"Compãonheiros"

Foi em junho, nosso reencontro no sul. Na ocasião, fui recebida pela família como um deles. Voltei, quase uma gaúcha: mais um pouquinho e teria aderido ao chimarrão!…
Antes, ela enfrentara a distância, as dificuldades de uma viagem e as próprias limitações físicas para visitar esta amiga, até então virtual, aqui no sudeste.

Apesar do encontro rápido durante um almoço de família, Seu João(“pai emprestado” da amiga Rosana)não esqueceu o pequeno luxo que nutro há bastante tempo: minha preferência pelo pão caseiro.
Mandou, direto de sua máquina hiper-mega-blaster-moderna um pão especial, que esta “visita importante” saboreou num café da manhã.
Carinho que não se compra na padaria, não é mesmo? Mas, livros que ensinam como fazer pão, sim!

Pesquisando a sessão de culinária de uma livraria logo depois que voltei de viagem, encontrei um, específico para máquinas de pão.
E foi para o João que mandei o livro de pão, sendo intermediária a amiga, “filha” dele. Pelas mãos dela, foi parar nas mãos dele:

A Rosana, mestra em tocar meu coração com palavras, contou do entusiasmo desse “senhor dos pães” experimentando receitas do livro, como criança que acabara de ganhar brinquedo novo.

Lá rendeu pão, inspirado pelo presente da La daqui e esse presente, cheiroso e macio de lá, rendeu outra experiência por aqui:
Pão de maçã

Como a Cecília, professora de Português acrescentou, explicando a origem da palavra companheiro: “é aquele que divide o pão com outro”.
Então, aos meus companheiros queridos do sul, Rosana e João, divido esse meu pãozinho de maçã e canela, daqui.
Separados por muitas milhas mas, unidos pela mesma paixão.

Não foi a toa que o próprio Cristo encerrou Seu ministério dividindo o pão com os mais íntimos, Seus companheiros. Há significados nesse ato tão ordinário.

Divido também com vocês, companheiros de blog, esta receita, para que o “repartir o pão” se multiplique mais ainda por aí:

-Ingredientes para o Pão de maçã-
-3 x de leite morno;
-1 x de óleo;
-4 cs de açúcar;
-1/2 cs rasa de sal;
-2 cs rasas de fermento para pão( granulado seco);
-Farinha de trigo, até dar ponto( +/-700g de trigo).

Esta é uma variação da receita de pão de leite; o modo de fazer podem conferir no link, com direito a passo-a-passo e fotos, variando apenas, na hora de enrolar os pãezinhos:

-Depois de crescida a massa pela primeira vez, dividi-la em pedaços menores e fazer rolinhos com ela.
-Enrolar em espiral e, no centro, acomodar fatias finas de maçã, cozidas num pouqinho de acúcar e água.
-Polvilhar açúcar e canela, deixar crescer novamente mais 30′ e levar para assar em forno pré-aquecido, à 280°C, por cerca de 15-20′.

Bom apetite, companheiros e companheiras!

Rosana e João: esta é a minha forma de fazer “tin-tin”!

You may also like

11 Comentários

  1. Ah, minha doce companheira, esse banquete de afeto deu água nos olhos, afofou o coração, me faz sonhar em pegar o primeiro voo e ir tomar café da manhã aí no sudeste, com pão de maçã e um papo esticado por horas… Vamos torcer pela "sorte grande" (rs), mas a maior delas, seu João também sabe, é o nosso encontro, com efeito dominó, multiplicando-se em amores. Tim-tim a ele, a nós! Beijos derretidos!

  2. isso que é judiação,eu vir a essa hora ver esse pão,como durmo agora heim?
    tô pensando em fazer terapia,pois minhas paixões são muito fortes,rsrsrs
    adorei é claroné?
    beijos
    beijos
    beijos

  3. Eu faço pão sempre. Quando digo sempre, quero dizer que raramente comemos pão da padaria.

    E vou hoje fazer essa receita. Só que com queijo, que está mais à mão hoje que não tem maçã.

  4. Laély
    que delícia de pão pra se repartir!
    Aqui em casa temos um costume… marido faz pão todo fim de semana e fazemos um a mais e damos para um vizinho… sábado quem ganhou foi a Cris e o Gil, um pão redondo, quentinho e cheiroso. Coisa boa repartir com alegria, e receber um sorriso de volta!
    um beijinho e bom fim de semana!
    Josi

  5. O pão deve ser uma delícia,assim como a história de amizade e carinho entre vocês.
    Seria tão mais fácil,se praticássemos atos de carinho e troca sempre uns com os outros.
    É tão bom ter amigos especiais e queridos!!!
    O bom de pão aqui em casa é meu marido
    vou mostrar à ele a receita,
    bj e bom final de semana

  6. Lá, amizade é pedra preciosa…
    Não à toa, o grande Milton assim anunciou:
    "Amigo é coisa p/ se guardar debaixo de 7 chaves, dentro do coração…"
    Benditas sejam as suas amizades!
    Um beijo carinhoso da amiga seguidora (por assim me considerar),
    :)

  7. LAély, eu já tinha saboreado esta historinha no blog da Rosana Sperooto e agora a leio aqui. AMEI. Amo pão caseiro e adorei a história toda. Ah, nas minhas aulinhas de costura, aprendi a fazer esta maçã de retalhos, olha lá no blog.

    Que delíca fazer amizades assim, né? Parabçens pra vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *