"Pufe suzani"

Zínias
Gosto muito da cor vermelha e laranja, mas detestava este pufe que ficava na minha sala:
Pufe "antes"
Toda vez que olhava pra ele, dava vontade de sumir( com ele!)!
Acontece que o filho do meio elegeu-o como “banquinho oficial para acompanhá-lo ao teclado”, como visto no post de ontem.
“Se não pode vencer o inimigo( o banquinho de chenile), una-se a ele”, concluí.
Com a ajuda da minha “mãe topa-tudo”, resolvi colocar em prática uma ideia há muito acariciada: mudar a cara feia do tal pufe.

Foi no
 de(couer)ação   que aprendi o nome desse bordado originário da Ásia Central, o “suzani”:
Aqui, aplicado em um pufe de pés palitos

“Tradicionalmente, este trabalho de bordado começa no nascimento de uma filha e continua, com a ajuda de familiares e amigos, até que o dote da noiva esteja completo.”
O bordado original é feito em seda, mas é possível encontrar em outros tecidos algo no estilo suzani, a preço bem mais acessível.
Há tempos comprei um grande lenço com aplicação tipo suzani. Achei-o tão bonito e colorido que pensei em estendê-lo na parede ou, fazer almofadas com ele.
Então juntei as oportunidades:
Presença da mãe+lenço tipo suzani+pufe horroroso de chenile=renovação!
Medimos o lenço no pufe e, na engenharia da mãe costureira, achou que daria para cobri-lo.
Costurada a capa foi minha vez de entrar em ação com a pistola Rocama. O instrumento é bem útil e já me ajudou a transformar as cadeiras da cozinha, lembram?
Aqui, a parte inferior do pufe, fixada com grampos do Rocama:
Fização com grampeador Rocama
E o pufe feioso ficou estiloso, assim:
Pufe "suzani"
Agora ele voltou ao seu cantinho habitual, fazendo jus ao “artista” que o usa com mais frequência:
Pufe "suzani"
Já que mostrei mais um trabalho de costura da minha mãe, esta outra toalha de plástico ganhou viés fofo aplicado por ela:
Toalha de plástico com viés de tecido
Toalha de plástico com viés de tecido
Toalha para o dia-a-dia; mas, quem disse que o dia-a-dia não pode ganhar mais doçura?…

You may also like

3 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *