Enquanto eles não crescem…

Último comentário político do menino mais novo:
“Mãe, não daria para criar o PFMS, Partido Farinha do Mesmo Saco? O Sarney seria o presidente e a gente poderia fazer um furo no fundo, até ele se esvaziar todo…”
Enquanto ele fantasia “salvar o Brasil de políticos oportunistas”, eu fantasio fazer uma parede como esta no quarto dele:
Talvez, fosse tarefa mais simples que a primeira…
Embarcou na minha fantasia?
Então, mãos e tintas à obra:
-Vai precisar de um fundo escuro(que pode ser pintado com a mesma tinta preta de lousa);
-Tinta acrílica branca( a mesma usada para pintar paredes);
-2 ou 3 esponjas retangulares( pincel, se preferir);
-Tinta acrílica fluorescente;
-Adesivos fluorescentes;
O PAP em inglês está aqui, mas, de uma maneira bem resumida: 
Os prédios são carimbados na parede com a esponja retangular, mergulhada na tinta branca
( testar antes num jornal para saber a quantidade certa de tinta, a fim de que o excesso absorvido pela esponja não escorra pela parede)
Depois de completamente seca, pode-se fazer um esponjado por cima do branco, com a tinta fluorescente.
“Carimbos de esponja” na forma de telhados podem cobrir os prédios.
Depois de seca a tinta, aplicar os adesivos.

Quanto à criação do novo partido, fica aí a sugestão…

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *