"Divinha donde…"

Há certas palavras que enchem a boca de cócegas, de tão gostosas de falar: pipoca, paquera, soneca, vintage, claraboia…

E claraboia, além de tudo, é chique demais: uma abertura no teto, que permite a passagem de luz natural e/ou ventilação.
Revendo meu arquivo de fotos percebi que havia deixado várias, da minha viagem ao Rio, para trás.
Proponho uma brincadeirinha de adivinhação, para os que conhecem a cidade. Àqueles que não a conhecem, vale a dica de passeio.
A seguir, algumas claraboias de edifícios históricos no centro do Rio. Adivinhem, se puderem…

Real Gabinete Português de Leitura-RJ

Entrar nesse edifício, faz-nos esquecer que estamos no século XXI e, em pleno centro da cidade: um silêncio ensurdecedor. A instituição foi fundada 1837( 15 anos após a proclamação da República), por um grupo de emigrantes portugueses.

Esta outra não exibe vitral tão rico quanto o anterior, mas a luz que adentra o prédio do início do século XX é muito agradável:
CCBB-RJ
Reformado há pouco, esse tradicional edifício conta com uma programação cultural variada, como: exposições, apresentações de teatro, cinema e música, visitas guiadas, além de ter biblioteca e restaurante.

Esta última claraboia fica num lugar movimentadíssimo! 
Cúpula da Confeitaria Colombo-RJ
Em estilo art nouveau, seu mezanino é local disputado e os corredores, no térreo, ficam abarrotados de turistas, ávidos por saborear os quitutes lá servidos.


Com tantas dicas, ficou fácil, não?


A primeira claraboia fica numa biblioteca, onde o mais ilustre dos poetas portugueses ilustra um ponto no teto:
Real Gabinete Português de Leitura
Entrar naquele salão, de pé direito tão alto, coberto por tantos livros, faz-nos sentir pequenos.
Real Gabinete Português de Leitura
Estou falando, do Real Gabinete Português de Leitura:

Real Gabinete Português de Leitura-RJ

O segundo prédio é o Centro Cultural Banco do Brasil:


(Imagem: dAqui)

Vale a pena, estando no Rio, conferir a programação cultural do CCBB.

E a última dica é a tradicional confeitaria Colombo:
Colombo-RJ
Os corredores ficam sempre cheios:
Colombo-RJ
Impressionou-me, a altura desse armários de vidro:
Colombo-RJ
Na minha passagem pela cidade, encontro com duas queridas:
Encontro no Rio
Milena, recente mãe do Felipe, e Cecília, do Quilts são eternos.

O local do encontro foi mudado, na última hora, para uma confeitaria em frente à Colombo, mais tranquila àquela hora.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *