Agenda de ano novo

Olavo Bilac escreveu, sobre…
O tempo

Sou o Tempo que passa, que passa,
Sem princípio, sem fim, sem medida!
Vou levando a Ventura e a Desgraça,
Vou levando as vaidades da Vida!

A correr, de segundo em segundo,
Vou formando os minutos que correm . . .
Formo as horas que passam no mundo,
Formo os anos que nascem e morrem.

Ninguém pode evitar os meus danos . . .
Vou correndo sereno e constante:
Desse modo, de cem em cem anos
Formo um século, e passo adiante.

Trabalhai, porque a vida é pequena,
E não há para o Tempo demoras!
Não gasteis os minutos sem pena!
Não façais pouco caso das horas!

Foi Einstein quem nos mostrou a “Teoria da Relatividade”.
Mas já parou pra pensar nisso, de forma prática e simplificada?
Que o tempo, independente de teorias comprovadas por fórmulas da Física, pode ser relativo?
Em 1 ano, por exemplo, quanto pode ser feito, apesar de parecer um período curto!:
Você pode emagrecer 10 Kg.
Apaixonar-se.
Desapaixonar-se.
Enfrentar alguma perda:
Camuflagem: Maizena no edredom
Fazer novas amizades…

Completar sua primeira meia maratona.

Despedir um filho para o exterior…
Despedida no Galeão
(Então, nesse caso, o tempo a princípio parece arrastar-se, amorrinhando…)
Aprender uma língua estrangeira.
Conhecer uma nova cultura.
Cometer muitos erros.
Acertar, às vezes.
Aprender com os erros.
Sobreviver ao “fim do mundo”.
Então, quando se apercebe, o ano chegou ao fim.
O filho que foi, voltou.

E trouxe junto, experiências que não cabem na mala.

A passagem de ano é apenas uma mudança de calendário, a não ser, que aproveitemos a data pra pensar no que fizemos e o que faremos com o tempo. Erros e acertos, tudo deve ser pesado. “Se chorei, ou se sorri o importante”… é que experiências vivi.

Obrigada pela companhia virtual, nesse ano que finda.

Cortar o tempo

Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.
Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão.
Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos.
Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente.
(Carlos Drumond de Andrade)

Feliz 2013!

You may also like

34 Comentários

  1. Puxa q ano bom!! Tbém emagreci 11 kg, descobri, depois de 3 anos de sofrimento q sou intolerante a lactose, foi a melhor descoberta do ano, desinchei, emagreci e a minha qualidade de vida melhorou! Agora faço pilates, ando de bike….só não corro como vc, porque, confesso, não curto mto correr…rsrsrs…mas meu pai, 64 anos, corre, a última corrida dele foi a Volta da Pampulha…e domingo agora será a Corrida de reis, Cbá-MT….vc vai chegar lá, assim como ele, cheia de gás!!! Beijos e feliz 2013!!

    1. Que bom, Jane!
      O melhor disso é melhorar a confiança e autoestima.
      Se não “curte” correr, não há problema. O negócio é encontrar uma atividade física que lhe dê prazer.
      Fiz pilates um tempo mas, apesar de gostar, preciso de algo mais agitado. rs
      Feliz ano novo!
      Beijo!

  2. e foi muito bom ter acompanhado todas essas emoções, de longe, meio escondidinha, mas muito feliz de ter achado um blog tão gostoso de acompanhar! feliz Ano Novo!!! um abraço

  3. Laély, fiquei emocionada com esse beijo tão gostoso de filho e mãe.Você deve estar radiante e não é para menos.Que bom, estamos felizes aqui e felizes por você.Beijos e que venha 2013!

    1. Realmente, esse fim de ano foi muito bom, na companhia da família e dos amigos mais chegados, agradecendo pelo ano que se foi e fazendo planos para o que se inicia.
      Beijo!
      Feliz 2013!

  4. Laély, que retrospectiva emocionante, singela e encantadora!!!
    Espero que teu 2013 seja abençoado e muito especial, que tu continues buscando e realizando teus sonhos e metas!!!

    Teus post me inspiraram e me ensinaram muitas coisas importantes em 2012! Foi um prazer descobri-lo e te conhecer um pouquinho através dele!

    Um beijo grande!

  5. Belo post, Laely. Acho que a vida só tem sentido quando a gente tem o cuidado de de vez em quando parar, olhar para trás, em volta e traçar o que vem pela frente. E complementar com uma perguntinha de Caetano: existirmos, a que será que se destina?
    Um bom ano nos acompanhando virtualmente.
    BJô

  6. Oi, Laely

    Que delicadeza a sua reflexão. Fruto de um ano muito intenso e de uma alegria sem fim com a chegada de seu filho né? lembro de um comentário meu em uma de suas fotos, lá no início do ano, que elogiava suas fotos, sua roupa e seu sorriso e tb disse que devia sorrir mais, que ficava bonita! Que sorriso lindo esse seu com seu filho! assim no chão, sentada, bonita demais! Feliz Ano Novo querida!

    1. Pois, é, Tati!
      Eu ouço conselhos mas, sorrir com razão pra sorrir, é bem melhor, mais espontâneo, né?
      Obrigada pela companhia virtual, ao longo desse ano.
      Feliz 2013!

  7. Oi Laély, que ano intenso!!! Mas este post resume muito bem tudo que vemos aos pouquinhos acompanhando o seu blog. Lembro que o primeiro comentário que postei aqui falava exatamente deste seu jeito camaleoa de ser, mesmo com uma profissão que exige tanto das pessoas consegue ter um lado cultural super legal, como os saraus em sua casa, os filmes feitos pelos filhotes, este ano a dieta, corridas, etc. Sem falsa rasgação de seda te acho uma daquelas pessoas que inspiram a gente a ser e fazer muito mais para fazer a diferença sem que isso signifique sofrimento e renúncias em excesso, o que só nos traz stress. Este ano também entrei no mundo das corridas e agora não saio mais e quem sabe na minha retrospectiva de 2013 possa comemorar meus 10 quilos perdidos também? Grande abraço e um 2013 fantástico para você e sua família!!!

    1. Pois, é, Carla. Tenho acompanhado sua paixão pela corrida. É algo que vicia, mesmo, no bom sentido.
      Um ano de muitas vitórias, pra você. E, como aprendemos na corrida, o importante é nos superar.
      Obrigada pelo carinho. Vocês me inspiram!
      Beijo!

  8. Oi La,
    Sem dúvida foi um ano muito bom, cheio de mudanças, de amadurecimento e de crescimento! Perfeito o texto de Drumond, o ano passado postei este mesmo texto no meu face, adoro!!!Voce como sempre doce com as palavras e minuciosa nas receitas…(rs)
    Bjs Flor, curta seu filho, sua familia agora completa!!!!
    Leila

    1. Obrigada, Leila.
      Hoje li um poema, do Olavo Bilac, que tem a ver com o assunto:
      O tempo

      Sou o Tempo que passa, que passa,
      Sem princípio, sem fim, sem medida!
      Vou levando a Ventura e a Desgraça,
      Vou levando as vaidades da Vida!

      A correr, de segundo em segundo,
      Vou formando os minutos que correm . . .
      Formo as horas que passam no mundo,
      Formo os anos que nascem e morrem.

      Ninguém pode evitar os meus danos . . .
      Vou correndo sereno e constante:
      Desse modo, de cem em cem anos
      Formo um século, e passo adiante.

      Trabalhai, porque a vida é pequena,
      E não há para o Tempo demoras!
      Não gasteis os minutos sem pena!
      Não façais pouco caso das horas!

      Beijo!
      Feliz novo tempo!

  9. Nossa Senhora… tô colocando todas as minha expectativas nesse ano e vem vc com toda essa emoção e me derruba… me derruba com essas fotos lindas e esse amor imenso pela vida… obrigada por dividir essas coisas conosco… Um grande beijo e um ano maravilhoso pra vc!!!

  10. Oi Laély! Antes de tudo, gostaria de me apresentar =)

    Meu nome é Daniele, e já há quase um ano acompanho o seu blog. Foi minha mãe quem o encontrou, enquanto procurava sobre a cor azul turquesa, que é a que eu quero pintar uma das paredes do meu quarto. Chegamos aqui por acaso, e com certeza nos apaixonamos por esse cantinho tão aconchegante e inspirador que é o seu blog.

    Tanto eu como a minha mãe sempre visitamos o blog e saímos com um sorriso no rosto. Gostamos de acompanhar suas aventuras e o jeito mágico como você vê e encara a vida.

    Vou também confessar que me identifiquei muito com você pelo fato de você ser médica. Ainda sou estudante de Medicina e vai levar um bom tempo para que eu seja médica de fato, e sempre todos costumam dizer que não terei tempo para mais nada. Então, vir aqui no seu site e perceber que mesmo sendo médica você consegue levar uma vida equilibrada e maravilhosa, e inclusive postar sobre isso aqui no blog é um grande incentivo para mim e para a minha própria vida.

    Desejo que seu ano seja incrivelmente maravilhoso, e que tenha sempre boas receitas, histórias e pensamentos para dividir aqui com a gente =)

    Abraços,
    Dani

    1. Ô, Dani!…Quanto carinho, em palavras!
      Obrigada por comentar.
      Somos quase colegas, então!
      Claro que tudo na vida são fases e, como diz na Bíblia, há tempo pra tudo. Depende das suas prioridades. Se quer chegar num lugar, tem de focar e seguir em frente, apesar das dificuldades.
      Não tenho uma vida perfeita, mas acho que devemos aprender a apreciar o que ela nos oferece de bom.
      E o negócio é não parar de sonhar e fazer planos!
      Sucesso, nos seus sonhos!
      Um beijo pra você e sua mãe!

  11. Oi Laely, não tive como não ficar emocionada com esse post. Quando cheguei à foto do filho chegando eu não me contive, a emoção detonou. Belíssimo, belíssimo. Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *