Prenúncios da primavera

O mês de julho foi anormalmente quente. Só esta semana, uma frente fria passando pelo estado, fez-nos lembrar que ainda estamos em pleno inverno.
Mas ninguém contou isso à natureza. Algumas espécies parecem ter acordado antes do tempo, enquanto outras, aproveitam o restinho do clima ameno para dar seu show anual.
É o caso do ipê que, na maior parte do ano permanece calado, quietinho, na dele, sem chamar a atenção e, apenas nos meses mais frios, coloca sua roupa de gala. Então, não tem pra ninguém: ele reina absoluto no quesito beleza extravagante, desfazendo-se de todas as suas folhas e pipocando de flores!
Mas o espetáculo não dura muito. Árvore reclusa, em pouco tempo desfaz-se da fantasia, deita-a ao chão, para voltar à sua tradicional discrição, o resto do ano:
Chão florido
Temos alguns ipês no morro atrás da casa mas, nenhum tão exuberante quanto este, que pode ser admirado da nossa janela:

Ipê florido em frente à casa

As flores não se abrem, todas ao mesmo tempo: gradativamente a árvore se veste de um amarelo, cada dia mais intenso.

Ipê florido em frente à casa
Ipê florido em frente à casa

E a casa admira a árvore e da árvore, mira-se a casa:

Vista da casa
Vista da casa

No quintal, flagrantes de espécies que florescem apenas no frio, como esta azaleia:

Azaleia

Outros tons de rosa…

Prenúncios da primaveraPrenúncios da primavera

Esta escultura viva é um ananás que, de rosa tão intenso, suas folhas parecem formar uma flor espinhosa, mas na verdade elas estão escondidas, miúdas, como se podem notar pelos pontos roxos na base:

Ananás

Uma orquídea na árvore:

Orquídea

Mas o que seria das outras cores, se existessem apenas os tons de rosa?
A erva são joão sobe pela cerca e floresce, apenas na época de…São João:

Trepadeira na cerca

E as perfumadas e delicadas lavandas enfeitam a frente da casa:

Lavanda
Fiquei encantada com as pequenas flores que apareceram neste pé, ainda jovem, de pêra ou pêssego( marido não lembra o que plantou):
Prenúncios da primavera
E, se apertarem bem os olhinhos, perceberão uma formiguinha subindo pelo caule…
De repente, um monte delas subiu pelo meu pé:
Elas pegaram no pé!
Mas com estas não me importei, pois o chinelo não é de comer mas é um docinho:
Chinelo formiguinhas
Já que começamos a semana falando de Pato Fu e a terminamos, com frio e primavera, deixo uma das músicas do mais novo cd do grupo para que se deliciem neste fim de semana:

You may also like

17 Comentários

  1. eu tenho um ipê rosa lá em itu que, quando muito, dá umas três florzinhas…
    ano passado o vizinho até tirou uma foto e me mandou (eu vou pouco pra lá)

    o seu está lindo, como as demais flores!

    bj

  2. Alo,Laely!
    Que beleza este post enfeitado pelos exuberantes ipes! Nao sei se ja comentei antes, mas sou apaixonada por eles!
    E verdade…Eles passam quase todos os dias do ano na quietude da sua simplicidade vegetal… E chegando o seu tempo, de se despir de suas folhas, eles nos brindam com a sua surpreendente floracao! E uma alegria para qualquer alma humana poder se admirar de tamanha beleza!
    Aqui em casa, tambem temos o privilegio de tal contentamento… So que vindo do quintal do nosso vizinho! Acontece que justamente de uma das janelas de nossa sala, e possivel ter toda essa emocao…Quando o ipe amarelo floresce, ele enche o campo visual da janela, compondo um um maravilhoso quadro de uma paisagem admiravel! E o amarelo maravilhoso quase ofusca os nossos olhos! E um espetaculo imperdivel…Que se renova uma unica vez a cada ano!
    Mas fico tambem muito triste, quando observo tanta gente estressada, que passa tao rapido pelos caminhos da vida, sem sequer notar esse presente da natureza…E uma pena mesmo!
    E fico todo ano aqui pensando, que nao basta ter olhos para enxergar as belezas simples da vida, mas e preciso abrir mais a mente… E enxergar com os olhos do coracao!
    Meu abraco cheio de flores de ipe pra voce!
    Teresa

  3. Martinha, seja bem-vinda!
    Tem mais viagens, por aqui.

    Carol, o chinelo é da Missbella. Estou aguardando chegar o vestidinho, no memos tema. Não vou ficar um doce?!…rs

    Oi, Fátima!
    Os ipês são lentos. Talvez o seu ainda seja muito jovem para florir. A tendência é a cada ano aumentar, mas é demorado.

    Obrigada, Elô.
    Não gosto de formigas, mas a ideia é bem fofa, não é?

  4. Teresa, todo ano faço minhas apostas, para ver qual ficará melhor vestido. Mas eles preferem esconder o jogo e o fazer surpresa.
    Como já escreveu Exupéry: "só se vê bem com o coração"…
    Abraço e bom fim de semana!

  5. Ei posso falar?
    o que gostei mesmo foi das suas unhas vermelhas, amo amo amo essa cor nas mãos.
    ficou tão linda,aliás você sempre arrasa meu bem,por isso que te amo.
    sabe quando era crianã em casa tinha uma arvore dessas e costumava fazer uma cama amarela e deitava sobre ela olhando o céu e tentando adivinhar onde estaria qdo tivesse trinta,rsrs
    lindas imagens
    um final de semana feliz feliz feliz
    te amo

  6. Laély, tenho uma amiga que escreve lindamente que há muitos anos fez um texto pro jornal sobre os ipês floridos com o título "Não varram as calçadas". Foi um alívio saber que não era a única a admirar os tapetes de pétalas. Talvez o chão vestido com suas cores seja o jeito que os ipês encontraram para ficar um pouquinho mais com a gente, né? Vou mostrar o "antônimo" do teu ananás, nas mesmas cores… aguarde! Bom findi, bom descanso!

  7. La,

    Por cá estamos no Verão, mas um Verão também anormalmente muito quente e seco… segundo o que se consta, o mas quente dos últimos 80 anos!!! Anda tudo do avesso…

    Mas que lindas flores e que coloridas… Adoro!!! No meu AP, pelo facto de ter uma cobertura de dimensões consideráveis, posso dar-me ao luxo de ter algumas flores, que eu cuido com o maior dos cuidados e com muito amor!! Para mim, uma casa sem flores, é como um jardim sem plantas… é uma casa triste!!!

    Beijocas e bom fim-de-semana

    Cláudia

  8. Ei Laé ly,
    Quanta beleza, quanta delicadeza e quanta generosidade sua de nos presentear com belas imagens do seu quintal.Me encanta muito. Vi um belo ipê florido ai em Santa Teresa esta semana e lembrei de você na horinha, imaginei que você fosse falar dos ipês aqui no blog. Na hora pensei: podia encontrar aqui a Laély passeando pelas ruas com suas galochas coloridas e pedir um autografo e falar dos ipês e falar do frio…
    PS: E esses pezinhos aparecendo sorrateiramente com sapatinhos tão fofos …
    Abraço,
    Ivanete

  9. La,ipês me lembram as viagens e minha mãe os mostrando pela estrada,principalmente os roxos.
    É porque no meio de tanto verde,eles aparecem mais bonitos ainda.
    E a azaléia lembra a minha casa de infância,a do pato e do galo,rsrsrs
    Tinha muita coisa boa nessa casa,até uma parreira em pleno Rio de Janeiro.

    Bjs

  10. Oi Laély, lindo esse ipê florido e o tapete de flores que ele deixa no chão, como disse a Rosana, não varra o chão!Que vista privilegiada, que jardim florido o seu! Parabéns pelas belas fotos e pelo chinelinho charmoso! Bjs

  11. Querida Lá… creio que posso chamá-la assim, muito obrigada!! pelo generoso retorno, suas dicas foram muito importantes e encorajo-me a construir o meu blog…então estou muito feliz… nossa!!! o mundo virtual é muito real e que bom que existem pessoas lindas como vc…se puder visite o blog(PLEASE) folhartblogspot. ah!! adoro suas postagens…espero sua visita e comentários … Grata Célia

  12. Menina, que flores liiindas e fotos lindas! Que post mais colorido e inspirador! O lugar onde vc mora parece ser tão gostoso e tranquilo! E as lavandas? Amo lavandas, é meu aroma preferido e tenho vários óleos aromáticos que uso no difusor! Grande beijo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *