Cordel Encantado

Hoje, cometi algumas pequenas infrações:
-Não saí para a caminhada vespertina com o Hulk;
-Consequentemente, fiquei sem queimar algumas calorias;
-E tudo isso, por um motivo “fútil”!
Enquanto o Hulk ficava a “ver navios”, eu ficava plantada em frente à TV, só para ver:

As chamadas antecipavam o que seria uma superprodução. 
“Cordel” encantou-me!
Cenários de “cair o queixo”, tomadas cinematográficas, figurinos caprichadíssimos!
Mistura de contos de fadas com literatura de cordel, passa-se em tempo indefinido. “Licença poética”, que permite alguns absurdos. 
A rainha interpretada por Berta Loran, por exemplo, foi curiosamente caracterizada: usa vestes nobres, próprias da corte europeia do século XVIII, porém, com óculos modernosos. 

Uma boa surpresa foi o retorno de Débora Bloch&Luiz Fernando Guimarães às novelas. 
Parceiros, desde a época da extinta TV Pirata e amigos na vida real, a dupla de vilões de Cordel já provou ter carisma. E charme:
Para a sofisticada condessa Úrsula: chapéus, casquetes e tiaras na cabeça; cores sóbrias, escuras nos vestidos, muita renda, bordados, brilhos e para arrematar, joias, muitas joias!…

Até o núcleo de cangaceiros saiu-se digno de passarela.
Duvidam? 
Afinal, “moda não é coisa de homi do sertão, num sabe?”
Reparem, então, nas tachinhas aplicadas à manga do casaco de couro do Capitão Herculano:
-Ficou “pai d’égua”, Sr. rei do cangaço!

E a mocinha da história( na verdade, a filha desaparecida do rei de Seráfia do Norte) tem tudo para lançar moda:
A doce Açucena usa saias e vestidos longos, sempre artesanais. 
A saia mostrada acima, toda em renda, é uma verdadeira loucura!
Já surgiu com uma, de patchwork e o vestido de noivado promete…

Mas, isso é tudo ficção! Desconhecemos exemplos  de tendências noveleiras que tenham extrapolado para a vida real, certo?…

A abertura da novela, toda em xilogravuras é outro encanto!

Ponto, também, para a música-tema: de Gilberto Gil, com participação especial de Roberta Sá.

Enfim, apesar de não ser uma noveleira disciplinada: nota 10, para Cordel Encantado! Espera-se: que siga, mantendo o mesmo ritmo e nível do capítulo de estreia.

Falando nisso, sabem como são feitas as xilogravuras?
Ficheiro:Woodct early.demo.jpg
Xilogravuras do século XVI. Fonte: Wikipedia

É uma técnica bastante antiga, provavelmente de origem chinesa. Difundiu-se na Idade Média. 
De maneira muito resumida, a xilogravura é estampada com um carimbo em alto relevo, esculpindo-se o desenho numa matriz de madeira.

As xilogravuras tornaram-se bastante populares no Nordeste: 
Ilustram literatura de cordel: encontrada em feiras populares do Nordeste, contando histórias em forma de versos e rimas. 
Ganhou esse nome, pois os livrinhos são expostos em varais, pendurados num cordão: 

(Imagem, dAqui)

O Nordeste inspira.
Marcelo Rosenbaum criou uma linha de móveis, a Caruaru. Com armários:
Arcas:

Cadeiras:


Cadeira Pá

Luminária:

E mais, aqui!

Quanto ao Hulk e à minha contagem de calorias, vou ter que programar as caminhadas para antes da novela.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *