Um é bom, dois é melhor!

Fitzhugh Karolescultor, ceramista e marceneiro) e  Lyndsay Caleodesigner e ourives de joias) conheceram-se na Escola de Design de Rhode Island e, além do trabalho solo, tornaram-se parceiros, na vida e na empresa The Brooklyn Home Company, que desenvolve projetos de design de interiores.

Um de seus primeiros projetos foi a reforma radical deste antigo sobrado no Brooklyn, em Nova York, que se tornou residência e atelier do casal. A casa foi destaque inclusive, da Casa&Jardim deste mês:
Vigas de madeira, descobertas durante a reforma, foram preservadas.
O mezanino, no canto superior E, funciona como um simpático quarto de visitas: 
Cadeiras modernas Panton dão o contraponto à rusticidade da madeira. 
O térreo é um amplo e claro ambiente que conjuga sala de estar, jantar e cozinha.
Janelas de vidro ocupam praticamente todo o pé direito, facilitando a entrada de luz natural e a visão do jardim em volta.
O branco predomina, do assoalho de madeira pintado ao teto, lembrando a casa de um outro casal, mostrada aqui.

O banheiro térreo tem uma porta de correr, encontrada por Lindsay na fazenda da família de Fitzhugh:

fitzhugh5
Vidro, madeira e cerâmica predominam na casa dos designers:
fitzhugh15
Corredor iluminado:
fitzhugh9
Formas orgânicas:
fitzhugh10
Todos os trabalhos em marcenaria, incluindo a imensa mesa rústica da sala de jantar, os bancos de madeira maciça e as prateleiras na cozinha, o dossel da cama de casal e a estante da sala, que vai do chão ao teto, foram realizados por Fitzhugh.
Aqui, o quarto do casal:
fitzhugh11
A lareira é original da casa.

Mãos francesas de ferro apoiam as prateleiras da cozinha, que tem a vista privilegiada do jardim:
A bancada de madeira teve um recorte para embutir a coleção de facas.
A falta de espaço deste quarto foi compensada, adaptando-se arandelas sobre a cama, e abaixo dela, um armário:
Mais imagens e informações, na Casa&Jardim deste mês.
Outras fontes: 
Design*Sponge
               The Selby

You may also like

13 Comentários

  1. Laély, achei linda essa casa, a luminosidade é maravilhosa! Agora acredita que imaginei você sendo a dona dessa casa? Visualizei seus quadrinhos e tantos outros enfeites que alegram seu lar.

    Ah! Ganhei dois gatinhos bem pequenos em madeira da minha mãe que são iguais ou parecidos com alguns dos seus. Preciso de uma ideia de onde colocá-los.
    Beijos

  2. UAU!!!
    Essas fotos são de encher os olhos.
    Adoro cores,mas amo branco, branco,branco na decoração.
    Enfim,assim como torcida do flamengo,amo coisas lindas.
    Beijo,
    Ivanete

  3. Ai, que ambientes tão cleans! Perfeitos pra gente jogar aqui e ali uns quilts e almofadas beeeeem coloridas! Ah, amei a ideia das vigas de madeira. Tudo muito lindo!
    Beijão, La!
    Helena

  4. Amei essa casa, Lá! Ultimamente tenho gostado muito da mistura de branco com madeira rústica! A madeira "quebra" a simplicidade do branco e aquece o ambiente, reforçando a sensação de aconchego. Gostei demais dessa reforma! Tudo perfeito! Bjs!

  5. O que eu mais admiro nessa casa é a janela da cozinha.Meu sonho de consumo!!!
    Confesso que não sou fã de tudo muito branco,acho que causa um excesso de luminosidade,mas esse lugar é maravilhoso,a madeira se casa muito bem e aquela mesa???
    Outro sonho meu de consumo,madeira e cadeiras brancas…mas esse,já estou chegando lá.
    Bj,bj

  6. Carol, acho que meus quadrinhos não iriam combinar muito com o estilo dessa casa, tão grande, né?…rs
    Mas sabe que gostei muito de ler a matéria na revista? Lá, mostra um quadro da casa, com os dizeres: "We are so good, together!"(Juntos, somos muito bons!) Descobri também, que o casal, apesar de morar e trabalhar em cidade grande, vem de cidade menor, do campo, por isso fizeram questão de dar esse clima bucólico à casa, em pleno bairro de NY! A visão do jardim faz parte do andar térreo e amei a luz natural e as cores claras!
    Concordo com a Helena de que, umas colchas e almofadas de patchwork ou crochê coloridos trariam mais calor, mas a madeira se encarregou de dar aconchego.
    Moro num chalé onde não faltam janelas de vidro, inclusive sobre a pia da cozinha e, muita madeira, no forro e assoalho. A melhor coisa da casa, já disse isso outras vezes, é a visão da mata em volta: um privilégio, bem no meio da cidade!

  7. Que linndo e de babar mesmo, mas prefiro um pouco de cor.
    Postei uma camiseta que fiz com a inpiracao que tive na sua de passaros no fio.
    Depois passa la pra ver se aprova.
    Bjs…..

  8. Querida Laély, Já estava com saudades de ver através do seu blog e da sua sensibilidade tanta coisa linda. Guardada as devidas diferenças e proporções… minha história também é linda e digna de ser contada …sou casada com um artista que literalmente pinta e borda, inclusive agora está bordando uma linda toalha… é marceneiro faz coisas lindas… aqui em casa respiramos arte.É impressionante como sinto-me a vontade de falar com vc , parece que a conheço pessoalmente…continue visitando meu blog adoro seus comentários …ah minha mãe (Palmira) é sua fã… beijos Cecéu ( folhartblogspot.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *