Feitos pra ouvir!

Nunca tive a pretensão de ser crítica musical, mas indico aqui o que gosto de ouvir; apenas, uma opinião pessoal, que pode ser levada a sério, ou não.
O que tem tocado no meu radinho de pilha ultimamente são dois cantores e compositores nacionais.
Arnaldo Antunes sempre surpreende, estética e sonoramente.
Em 2010, comemorando 50 anos, convidou amigos e parentes para um show, ao vivo, num palco armado no teto de sua casa. A festa rendeu o cd e DVD “Lá em Casa”.
Gravado em dezembro do ano passado, o show Acústico MTV comemorou 30 anos de carreira do artista. Lançado em maio desse ano, contou com participações especiais e uma banda da pesada: Edgard Scandurra, Curumin, Marcelo Jeneci, Betão Aguiar e Chico Salem.

Como o palco montado no telhado de sua casa, esse, não foi menos original: giratório, como um carrossel, iluminação especial, cavalinhos e clima lúdico.

A maioria das músicas já é conhecida, tanto de trabalho solo anterior, quanto na voz de outros artistas, todas, composições de Arnaldo e parceiros( da época dos Titãs e Tribalistas). Mas há duas inéditas: Dentro de um Sonho” e “Ligado a Você”.

O show está em turnê pelo país e, sorte de quem puder acompanhar, ao vivo!

Outro mais recente, por quem me apaixonei:
A revista Rollng Stone considerou o disco de estreia de Marcelo Jeneci( cantor, compositor, acordeonista, pianista, guitarrista) “Feito pra Acabar” como um dos melhores de 2010.
O cantor Jeneci estreou há pouco, mas há mais de 10 anos tem carreira musical como instrumentista.
O pai dele, o pernambucano Manoel Jeneci, consertava eletrodomésticos e instrumentos musicais enquanto “Marcelo tocava piano e treinava nas sanfonas que os clientes do pai deixavam para consertar, mas não tinha seu próprio instrumento. O problema foi resolvido quando um dos habitués da oficina de seu Jeneci, Dominguinhos, resolveu presentear o menino com uma peça de sua coleção. Marcelo tirou passaporte e iniciou seu primeiro trabalho como músico profissional, com a sanfona do mestre, ao lado de Chico César, atualmente seu parceiro na faixa “Felicidade”, que, não por acaso, abre o primeiro disco do compositor.”

A doce voz feminina que acompanha Jeneci na maioria das músicas é da estudante de Psicologia, canto e violoncelo Laura Lievore. De timbre suave, quase infantil, Laura chega a lembrar Fernanda Takai.
Como definir o estilo de Marcelo Jeneci? Difícil.
As músicas são simples e gostosas como comida caseira, nem por isso, tediosas e pouco criativas. Não há graves, agudos, nem firulas que exaltem virtuosismo vocal dos intérpretes; o efeito colateral? Pode provocar desejo de acompanhar, cantando, todas as faixas, sem temer desafinos constrangedores.
Nota-se influência do pop-rock nacional, iê-iê-iê e até da música brega!
É o caso da quinta faixa, “Quarto de Dormir”: a música inicia em tom de Odair José e finda, com cara de rock progressivo do Pink Floyd. Uma das parcerias com Arnaldo Antunes.
Salada musical? Pode ser. Mas, salada boa!
O encarte do cd traz letras e ficha técnica escritas, cada uma, em cartões, como se fossem imagens de Polaroid: original e simpático.
Enfim, um disco para quem está apaixonado ou, querendo apaixonar, curtir.
A música “Pra Sonhar” foi composta para o casamento de Jeneci; ganhou clipe usando cenas reais, enviadas por casais do Brasil todo, inclusive, do próprio.
Pra sonhar…

Marcelo já tem o aval de artistas conhecidos, como Arnaldo Antunes, Chico César, Vanessa da Mata, Zélia Duncan…
Falta o seu…

You may also like

6 Comentários

  1. Tudo lindo. A música de Arnaldo Antunes “Lá em casa” é a música mais escutada aqui na minha casa… eheheh amo…
    e essa última ” Pra sonha”.. é de uma doçura só…… também tenho escutado….
    Beijos
    Telma

  2. Foi mostrando seu gosto pessoal Laély, que pude conhecer o trabalho de Marcelo Jeneci acompanhado da suave voz de Laura Lievore e que, assim como você, agora vivo ouvindo. Muito bom você ter apresentado eles. De Arnaldo Antunes já era fã. Beijos

  3. La, adoro descobertas ( e redescobertas) musicais… Amo AA desde os trmpos de Titãs, e até mesmo eles eu descobri por acaso e apaixonei, pois cresci ouvindo sertanejo e musica regionalista! Ele foi grata surpresa com sua poesia maxima!!!
    Agora, fiquei muito curiosa por Jeneci, viu!
    Quando chegar em casa vou escuta-lo e volto pra te contar… Adoro o som de um acordeon!
    No momento estou ouvindo direto Roberta Sá que tem uma voz suave e uma musicalidade surpreendente!

    Obrigada por compartilhar teus gostos musicais com tuas leitoras!

    Uma ótima semana!

  4. Inacreditavelmente, estou ouvindo o Marcelo Jeneci, qd me deparei c/ seu post s/ ele…………
    O conheci através de outro blog, e logo assim me apaixonei por suas musicas………. Amei saber um pouco mais sobre ele!

    Bjs!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *