O melhor pudim do mundo!

Nem sempre o simples é mais fácil de fazer.
Prova disso é o tradicional pudim de leite, uma das minhas sobremesas preferidas!
Mas, não pode ser qualquer pudim! Tem de ter aspecto, textura e sabor ideais: um caramelo castanho e calda abundante, textura lisa, acetinada e leve, sem furinhos( apesar de que, há quem prefira com furinhos) e, não muito doce.
De tanto errar, numa coisa, ou noutra, acabei entregando os pontos e deixando pra lá.
Mas sou brasileira e, não desisto nunca!
Nos últimos tempos tenho insistido e, já sei muitas maneiras de como não fazer um bom pudim! Agora, confiante de que posso chegar muito próximo à perfeição( só mais umas quinhentas tentativas, talvez…).
Exageros à parte, a verdade é que, quanto mais fazemos, melhor fazemos!

Diferente do natal, essa passagem de ano foi bem mais tranquila e feliz: além do retorno do filho( ainda que, apenas pra passar uns dias) pude programar melhor a ceia, adiantando as sobremesas, no dia anterior.
Toda a correria do natal deu lugar à serenidade e alegria.
Até o clima ajudou: a véspera de ano novo foi um dia ameno e ventilado.
A mesa começou a ser arrumada no fim da tarde:

E como não pode faltar, nessas datas especiais, flores naturais:

Acompanhados de amigos mais chegados recebemos o ano novo com um culto familiar. Mais uma oportunidade de agradecer e renovar os votos para um novo ciclo de tempo.
Depois, à ceia.
Para a mesa de sobremesas fiz alfajores, mas dessa vez resolvi banhar alguns em chocolate meio amargo:

O que é bom fica ainda melhor!

A minha tradicional torta de limão também não poderia faltar:
Torta de limão
Até que enfim, chegamos ao pudim!
Quem me animou a fazê-lo, mais uma vez, foi a Paula, do The Cookie Shop, com dicas de um, sem furinhos:
pudim sem furinhos
Gosto de receitas que vêm recheadas com histórias e a Paula tem esse dom: de nos alimentar a alma e a barriga!
Para acessar o link com as dicas e receita dela é só clicar no nome do site( assim, como as outras receitas citadas neste post).
Mas, como sempre, faço minhas adaptações e não poderia deixar de compartilhá-las, aqui(apesar de não ser nenhuma novidade, para a maioria):
Pudim de leite sem furinhos
( Rende um belo pudim para uma grande família)
-2 latas de leite condensado
-4 latas de leite( usando-se como medida, a mesma lata de leite condensado)
-6 ovos
-1 xícara de açúcar( para a calda de caramelo)
Pré-aqueça o forno, em temperatura média, enquanto esquenta água para o banho-maria.
Leve o açúcar para caramelizar, numa fôrma de furo no meio( esse aí é o meu calcanhar de Aquiles: a maior chance de erros! Mas, com calma, pode-se chegar a um caramelo bonito). Deixe esfriar na fôrma, enquanto prepara o pudim.
Numa vasilha misture todos os outros ingredientes com um fouet( ou colher). Passe tudo por uma peneira.
Deite, delicadamente, essa mistura na fôrma preparada com caramelo.
Leve ao forno, em banho-maria, com a fôrma coberta por papel alumínio, por aproximadamente 1 hora e 15′. Na dúvida, com 1 hora abra o alumínio e fure o centro do pudim com uma faca. Se ela sair limpa, pode tirar.
Deixe esfriar na forma. Não desenforme!
Leve à geladeira, por no mínimo 4 horas.
Se tiver alguma dificuldade para soltar o pudim da fôrma, leve-a à chama do fogão, para esquentar um pouco o fundo: soltará, com mais facilidade.
Desenforme e, permita-se essa delícia porque, o “melhor pudim do mundo” é aquele que dá certo!

You may also like

23 Comentários

    1. O “maravilhoso” pudim não rendeu mais que um dia, no ano novo! Dei plantão, na terça e, ao chegar em casa á noite, já tinha acabado. Fico devendo a foto.
      Feliz 2013 pra você!
      Beijo!

  1. Nunca consigo fazer o açúcar caramelizado direito. Então me ensinaram usar mel Karo para caramelizar a forma. Não precisa levar ao fogo, é só colocar bastante na forma. Para quem não é muito boa em cozinha como você pode tentar. Bjos

  2. olá, também adoro pudim de leite e também levei muita surra pra fazer um pudim gostoso, alias gostoso não é bem a expressão correta já que ficava gostoso mas não ficava inteiro desmanchava todo quando virava no prato. Foram anos de tentativa e frustação!
    Mas hoje faço um pudim gostoso e bonito!
    Feliz Ano Novo pra você com muita saúde e nova conquistas.

  3. Lá, esse é o pudim preferido do meu marido !
    Acho que a sua grande dica é misturar a mao, pq eu sempre bati no liquidificador. Ele deve ficar mais lisinho.
    Beijo querida ! Curta o filhote, aproveite !!!

  4. Huuummmm….pudim, amoooo…já deu até vontade de fazer um….mas melhor que pudim é ter o filhote perto para passar uns dias, com certeza….Muita paz pra vocês neste 2013 que nasce….

    !!!!beijokas!!!!

    .

  5. Querida Lá! Como é bom retornar à tua “sala” e encontrá-la assim,tão encantadora,elegante, bela e aconchegante! Sei,amiga,que já faz algum tempo que não passo com calma por aqui… Perdoa o sumiço, pois 2012 foi pra mim um ano de muitas “correrias”,viagens programadas e outras nem tanto, mais acima de tudo,um ano de muito movimento…Mas nunca me esqueço de ti e deste teu lindo cantinho que sempre me foi tão acolhedor… Como quero estar novamente bem presente por aqui! Não digo que isso seja uma daquelas promessas de ano novo, mas sim um daqueles desejos do meu coração…Vamos ver se desta vez consigo! (Rs…) E quanto ao teu pudim,realmente ficou lindo e super apetitoso…Dá pra imaginar daqui o sabor genuíno,leve e suave desta gostosura…Também amo esta sobremesa,e fiz um desses aqui no nosso Natal (mas marido adora aqueles que tem “furinhos”…Rs…) Sem dúvida,uma sobremesa maravilhosa! E os teus alfajores também estão um encanto!Minha querida Lá, fico contente também em ver te de novo com o filho de volta ao teu aconchego e o carinho do teu lar tão abençoado…E hoje,aproveito para desejar-te um ano novo saboroso, recheado das mais deliciosas alegrias e confeitado com as maravilhas de Deus na tua vida e de toda a tua linda família!
    Abraço apertado carioca e muitos beijos das flores daqui!
    Saudades de ti…
    Teresa

  6. Laély,

    hoje (por volta de 10 horas), quando retornava de Itaguaçu para Vitória, vi o Hulk e você (correndo) na estrada da saída de Santa Teresa. Reconheci o Hulk primeiro e fiz a associação Hulk-Laély.
    Leio sempre o seu blog e tb suas postagens no face, embora não faça comentários (timidez). Mas hoje não poderia deixar de escrever.
    Parabéns pela conquista do corpo que vc queria. Também consegui isso no ano passado e é muito bom o sabor da vitória.
    Feliz Ano Novo!
    Denelda

    1. Ah, Denelda, isso, mesmo! Pegou-nos, no fim da corrida de domingo.
      Obrigada pelo comentário simpático. Próxima vez, para pra me dar um “oi”, pessoalmente.
      Beijo!

    1. Andreia, se deixar pra desenformar o pudim só depois de gelado, provavelmente não irá mais quebrar.
      Solte as margens do pudim com a ponta de uma faca e dê uma rodada( movimentos laterais) na fôrma, pra sentir se desprendeu. Se notar que não soltou, esquente um pouco o fundo da fôrma na chama do fogão e repita os movimentos laterais. Depois é só desenformar.
      Se mesmo assim ainda se quebrar, reveja se está caramelizando a fôrma do jeito certo.
      Boa sorte!
      Beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *