Siesta de gatos

Ando sumida porque ando correndo.
O mesmo não se pode dizer da família felina, que só corre em caso de “emergências”, como caçar passarinho e lagartixa ou, quando ouve o barulho da ração caindo na tigela.
Os dois adolescentes de 7 meses estão cheios de energia!
Gatinhos e lentes de câmera nasceram um para o outro. Não canso de clicá-los, fazendo o que mais gostam: nada!

Pretinho

Nesses dias de clima mais ameno, hacer una siesta ao Sol, na calçada em frente à casa é programa disputado:
Irmãos
Pretinho
“Filhos de peixe…”
Nina
Parece que ela não gostou da invasão de privacidade.

Pingo, como era de se esperar de um nobre, mantém-se longe da “gatalha, gatalha”! Prefere mil vezes a companhia dos humanos da casa, a seus pares felinos:
 Chamego
Com a Nina nutre verdadeira relação de amor e ódio, coisa normal entre irmãos. Mas há momentos em que esquece as rixas, depõe as armas e até faz um carinho:
Chamego
Hoje pela manhã ele desceu da cama para, instantaneamente, voltar a dormir no chão do corredor, por um motivo que só gato explica…
Lembrei de uma música que costumava cantar, quando pequena:
Meu raio de Sol
Ao Sol se enrola e vai cochilar…
Meu raio de Sol
Não teme nem mesmo se vou o enxotar…
Meu raio de Sol
Pois sabe que Deus o protege, aqui…
Meu raio de Sol
Gatinho, gatinho: Deus cuida de ti!

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *