Presentes da natureza

Há poucos dias, dando um giro pelo quintal após uma semana de chuva, encontrei boas surpresas. 

DSC03298

O outono começou prometendo mais chuva. 
Algumas regiões do ES sofreram estragos causados pelas “águas de março fechando o verão, mas aqui em Santa Teresa ela é necessária e bem-vinda.
DSC03320
Durante a “blitz” descobri uma “construção” não autorizada, bem no meio da minha horta:
DSC03287
E a engenheira nem se importou com a fiscalização:
DSC03289
Fechamos um acordo: faço vista grossa para a teia contruída na moita de manjericão e em troca, a aracnídea me dá, em vez de uma, 8 “mãozinhas” para ajudar a controlar as pragas que costumam aparecer por ali.
Afinal, começamos a colher nossos primeiros tomatinhos orgânicos:
DSC03292
E vêm mais por aí…
DSC03286
Algumas flores enfeitam o caminho:
DSC03301
Nesta, o Criador parece ter jogado um balde de tinta:
DSC03306
A orquídea miúda no ipê:
DSC03311
DSC03307
Outra espécie, que também gosta da mesma árvore:
DSC03318
Os hibiscos são sempre tão exuberantes!
DSC03314
No meio da moita espinhenta, uma frutinha escultural:
DSC03322
O moranguinho silvestre é considerado praga, mas por aqui, no cantinho onde insistem em vingar, não incomodam a ninguém.
DSC03325
Uma flor tropical e um cachorro legal:

DSC03427

A ipomeia forma uma cortina, sobre a janela da sala de jantar:

DSC03423

Lanterninha japonesa, ou sininho:

DSC03412

E as lilases:

DSC03438
DSC03440

São detalhes que, se não soubermos apreciar no devido tempo, somem, assim como aparecem: Silenciosamente, sem estardalhaço.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *