Corações apaixonados

“Se você pensa que meu coração é de papel…” 
No caso de Sérgio Reis, não. No meu, sim:
Vi esse trabalho no blog da loja virtual Etsy, The Storque. Achei uma graça.
Publiquei a ideia no Facebook, sem saber como fazer. Pedi “ajuda aos universitários”.
Como esse mundo virtual é pequeno, quem veio em meu socorro com o PAP foi a conterrânea Suelem Carolina.
A seguir o molde, em papel, dobrado e recortado:
Depois é saber encaixar, pacientemente:
Aqui, um vídeo ensinando a dobrar pequenos corações:
Apaixonei!


Atualizando:
Falando em coração, o meu bateu feliz, quando viu que o blog passou dos 2000 seguidores. Obrigada pelo prestígio, nesses mais de 2 anos juntos.
Leia Mais

Dias de sol e chuva

Continuando com os looks da semana, a partir da quarta:
ConferindoNeutra, "pero no mucho"
Tricô: acervo pessoal
Calça risca de giz: Shop 126
Bolsa: TNG
Oxford de salto: Jorge Bischoff
Óculos: Chilli Beans


Preto e cinza como base, azulão para não ficar sem graça:

Oxford
Detalhe do oxford, de couro e verniz, superconfortável:
Oxford de salto
Na quinta foi dia de folga; em dias assim, minha eleita é a bermuda, se o tempo permitir:
Bata e bermudaBata e bermuda
Bata: Dudalina
Bermuda com lantejoulas: ELLUS
Bolsa: Cantão
Rasteira: Uncle K


Quase repetindo um look da semana passada, dessa vez, com bata de linho e rasteira:
Bata e bermuda
No sábado, a preferência é por vestidos. 
A inspiração veio de longe…
Imagem: dAqui
GregaGrega
Vestido: Folic
Sandália: Luíza Barcelos


Há tempos evitava esse shape, discretamente drapeado e com balonê na barra, por causa do volume que agregava. Mas, com a dieta, estou ganhando mais confiança…
Cinto de elástico onça
Carteira trançada
Mas a estrela, mesmo, foi esta sandália:
Purpurina e dourado
Purpurina e dourado
No domingo, corri ao hospital com o filho mais novo( suspeitava-se de uma torção no testículo). Apenas um susto: antes do almoço já estávamos de volta e ele, bem.
Na hora de escolher, optei pelo que estava à mão: 
DomingoDomingo

Bata de linho: Dudalina
Bermuda vichy e oxford liberty: Richard’s
Bolsa jeans e camurça: Cantão


Hoje, mais um feriado municipal religioso, nesse nosso Estado “laico”. O plano é ficar de molho em casa, vestida de edredom: dia de chuva e muito frio…

Dia de chuva
Leia Mais

Para Zezé e Luciano

O “Astro” chegou ao fim, sem eu ter assistido ao menos um capítulo. 
Mas o fim que virou astro nos noticiários desta semana foi o da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano
Haveria possibilidade de final feliz para essa outra novela? 
A seguir, cenas do próximo capítulo, de: 
Fim de Festa“…
 
Rafinha Bastos, que está sendo processado pela família Camargo/Buaiz( Wanessa, o marido e, incluindo, o feto!), não perdeu a chance de se manisfestar:
“O triste não é a separação da dupla. O triste é a possibilidade de duas carreiras solos.”
( Dessa vez, tenho de concordar com ele!)

Estremecimentos até, separação, é coisa normal nesse meio. Mesmo, tratando-se de irmãos. Assim foi com Crystian&Ralf e Edson&Hudson. Parcerias para durar uma vida, como Pena Branca&Xavantinho, é coisa do passado…

Mas não os culpo. Não aguentaria nem 10 minutos. Imaginem os dois, 20 anos cantando juntos! Enjoa, né?…

Caso a previsão de Rafinha Bastos se concretize, não faltaria espaço na mídia para a ex-dupla:
Tão prolífico quanto a indústria sertaneja é o gospel. Ainda mais, o produzido por aqui! Esqueça o tradicional “Amazing Grace” porque, o que se denominou “música gospel” no Brasil fica bem longe disso! Na verdade, o mercado abraçou toda e qualquer manifestação musical “religiosa”, num ecumenismo de crenças, numa babel de ritmos. 
Não estou querendo dizer que um tipo é bom, outro, ruim, mas são estilos bem diferentes! Um tem identidade, berço, história. Outros são cuspidos a cada minuto nas rádios evangélicas, fazendo o maior sucesso! 
Zezé e Luciano, escutai: eis uma luz, no fim do túnel!

Apelando ao “santo Google” e, digitando: “como fazer música gospel”, deparamo-nos com vários links(sérios, outros, nem tanto) ensinando como. Também arrisquei alguns pitacos:
(Zezé&Luciano: anotai!)

1-Inicie as estrofes de maneira suave e conduza-as a um clímax, se possível, aumentando o tom e o som, permitindo ao intérprete demonstrar toda a sua extensão vocal. 
2-Algumas palavras e expressões não podem faltar, como: aleluia, glória, poder, milagre, unção, benção, vitória, altar, vento, chuva…
Para dar um ar mais “cult-religioso” à canção inclua palavras em hebraico, como: shekinah, Jeovah, shalom…
3-Repita, repita, repita…

Não sou especialista no assunto, nem quero aqui ferir susceptibilidades. Falo como uma evangélica que participa na igreja, especificamente, na área da música. Nesse assunto, assim como na hora de escolher perfume, cada um tem suas preferências.
Mas, seria apenas uma questão de gosto pessoal?
O que me parece é que, assim como na indústria do axé, pagode e sertanejo, o gospel foi sucateado e massificado: quem ouve um, ouve todos! As músicas são repetitivas, as letras vazias e a rima, pobre.

Zezé&Luciano: repensai! Não precisamos de mais números no mercado!

Vamos aprender com quem sabe, então.
Para relembrar, um filme dos tempos áureos de Whoopi Goldberg:
Vale, ainda, assistir a outro: “Resistindo às Tentações”, com Cuba Gooding Jr. e Beyouncé Knowles.
Elvis Presley, numa apresentação histórica, cantando “Paz no Vale”, aqui.
E, para quem não sabe, Bob Dylan compôs várias músicas gospel, recentemente reunidas no excelente “Gotta Serve Somebody-Gospel Songs of Bob Dylan”, interpretadas por cantores  do gênero.


Pensando bem, Zezé&Luciano: reconciliai-vos e, poupai-nos desse pecado musical!
Leia Mais

Levando susto!

Semana que vem, logo depois do “feriado dos mortos”, meu caçula faz 12 anos. 
Em cima da hora não dá para inventar muita coisa, mas já provei aqui, com uma festinha monstruosa( há exatos 2 anos!), que não é preciso muito para agradar.

Acho meio forçada essa história de importar tradições. Alguns chegam ao exagero de comemorar o “dia de ação de graças”, um feriado típico americano, nada a ver com a nossa história! Mas o Halloween vem se firmando, aos poucos, como “festinha cool entre os antenados”.
Aderindo ou não à ideia, encontrei um projeto fácil de fazer, que poderia encaixar-se muito bem numa “festa monstruosa”, por exemplo:

Halloweenmask

Halloweenmasks
Com tesoura, papel, cola e palito dá para fazer com as crianças, as caras mais monstruosas e divertidas!
Tutorial aqui, no Bloesem Kids! Mas quem deu a ideia, com todos os passos, foi a Teri Dimalanta, do Giddy Giddy.

Não satisfeita, achei estas bandeirolas em papel recortado para incrementar a festa, com PAP, aqui:
Um “búuuu!” no mau-humor!


Atualizando:
Mais ideias apareceram, via Facebook, àqueles que desejarem mergulhar de cabeça nesse tema:
Compartilhei essa ideia da Katia Bonfadini na minha página no Facebook: aqui.
E a sugestão da Miria Birillo foi um link, do Paneloterapia:
Obrigada às duas, e àqueles que prestigiarem nossa página por lá!
Leia Mais

Aprendendo a lição

Especialistas recomendam que, para criar na criança o hábito de estudar deve-se estabelecer uma rotina, com horários e local apropriado.


O desafio para a húngara do blog Kicsi Ház foi criar dois locais de estudo diferenciados, usando materiais reciclados.
O resultado saiu na Éva Magazine, aqui e aqui: para meninos e meninas, respectivamente, comprovando que é possível criar um cantinho aconchegante, sem gastar muito.
Para o menino, uma mesa antiga foi toda reformada e recebeu um alegre tom de azul turquesa, com puxadores exclusivíssimos:

Bichinhos de plásticos serrados( o que pode nos parecer esquisito, para os meninos pode ser bem engraçado!) foram parar nas gavetas, papel decorado, no tampo da mesa…
As prateleiras ganharam porta-trecos( é só pregar a tampa de enroscar, na parte inferior):

konyhai polc másképp

Cestos plásticos viraram uma estante original:
caixotes de livros
Latinhas pintadas, porta-lápis…

decorativos da parede ou caneta

Para a menina, tons e sobretons de rosa:
As caixinhas de ovos coloridas guardam pequenos objetos.
Ganchos, numa placa de madeira, e vidros pintados, com alças de arame para pendurar:

cabide porta

Latas decoradas com renda:

caneta lacy

E esta foi pintada, depois coberta com renda, para então receber uma demão de tinta spray
( como num molde vazado):

Enfeite de caixas

Não são ideias lindas? Então, que tal estudar como colocá-las em prática?
Mais imagens, nos links acima.
Leia Mais