Cardápio de festival

O II Festival Cultural e Gastronômico de Santa Teresa dá os seus primeiros passos, mas já se firma como evento imperdível no calendário de festas da cidade. 
Organizadores( Prefeitura Municipal de ST, Marcos Leão, da Baobá Projetos, FAMES-Faculdade de Música do ES e Faculdade de Gastronomia Novo Milênio) e parceiros não mediram esforços, para garantir uma programação variada e de alto nível.


Sábado à noite fui prestigiar a apresentação do Fabiano Mayer, no palco da praça. Ao final, ficou aquele gostinho, de: “quero mais”.


Falando em gostinho, não dá para falar no festival sem mencionar a participação de alguns dos principais restaurantes da cidade. Um cardápio especial foi montado para incluir entrada, prato principal, sobremesa e, detalhe importante: preço único.


Nossa saída limitou-se ao almoço de domingo( no feirado, os restaurantes estavam lotados!).
Já mencionei o Café Haus várias vezes aqui, por um pacote de bons motivos: Comida saborosa, atendimento personalizado, apresentação impecável dos pratos, ambiente acolhedor, além do casal simpático, Carlos e Kamila, proprietários do restaurante e nossos amigos.
Hoje mostrarei apenas alguns detalhes, mas vale um passeio pelo restaurante, aqui.


A entrada acolhedora, sempre florida:

Café Haus, Santa Teresa
Café Haus, Santa Teresa
Café Haus, Santa Teresa
É a própria Kamila, apaixonada por decoração, que escolhe os detalhes da arrumação do salão:
Café Haus, Santa Teresa
Café Haus, Santa Teresa
Diz-se, que: “beleza não põe mesa”, mas ainda bem, que o pessoal não leva esse ditado ao pé da letra.
Café Haus, Santa Teresa
E o cardápio para o festival, do Café Haus:
Entrada
Voul-au-vent recheado com cogumelo paris
(Nos últimos dias, devido ao movimento intenso, a entrada foi substituída pela bruschetta de tomate e mussarela de búfala)
Bruschetta de tomate, mussarela de búfala e erva doce
O que me surpreendeu nessa entrada simples, mas saborosa, foi o casamento nada convencional do tomate com a erva doce: mais que perfeito! Quero repetir: de novo, de novo!

Prato principal
Nhoque de Mandioquinha com ragu de linguiça
ou
Filé ao molho de café, com legumes caramelizados ao forno( nossa opção, já que não comemos porco):
Filé ao Molho de Café com legumes caramelizados ao forno
Após saborear esse prato, comentei com a Kamila que havia esquecido o quanto a batata doce era saborosa. Preparada daquela forma, então, ficou estupenda!:
Fatias de batata inglesa, batata doce, cenoura, pétalas de cebolas, alho inteiro, ervas( alecrim, tomilho e erva doce), regados com azeite e,  finalizando, uma camada de açúcar mascavo por cima: são levados a assar no forno baixo, até ficarem macios e caramelizados.

E a hora mais esperada, ao menos pra mim:
A sobremesa
CupCake de abóbora com ganache de chocolate branco
Cupcake de abóbora com ganache de chocolate branco e limão siciliano


Não gosto muito de coberturas de bolo, principalmente, aquelas à base de açúcar e manteiga. Mas esse ganache me surpreendeu: é leve, perfumado, nada enjoativo! Comi tudo e ainda lambi os beiços!
O bolinho ficou macio e úmido: uma delícia!
CupCake de abóbora com ganache de chocolate branco
Como conheço a Kamila há anos, tomei a liberdade de lhe pedir a receita. Ao que ela me atendeu, prontamente.
Então, com exclusividade para os leitores do Sala da La, um cupcake com ganache de chocolate branco para mergulhar sem medo e,  na descrição da própria chef Kamila:
Cupcake de abóbora com ganache de chocolate branco
Ei Laély,

A receita é muito fácil!
Massa do Cup Cake
4 ovos/
150 gramas de manteiga/
2 xícaras de açúcar/
2 xícaras de trigo/
2 xícaras de abóbora cozida/
1 colher de pó royal/
1 colher de cafezinho de bicarbonato/

Sugiro cozinhar a abóbora no forno, assim, fica mais sequinha: corte a abóbora em pedaços e forre cada pedaço com papel alumínio. Coloque no
forno. Estará pronto, quando estiver bem macia e sem líquido no tabuleiro.

Passo essa abóbora cozida numa peneira de trama bem fininha, para não ficar "fiapos" da abóbora.

Bata as claras em neve e reserve.
Bata as gemas com a manteiga até esbranquiçar, acrescente o açúcar, depois a abóbora e, finalmente, o trigo.
Acrescentar as claras, o fermento e o bicarbonato na massa, usando o fuê.
Assar em forno pré aquecido a 180C( eu já assei direto, dentro das canequinha de café) 

Ganache de Chocolate Branco com Limão Siciliano
100ml de creme de leite
200 gr de chocolate branco
Suco de limão siciliano
(a gosto, quem gosta um pouco mais acido capricha no limão, que é o meu caso)

Derreter o chocolate em banho Maria ou, no microondas, acrescentar o creme de
leite.

Depois de assados e frios faça um círculo no centro do cupcakes, retire a
tampinha e recheie com ganache.

Para a cobertura do cup cake, acrescente o chantily batido ao ganache, assim, o
ganache fica mais leve e menos doce.

Obrigada à Kamila pelo desprendimento. 
Eu vou arriscar…

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *