Ó vida!…

Dando uma prova de vida apareço, esforçando-me, para não me render ao espírito da hiena dos meus tempos de criança. 
Depois de uma semana de chuvas e trovoadas emocionais, a tempestade maior ficou reservada para hoje, o dia de plantão, com as piores surpresas possíveis.
Mas, “sou brasileira e não desisto nunca!”

A Vivianne Pontes, em seu penúltimo post, menciona ter ouvido “Maxwell Gillingham-Ryan, do salve-salve Apartment Therapy dizer que devemos espalhar surpresas boas pela decoração”.
Resolvi então, levar minha “boa surpresa”, minha “alegriazinha do início do dia” para trabalhar junto comigo:
Antes de pegar a estrada hoje cedo, ganhei uma rosa com bilhete carinhoso, escrito pelo filho do meio:

Cartola enganou-se. Quem disse, que as rosas não falam?! 
Não falam, mas cantam:
“…Que não poderia ser mais doce, não poderia ser melhor,
Não poderia ser mais suave, não poderia ser mais bonito, 
Baby, que você é…”

“E a vida!
E a vida o que é?…
…Eu fico com a pureza
Da resposta das crianças
É a vida, é bonita
E é bonita..
.”

You may also like

22 Comentários

  1. Alo,Laely!
    Minha amiga…Acho que ando meio "manteiga derretida"…Quando voce mostrou o bilhete do teu filho,eu achei tudo tao bonito que os meus olhos se encheram de agua…
    Sabe,Laely, sao nestes preciosos momentos de ternura, no meio do nosso conturbado cotidiano, que nos faz sentir que tudo realmente vale a pena!
    Vale a pena amar sempre e sempre os nossos filhos…E fazer todo o nosso possivel e impossivel por eles…
    Como diz aquela antiga musica dos Beatles… "All we need is love"…

    Meu coracao de mae abraca o teu!

    Teresa

  2. Que linda declaração de amor do seu filho!
    Muitas vezes as pessoas com que convivemos não fazem essas pequenas gentilezas e muito menos escrevem cartões dizendo que ama a outra pessoa, julgando que essa outra pessoa já sabe disso. Achei o gesto, um presente que não tem preço.
    Parabéns pelo filho de ouro!
    Beijos

  3. Teresa, não quero ser "alma pequena". Quero fazer "valer a pena, tudo"!
    Aceito seu abraço, de coração! Às vezes nós, mesmos grandes, precisamos de colo. Retribuo-o!

    Carol, como diz a antiga música: "não poderia ser mais doce!"

  4. Tô amolecida com essa declaração de amor, com os olhos encharcados como os da Teresa. Em coro contigo aí, repito o refrão tentando cantar baixinho – e a vida, é bonita, e é bonita – e me sinto um pouco mais forte. Beijo

  5. Ivana, entre tantos motivos de orgulho, posso dizer que todos lá em casa falam e escrevem bem; é porque leem bem.

    Rosana, querida: mandei-lhe e-mail.

  6. E que mãe não se enternece com um menino desses?
    Adolescência não é fácil. Ainda mais porque tem os outros adolescentes, que continuarão agindo como adolescentes pela vida adiante e adoram maltratar e ferir suscetibilidades.
    Talves por isso a gente tenha esse instinto, de dar colo e alento até quando eles são maiores que nós…
    Bj grande, fica bem,
    Ana

  7. Laély,
    Pedimos colo, sim, pedimos força também porque muitas vezes perece que a carga fica pesada… outros ombros se somam na tarefa de carregar o peso conosco, mesmo de longe. Cada abraço aqui dedicado e aceito, alivia-nos de alguma forma.
    Lindo o gesto do filho do meio, trilhando o caminho dele, com o apoio de vocês, com o carinho que demonstra e com a nossa torcida aqui em algum lugar dessa imensa teia.
    Beijinho carinhoso, um abraço apertado, desses que nos balançar juntas com um "JoãoBobo", entre uma lágrima e um sorriso…
    Josi

  8. Chorei contigo…sei bem como bate nosso coração diante duma frase dessa, cheia de pormenores que você sabe quais são. Ultimamente minhas "falas" com as crias se dão através da escrita. E recebo cada coisa de volta que me deixam profundamente feliz e abalada. Beijocas, cuide-se!

  9. Laély,
    Um grande dia para vc!
    Fiquei emocionada com a sua postagem.
    Vc hoje já teve uma especial
    surpresa para o seu coração.
    A rosa, o bilhetinho, o envelope
    amarelo,amor repassado….
    Seu dia está ganho.
    O meu também…
    bj SONIA DE Sá do blog:
    quartosdebebebysoniadesa.blogspot.
    com

  10. Laély, que mãe não ficaria emocionada com um bilhete desses? Até nós que não somos “mães” do seu filho, ficamos por você, rsrsrs
    Adorei a escolha do vídeo da Irene Dunne. Ás vezes tenho uma estranha nostalgia de épocas que eu não vivi. Os clássicos muitas vezes nos mostram como a vida era vivida de forma mais graciosa, do que é hoje!
    Bjs e bom final de semana pra vc.

  11. Olá tõ chegando agora no teu blog. Amei, pois vejo que consegues reagir ao infortunios. Avida sempre é boa minha amiga, nós asvezes é que não a entendemos. Estou te seguindo.
    Abraços.

  12. Laély, qualquer que sejam os problemas, por mais que pareçam intermináveis, um dia eles acabam, servem para nos fortalecer, apesar de entendermos somente lá na frente.

  13. depois de me emocionar com a declaração do seu filhote e ler a "alegria" das meninas em lerem esse carinho, te parabenizo. Vc está criando um homem de verdade. Tenha a certeza que ele será um homem sensivel, carinhoso e humilde. Nós, mulheres temos esse papel importante, criar homens de VERDADE
    BEIJOS
    Parabens!!!

  14. A mensagem de seu filho é uma das coisas mais lindas que tenho visto ultimamente. Vc deve ser uma excelente mãe e ele um ótimo filho. Parabéns pela bela família q vc construiu.

  15. Esta é a resposta para a criação,que sirva de exemplo para muitas mães, bjs para vc seu filho enfim sua família linda.Bjs e Boas Vibrações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *