardado numa caixa, coberto com papel vegetal e película aderente.

O gingerbread é tradicional do natal, mas como estamos inaugurando a estação mais fria do ano por aqui, nada mais adequado para acompanhar um chá( como os ingleses), ou café da tarde( como brasileiros).

You may also like

12 Comentários

  1. Olá!!! Sabe que também amo cozinhar, acabei de tirar do forno uma broa de queijo , e está no forno um amendoim com chocolate!!! Achei bem “exótica” a receita do bolo, ficou com uma “cara” deliciosa, molhadinho, né?
    E sabe que correr é meu hobby, minha terapia, tenho corrido 3x semana, há 3 anos venho nessa rotina, e meu corpo pede, pra sair e dar uma corridinha!!!! Bjcas e bom descanso!!!

  2. Gostei da receita e da tua frase no final.
    Realmente nós brasileiros deveríamos usar as receitas natalinas no inverno. Se o resfriado deixar, talvez arrisque a receita ou repita o de mel da semana passada, acrescentando gengibre aos “temperos”.

  3. Menina, tenho uma receita de Bolo de Natal bem parecida com esta. E faz o maior sucesso rsrsrs
    Vou fazer esta,com certeza, e vou colocar no meu blog (citando o seu blog, claro). Obrigada! Estou seguindo você. Beijos.

  4. Oi Laely!!que gostosura de receita,tbm amo cozinhar e livros,acessórios para cozinha são minha paixão e este já está na minha lista de livros á adquirir.Bjuss

  5. Hum… é interessante. Não fica muito doce com 300 g de melado e mais mascavo, e ainda cerveja preta, também adocicada? Senti o cheirinho de Natal, reforçado pelo meu bolo (sem açúcar, mas condimentado) no forno.

  6. Olá La!
    Suas dicas gastronômicas são ótimas e o bolo me parece apetitoso. Adoro experimentar novos sabores e texturas e com certeza irei tentar fazer esse bolo. Disse tentar, pois bolo não é minha praia, sempre sai com um problema. rs!! Sou super adepta do gengibre, aqui o usamos tão pouco. Quanto a Nigella adoro sua proposta de comida reconfortante, fácil e pra família, mas confesso que curto mais ver o programa que cozinhar.
    Um beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *