Reunindo a família

No último fim de semana foi aniversário da minha mãe. É bom poder comemorar essa data juntas, pois uma grande distância geográfica nos separa, a maior parte do tempo(ela mora em Belém e costuma visitar-nos essa época do ano).

Na quarta ela se despede do ES mas, sempre que passa por aqui, deixa um rastro de benfeitorias, na casa e na alma da gente: costura roupas e lençóis rasgados, com paciência de Jó( aliás, acho que mãe deve vir de fábrica com visão de super-homem, para enxergar o que a maioria não vê!), cuida, conversa, escuta, elogia, puxa a orelha, quando necessário…

Não sei se, em homenagem a ela, a chuva deu uma trégua; tempo suficiente, para animar uma almoço no quintal. Porque, dia ensolarado e ameno, não se pode desperdiçar!
Tarde sobre a mata
Montamos a mesa no quintal, à sombra mutante de um grande cipreste( a sombra muda de lugar, conforme a hora do dia).
O almoço foi simples e regional: frango no tucupi, arroz branco e farofa.
Porém, o mais gostoso é poder bater papo com os amigos.
Aniversariante
Foto não-oficial:
Aniversário da mãe
Cores e flores, para completar o clima de descontração:
Cores e flores
As sobremesas são as minhas preferidas. E, a preferida das preferidas dela, é a torta de limão que faço!
Sobremesas
Misturei bolo fudge de chocolate, receita do Panelinha, e a tentação calórica ficou mais irresistível ainda( sem falar, no açaí do Pará)!
O cardápio não seguiu nenhuma combinação ou lógica, apenas, o “querer agradar a todos”!
Bolo fudge
Mas achei que laranja e marrom combinavam bem:
Capuchinha
Um descuido e minha torta teria queimado mas, consegui salvá-la a tempo!
Torta de limão
E a dupla do barulho:
Dupla tentação
Um presente a mais, além do dia ensolarado, foi a coincidência na floração da cerca viva de murta:
Murta florida e perfumada
O muro verde já alcança quase 3 m de altura e circunda toda a casa, abraçando-nos com seu delicado perfume, quando em flor.
Aproveitei, para deixar um buquê no lavabo:
Murta perfumada no lavabo
E foi assim que mais um dia terminou por aqui:
Entardecer
Quero pensar que, da próxima vez que minha mãe voltar, a família estará toda reunida, inclusive, com o Vinícius, “que está na Alemanha”…

You may also like

19 Comentários

  1. Ai… esse post me fez lembrar da minha mãe, que não está tão longe assim, moro no Rio e ela está no Espírito Santo.
    Tem um ano que moro aqui, morava do lado dela e como é bom o colo de mãe, a conversa jogada fora sentadinha na calçada, abraçada e ela me fazendo um cafuné…

    Esse post me trouxe o cheiro dela, cheira a amor, a bolo quentinho com café e colinho…

    Acompanho o seu blog a muito tempo, e hoje tenho que lhe dizer…Obrigada!!!
    Obrigado por escrever tão bem e com uma porção enorme de alma e amor…

  2. Quanta beleza, perfume e delícias juntas num só post! Cheio de cor! Quase dá para sentir o perfume da murta aqui. Eu só tenho dois pés e quando florescem já perfumam tudo. Muito bonito tamém o cuidado mútuo de mãe e filha. Não consigo imaginar a saudade que deve ficar da mãe tão longe. Beijos na mãe lindona e prendada!

  3. Linda a reunião familiar, os quitutes de dar água na boca, e a felicidade estampada no semblante da aniversariante me fez voltar no tempo. Desejo sinceramente que por muitos anos possam reunir-se e comemorar o aniversário da mãe, sogra, avó e amiga.
    Beijos,
    Beth.

  4. Ter uma mãe às antigas, nos dias de hoje é um privilégio. Mãe que vem e cuida, faz, arruma, ajuda e não se intromete…privilégio para poucos. Já não tenho mais a minha por aqui. Aproveite e esteja com ela o máximo que puder.
    Bjos

  5. Ô, Laély, estar junto da minha é um carinho direto no coração! Não moro super longe da minha, mas o trânsito de SP limita um pouco nossos encontros. Sentar-se à mesa para uma conversinha é uma alegria sem igual. Beijo e um ótimo dia pra vc, Helka

  6. Hahaha, adorei o finalzinho… “que está na Alemanha”, rsrs. Imagina se vc começa aqui o mesmo “sucesso” da Luiza! ;-)))

    Tudo muito lindo, cheio de carinho e bom gosto. Parabéns!

  7. Lá, cardapio nenhum vai fazer diferenca quando estamos com pessoas queridas, nao é ? Que delicia de reuniao ! Que bom matar saudade da familia …
    Amo essa torta de limao tb, já fiz varias vezes ..
    Beijo

  8. Oi Laely, não consigo passar um dia sem lhe visitar no blog, tão carinhosamente preparado. Esse post belíssimo me emocionou. Agora, 20h48 por aqui, penso que sua mãe já voltou pra Belém e imagino ela e todos vocês recebendo tantas vibrações de carinho de quem lhe acompanha no blog. Grande abraço, direto do Rio Grande do Norte.
    Anunciada

  9. linda e deliocada a sua comemoração, quem tem a mãe ainda por perto, masmo longe tem que aproveitar mesmo. a minha agora olha por mim lá de cima, sinto falta desses encontros…mas a vida é assim mesmo.
    achei uma graça o vinicius que ta na alemanha kkkk se a moda pega teremos um novo fenomeno na internet
    bjs laely

    ps desculpe as letras minusculas, é q um dos meus gatos destruiu o meu teclado, ser mãe de gato é sempre uma surpresa.

  10. Que lindo post, que ambiente e mesa linda, me emocionei. Mãe é tudo mesmo. Moro na mesma cidade que a minha, mas também já morei longe, quando morei aí em Vitória e Marataízes e em Itaocara – RJ. E mãe é assim mesmo chega na nossa casa e se tiver prato na pia lava, se tiver roupa rasgada conserta. Mãe é mãe.
    Bjs,

  11. Que delícia de encontro, Laély! Adoro estar com a minha família e nem sinto o tempo passar! Gosto muito de ver as fotos dos arredores da sua casa… me parece um lugar tão tranquilo e aconchegante! O verde me faz muito bem e você capricha nos mínimos detalhes, né? as flores em cim do bolo deram um toque especial a ele. Que linda cor! E a jarra no banheiro? E a outra em cima da mesa? É uma delícia trazer a natureza pra dentro de casa! Beijão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *