Ócio criativo

A gente corre e se cansa tanto no dia a dia, que deveria aprender com os gatos a explorar a preguiça de maneira criativa e respeitosa: no frio ou calor, conseguem escolher os melhores lugares para uma “siesta”. Se frio, o ideal é ao Sol. Se calor, sombra.
Hoje estou cansada demais para conversa; prefiro relaxar como eles.

Chuvisquinho é o mais folgado de todos e desbancou Pingo, no título de “Senhor das Camas da Casa”.
Chuvisco na cama
Chuvisco na cama
Parece bem à vontade, não?
Chuvisco na cama
À tarde, é comum flagrar os gatos aproveitando a fresca sob a murta.
Pingo até abriu exceção e permitiu dividir espaço com a Nina:
Dividindo a mesma sombra
“Se não pode combater um inimigo, una-se a ele!”
Preguiça
Nina
O Tinoco, apesar de amiguinho do Chuvisco, anda em fase de pura rebeldia: mesmo castrado, mantém-se arisco e selvagem, avesso a contato humano, motivo de sua ausência neste post.

You may also like

13 Comentários

  1. Esse Chuvisco!!!!Coitado do Pingo,era feliz e sabia!
    Acho os gatos,aliás os felinos,os animais mais interessantes!
    Se eu pudesse,também ficaria a sombra de uma árvore,ou como os da Stela,esparramados pelo chão,a procura de um refresco por que 50 graus,não dá merrrrrrmo!!

    bjs

  2. Eles são tão lindos… E felizes! Sua casa é um templo de alegrias para esses queridos anjos de 4 patas: o Hulk, Pingo, Nina, Tinoco e o mais novo das fofuras: o Chuvisco. Parabéns por todo esse seu amor aos pequeninos.

  3. Laély, como eles cresceram!!!!
    Está chovendo por aqui desde ontem a noite e imagine o que eles estão fazendo desde então???? Uma enorme soneca!!! Até o estômago começar a avisar que está vazio, rsrsrs
    Abraço

  4. Oi não consigo para de ler seu blog!!!!!!!!!!!E sempre lagrimas rolam, por que sou apaixonada por felinos, temos a mesma idade e os gatos sempre fizeram parti da minha vida, como minha infância foi em uma casa com quintal grande e muitos bichos (lá em casa parecia um mini zoo,bom meu apelido era marcia dos gatos) a 1º gatinha era Mimi, sempre que tinha cria era uma guerra, mas eu sempre ganha e fica um filhotinho, que sempre sumia.
    Bom o tempo passou e eu perdi esse contato com bichanos por vários motivos e em 2008 adotei uma gatinha linda e a batizei de Mouschy em homenagem a Anne Frank e logo depois veio a Amy tbm de doação, que lembra muito a canto Amy winehouse e a família vai aumentar.
    Bjos a você e toda a família

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *