O tempo não para…

Comentei esta semana, no Facebook, como este ano voou. 
Certamente o tempo para nós, adultos, passa numa velocidade diferente do que para as crianças. 
Tá looonge, mas ainda lembro: 1 ano demorava muito!…Aniversário, então: um século!
O meu menino mais novo está crescendo: hoje completa 12 anos. Percebo nele, não apenas mudanças físicas; comportamentais, principalmente. Aquele que não se importava em arrumar os cabelos antes de sair de casa, hoje me pede para comprar-lhe um pente. Também não usa boné, porque “amassa os cabelos”…
São as sutilezas da maturidade, afinal, ninguém dorme pequeno e acorda, já crescido.
E, se um ano na vida de uma criança significa muito, imaginem, dois!
Longe da festinha temática de 10 anos, dessa vez ele pediu-me “algo simples”, como no aniversário do irmão mais velho. Atendi. Comemoramos, no feriado:

Cantina italiano
Fazia um frio, como nunca vi em Santa Teresa nessa época! Mesmo assim, o aniversariante fez questão que a mesa fosse arrumada no quintal. Pelo menos, a chuva deu um tempo.
Eu mesma preparei a pizza: massa e molho. Minha preferida é a marguerita:
Margueritta
Encontrei copinhos de papelão e guardanapos decorados muito lindos, na Tok&Stok:
Aniversário 12 anos

Brigadeiros não poderiam faltar:

Brigadeiros
E o bolo foi bem chocolatoso, receita imperdível do Panelinha, indicação da amiga Ana Sinhana:
Bolo fudge
Bolo Fudge de Chocolate
Bolo Fudge
Hora de assoprar as velinhas:

12 anos

Partir o bolo…

Bolo fudge
Bolo fudge

Provar e aprovar:
Provando e aprovando
Ontem extrapolei todas as calorias permitidas, até o fim do ano! A nutricionista já havia me alertado: “bolo de aniversário pode. Mas só se for do seu!” 
Entenderam, né? Só ano que vem, então!
Não pude esperar tanto porque 1 ano, para uma criança como eu, é muuuito tempo!…
( Mas, no tempo que é hoje: “Tudo como dantes no quartel d’Abrantes!”)

You may also like

3 Comentários

  1. Depois que fiz essa sua receita de pizza ficou difícil comer outra. Apesar do trabalho de fazer em casa, vale o esforço. Já a fiz umas 4 vezes, inclusive para visitas, que também aprovaram. Valeu!

    1. Ah, legal, Marcinéia! Não é difícil, só dá um pouco mais de trabalho.
      A vantagem de se fazer em casa é que você pode escolher os melhores ingredientes para fazer uma pizza mais saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *