Promoção relâmpago!

Hoje pela manhã meu caçula chamou-me à varanda, para ver o Sol dissipando a neblina sobre a mata. Ele acha qualquer manifestação do frio, algo fantástico! Até repreendeu-me, por ter demorado a trazer a máquina, e registrar um evento que ele considera raro:

Manhã de outono

Na verdade eu acordara mais cedo que ele e, pela janela do banheiro, vira a mata escondida sob o manto branco.

Escondida também estive nos últimos dias, mas a culpa não foi da neblina na serra: comprometi-me a ajudar na confecção de lembrancinhas para o dia das mães, na igrejinha onde congregamos. Dividi o trabalho com uma amiga e até o filho do meio, mesmo adoentado, colaborou.
Foi uma correria pra dar conta, mas o resultado agradou:
Caderno de receitas
A ideia era fazer um simples caderninho de receitas, com capa de tecido.
Caderno de receitas
Imprimimos algumas receitas daqui do blog para inaugurá-lo:
Caderno de receitas
Alguém poderia dizer que isso é coisa do passado, diante da atual facilidade de encontrar boas receitas na internet. Mas, sabe aquela receitinha de mãe, aquela dica, passada de geração a geração, que não encontramos no Google? Com certeza deveriam ser registradas!

Faz algum tempo escrevi sobre a possível origem da minha paixão por pães: a culpa deve ser dela, minha mãe, e dos cheirosos pãozinhos de canela que fazia para nós, quando ainda éramos pequenos. Ela também usava um caderninho de receitas.

Então, só como brincadeirinha de “dia das mães”, proponho aqui um desafio que deve ser respondido nos comentários deste post:

Qual comidinha de mãe é inesquecível pra você?

Apenas como incentivo, sortearei um dos cadernos de receitas, mostrado logo acima, entre os que responderem à pergunta. 
-Só vale uma participação por pessoa, porque, como diz o ditado: “mãe, só tem uma!”
-Se você não tem blog deve deixar nome e sobrenome, e-mail de contato, cidade e estado de origem.
-Para residentes no país.

Já que falamos nelas, duas respeitáveis representantes: 
Mãe minha e mãe Nina
Mãe Nina, no colo de mãe minha.

( Foto tirada, quando minha mãe esteve por aqui, início do ano. Nina estava no pós-operatório imediato de uma castração.)

E como também sou mãe coruja, os filhotes mais fofos e peraltas do mundo:
Duplinha dinâmica
Corra para participar, pois a promoção é relâmpago: só até terça-feira, dia 10 de maio!

Quer fazer um caderninho para você e/ou a sua mãe?
Aqui tem um PAP explicadinho.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *