"Sopa de letrinhas"

Logo no início do blog, um anônimo fez um comentário num dos meus posts, dizendo que eu não sabia escrever coisa nenhuma e ficava apenas repetindo clichês.

Falando-se em ditado popular, tentei colocar em prática, aquele: “se a vida lhe der um limão, faça dele uma limonada.”
Hoje admito que, ao menos em parte, o renomado-crítico-literário-sem-nome tinha razão: gosto de citações, ditados e (por que, não?) lugares-comuns.

“Águas passadas não movem moinhos” mas, lembrei do incidente desagradável( raro por aqui, graças a Deus!) porque “o que não mata, engorda”: usarei isso a meu favor para justificar a ausência dos últimos dias.
“Antes tarde, do que nunca”: sinto muito mas “foi sem querer, querendo!”

O que o anônimo não percebera é que também tenho tendências “maniqueístas”. N
ão perderia a chance de ganhar a simpatia alheia:
Juntei a “fome com a vontade de comer” e, entre tantas coisas bonitas mostradas por aqui vistas por “acolás”, assuntos como filhos, gato, cachorro, moda, casa, comida sempre caem nas graças dos que acompanham o blog. Misturei isso tudo, mais um monte de “clichês”, esperando ter material suficiente para fazer um post, vitaminado de coisas que amamos.
Como a “propaganda é a alma do negócio”, começo, “puxando a brasa pra minha sardinha:”

Filho pequeno curte a última semana de férias: aproveita pra ficar acordado até mais tarde e na cama, até o meio da manhã seguinte.
Ainda, arranja tempo e criatividade para inventar trocadilhos com personagens comunistas históricos. Veio me contar as novidades, passadas na sua fantasiosa cabecinha:

“O que Lenin disse, assustado, quando Trotsky jogou uma bombinha perto dele?
-Ouvi um stalin!”

“O que Stalin fazia ao telefone?
Passava um trotsky.”

“O que Stalin perguntou para Lenin, quando os dois viajavam de carro?
-Qual é a marx deste castro?”

“O que Stalin perguntou a Trotsky, quando este, lia um livro? -O que você está lenin?”

Dizem, que “água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.” O gato, sempre arisco às investidas do menino, tem cedido espaço e até, optado por dormir aos pés dele, na cama.
"Me leva pra casa..."
Provando que Pingo tem sido mais amigável…
Camaradas
Está em todas, esse gatinho!
O "entrão"
De gato-chiclete à sapato-chiclete:
Rosa Chiclete
Scarpin meia pata( mas não a do Pingo!): Dumond.

Esta semana estreei a bolsa de tecido encomendada à Cecília, do Quilts são Eternos:
Romântica...
Helena, filha dela, foi quem levou pra mim, por ocasião do nosso encontro, no sul.
Correndo contra o tempo, precisava arrumar a sala antes de receber alguns amigos do filho do meio, no aniversário dele.
Concordo que “a pressa é inimiga da perfeição” mas, nada como uma pressãozinha: mudanças, adiadas há meses, acabaram saindo em 2 dias!

Queria dar mais movimento à parede de pratos, na sala de jantar.
Para economizar tempo, porque “estava matando cachorro a grito”, reaproveitei os mesmos furos e apenas troquei alguns, de lugar. Outros mais chegaram, para aumentar a coleção:
Pratos
(Antecipadamente gostaria de me desculpar pela qualidade das fotos: a correria impediu-me de caprichar. Depois de terminadas as mudanças refarei algumas, com mais detalhes e iluminação melhor, porque a “pressa foi inimiga da perfeição.”)

o lustre da sala, sob outro ângulo:
Lustre colorido
Comprei um espelho na Tok&Stok, tipo veneziano e, várias vezes troquei-o de lugar, como “panela, procurando por sua tampa”.
Resolvi pendurá-lo na lateral do armário da sala, porque “quem não tem cão, caça com gato”:

Espelho e patch de papel de parede
Ganhei, numa loja de decoração onde costumo comprar, um mostruário de papel de parede. “Não eram assim nenhuma Brastemp”, como aqueles da coleção Marcelo Rosenbaum para Bobinex, mas a “cavalo dado não se olham os dentes”, certo?

Havia aplicado papel, no quarto do pequeno. Achei o processo tão trabalhoso que, desanimei, repeti-lo.

Precisava de um fundo que destacasse meu espelho mas não queria colar papel novamente, afinal, “gato escaldado tem medo até de água fria.”
Como a “necessidade faz o sapo pular”, arranjei uma forma mais simples( uma dica que vi em algum blog, mas não lembro qual):

Cortei tamanhos e cores diferentes de papel, grudei fita dupla face em toda a margem, fiz sobreposições, colando o papel e, logo, a lateral do armário ficou pronta para receber o espelho. Se, posteriormente resolver mudá-lo de lugar, é só desgrudar o papel da estante.

A cadeirinha simples, com as almofadas de matrioska feitas pela minha mãe, mereceria uma pintura de maior destaque.

Descobri, aqui em Santa Teresa, um lugar de cultivo de gérberas multicoloridas:Queria uma mesa alegre, para a janta de aniversário:Jantar de aniversário
Coloquei uma flor, em cada garrafinha de suco, azeite ou Coca-Cola.
Servi, como entrada: massa folhada, assada com tomate e queijo de cabra.
Depois, uma saladinha com massa e, pra fechar, uma sopa cremosa de mandioquinha.
Como expliquei anteriormente, meu menino do meio é vegetariano e havia me pedido para que não fizesse nenhum prato com carne.
Ele, pareceu-me satisfeito mas, 2 dos amigos dele, simplesmente não quiseram provar nada, além da entrada!
Paciência. Vai ver, não estavam famintos o suficiente. Já diziam, os antigos: “menino farto não é comedor” e, também, “para a fome não há pão duro.”

Mudei mais alguns detalhes na parede da sala, pendurando o espelho de fuxicos, trazido do RS:
Parede na sala
Home Sweet Home
O passarinho vintage, manteve-se no “cargo”…
Passarinho vintage
Ninguém em casa fuma, mas comprei 2 cinzeiros numa promoção e pendurei-os na parede:
Novos detalhes na parede
Em lojas de material de construção e/ou vidraçarias é possível comprar ganchos e adesivo de silicone: é só colar, atrás do objeto a pendurar.

Coloquei um espelho maior em cima da lareira e pendurei umas luzinhas, compradas numa loja japonesa, em SP:
Sobre a lareira
E o quadrinho Keep Calm, by dcoração, ganhou moldura de caixa e uma família oriental, morando na cobertura:
Família de kokeshis
Alguém, poderia perguntar:
“E o jantar, como foi?”

“Entre mortos e feridos”, o que consegui fotografar com calma foi o making off da sobremesa:
Montando o cenário....
Em xícaras para capuccino, montei um pavê de cupuaçu:
No fundo: pedacinhos de biscoito champagne, sabor chocolate, umidecido no soro de creme de leite.
Creme de cupuaçu.
Doce de cupuaçu.
Finalizando as camadas: mais um pouco de creme de cupuaçu, porque “quem não arrisca não petisca.”
Na hora de servir, polvilhei cacau em pó por cima desenhando uma estrelinha, com um molde que ganhei da Susi.
A colherzinha de lacinho acompanhou, com direito a tablete de chocolate ao leite:
Servindo a sobremesa
Alguém aí, torceu o nariz para a escolha da sobremesa?!
“Quem avisa, amigo é:”
“Quem desdenha, quer comprar…”

You may also like

41 Comentários

  1. Laély, você esqueceu de escrever pra o leitor anônimo um último dito popular: "não dá para agradar gregos e troianos". Adorei o post, a mesa ficou linda, o pingo é maravilhoso assim como o filhote! Os pratos de parede são um luxo, e agora vou parar com a "rasgação de seda" porque não tô achando mais adjetivos… Ah mas essa sua roupa tá uma tetéia, de babar e fazer bolhas de chiclete! Bjs

  2. KKKKKKKK adorei o senso de humor… o tal anônimo deve estar tendo espasmos agora, dada a overdose de provérbios e ditados populares.
    Menina, que felicidade, ver vc com a bolsa feita pela mamãe. Hoje ela finalmente conheceu a Rosana… depois vai contar num post.
    Beijão
    Helena

  3. isso sim é resposta de gente inteligente!
    amei seu texto, muito bem escrito, inteligente, divertido e informativo.
    gostei demais!!!!!!!!!!1
    parabens!!!!!!
    soraia cristina
    foz do iguaçu – pr

  4. Laély, de todos os post que leio em seu Blog… Esse mereçe Aplausos de Pé… Você Foi Fina e Altamente superior a esse ser inergumino que não que o que fazer e vem se incomodar com felicidade alheia..
    E como você tem Felicidade, tanto que exala e distribui para nós. Não deixe de fazer isso… não nos deixe sem sentir a sua felicidade, isso ao menos pra mim, enche meu coração de esperança. ^^

    E Pingo! lindo e fofo, saudades dele e do Labrador também!

    E que mesa fofa de aniversario!

    E nossa vocÊ me fez uma baita inveja, Pavê de cupuaçu, fruta da minha terra querida (Amazonas) que simplesmente não existem em Belo Horizonte… =/

    No Mais adorei seu Scarpin Chiclete *_* Lindo demais

    Beijos no coração

    Continue sempre nos alegrando, seu blog é um dos que mais me da motivo de continuar lutando pra um dia ter minha familia linda e Feliz como a sua.

    Suzan

  5. Laély, eu adoro seus posts e como comentei no dia da sua entrevista: " a gente nunca sabe o que nos aguarda no parágrafo seguinte". Adoro isso, gosto muito de surpresas e essas mistura de temas que você usa no blog, mas sempre com alguma conexão entre os assuntos. A ideia dos clichês foi ótima e o anônimo acabou te dando uma ideia legal. Amei a mesa decorada e fiquei um tempão reparando nos detalhes da sua casa: adoro esse relógio em forma de livros e a parede comos pratos é tão colorida e alegre, assim como o lustre, os vasos com flores, os quadros… tudo transmite um dinamismo contagiante! Por isso e muito mais, adoro ler seus posts e acho que o fato de você escrever bem é inquestionável! Fiquei curiosa pra ver mais fotos da festinha e adorei o pavê de cupuaçu servido na caneca! Um grande beijo e uma linda sexta-feira!

  6. Laély, como eu já disse aqui no blog outro dia, vc escreve muito bem, mesmo! A prova disso foi a criatividade com o post de hoje. Adorei! Não há problema em se usar "clichês", o difícil e fazer com que eles se encaixem bem em nossas frases, o que vc fez muito, muito bem. Continue escrevendo, pois nós adoramos ler o que vc escreve: há sempre criatividade, senso de humor e muita informação. Parabéns!
    Bjs, Simone

  7. Oi Laély
    Estava tudo lindo, mesmo com a pressa em arrumar tudinho para a festinha do seu filho!
    Adorei os pratos decorados e as luzinhas em volta do espelho!
    e a sobremesa, hummm deu água na boca sim senhora … Mas quer saber, o que gostei mais? da sua foto, de saia jeans camisa branca e bota preta, adorei o loock.
    Beijinhos Laély e até mais!
    Josi

  8. Lindo jantar e texto, realmente, como pessoas tem tempo de visitar blogs e escrever besteiras?, parabéns e continue assim, seu "anônimo" deve estar deliciando-se agora, quem sabe ele pede mais alguns, um abraço!

  9. Lá,

    Não li oque o tal anônimo escreveu, mas o que acho é que o blog é teu e vc escreve o que tiver vontade..É o seu diário e a gente entra aqui e comenta com a sua permissão..É como a Katia postou aí em cima: " a gente nunca sabe o que nos aguarda no parágrafo seguinte" e é exatamente isso que nos atrai até aqui..Esse seu jeito despretencioso de narrar suas "aventuras" domésticas nos faz viajar e nos faz querer arrumar mais nossa casa e nossa vida…O blog é acolhedor e é uma pena que alguém venha até aqui pra escrever bobagens pra te atingir.Vc é mais do isso e foi uma fofa da maneira que descreveu o ocorrido. Os incomodados que se mudem..

    E falando das fotos, fiz 43 anos na quarta e enchi a casa com vazinhos com gérberas..Elas são minhas flores favoritas e como duram!!! Comprei-as na terça e continuam viçosas!!! Amei a arrumação da tua mesa! Parabéns!!! bjs.

  10. Oi La,
    como dizia uma sábia professora que tive o prazer de ter como colega, o melhor jeito de ter a casa sempre arrumada e florida é dar muitas festas e receber muitas visitas!
    Adorei o pavê de cupuaçu na xícara (trouxe dois potes de geléia nessa última viagem e mais uns chocolates, únicos que achei no mercado, infelizmente!).
    Mas, mais importante de tudo, manda um abraço cordial de feliz aniversário pro filho do meio (que menino desse tamanho não curte muito nhenhenhém de "véia"… hahahaha).
    Bj,
    Ana

  11. Lá, a sua mesa ficou linda. Que cardápio, hein ?! Não sou nada vegetariana, mas me fartaria! Adorei os vasinhos da mesa e toda arrumação, incluisive as almofadinhas lindas da sala !

    Quanto ao anônimo: "quem desdenha, quer comprar" … isso é inveja, amiga, só ignorando !!! rsrs

    Beijo
    Patricia tedeschi

  12. Laély, vamos por partes:
    Eu ia fazer uma piada, mas já fizeram aí em cima! Adorei o post irônico e cheio de humor, eu ia dizer que o tal anônimo, deve estar "se roendo de raiva", ahahaha

    Esse espelho é divino, será que ainda tem no Tok&Stok, pois sempre passo por lá e nunca vi?

    Que desafio amiga, preparar uma refeição sem carne para adolescentes! Mas devo dizer que você se saiu bem e que a sobremesa estava linda de ver, já sobre o gosto infelizmente não posso comentar!
    Mas esse capricho com laçinho e pedaçinho de chocolate, "não tem preço" :)

    Fiquei apaixonada pela sua coleção de pratos na parede. Já fiz um post sobre eles e quero eles na minha parede também!!!
    (Olha que invejosa…)

    E para finalizar, Gérberas são minhas flores favoritas.
    Ufa! ler um post grande assim e cheio de informações, faz nossa cabeça fervilhar, eu adoro isso! Mas para esse comentário não ficar maior do que já ficou, encerro por aqui.
    Bjs e uma ótima sexta-feira pra vc.

  13. Amei, amei tudo, mas sobretudo os pratos de parede(tenho vários e estão encaixotados)o cardápio deu água na boca.
    Os espelhos tudo lindo.
    Acho que vc viu no blog da Milena o patch de papel de parede.
    parabéns ao filhote e parabéns a vc que é tão brilhante e nos proporciona viagens tão bacanas.
    abraço.
    neuza

  14. Laély,não vou repetir o que você já sabe!!!Mas dessa vez a inspiração te fez muito bem e a limonada desceu gostosa demais!!!!
    Parabéns pelo aniversário do seu filho e a sobremesa ficou linda!!!!

  15. Oi,Laély,

    Nossa aquele anonimo se leu este post,deve esta morrendo…de raiva,rsrsrsrsrs.Adoro seu senso de humor nas postagens,isso que fica caracterizado.E sua casa???Cada dia mais linda.
    Parabéns.

  16. Oi, Laely,
    Parabéns pela resposta inteligente ao "anônimo". Uma pesoa me disse um dia que há muitas pessoas espertas, mas poucas inteligentes. Voce deu uma repsota a ele(a) sem descer do salto. Como te admiro, seu senso de humor, sua forma de conectar um assunto ao outro!! Parabéns!! Seus textos são ótimos (disso eu entendo um pouquinho, sou pedagoga de uma escola aqui em Vitória).
    Carinhosamente, Helena

  17. Fico sempre aqui "chovendo no molhado": se falta tempo, sobra talento, boa-vontade, dedicação em tudo onde colocas tuas mãos e cabecinha movidas a apaixonamentos. E o resultado taí, querida, felizmente dividido com teus leitores fiéis que, ao contrário da figura aquela, "contavam com tua astúcia desde o princípio".(rs) Amei o patchwork de papel (e as charadinhas do Aécius)!!! Beijo

  18. Laély…
    "Inveja mata"
    Continua escrevendo do seu jeito mesmo, suas seguidoras adoram, pode ter certeza…
    Que parede de pratos mais lindas…
    Sapato chiclete chic demais, post delicioso.
    Beijos, tenha um dia bem colorido.
    Lenita

  19. La, tb adoro ditados populares. Assisti à perfomance de um rapaz cujo texto era inteirinho de ditados populares e fazia sentido, mt interessante!
    E acho um saco esses comentantes desagradáveis, mas "quem fala o que quer, ouve o que não quer" e é melhor ficar "cada um com seu cada um", não é mesmo?
    rsrs
    Moça, sua casa é linda de morrer!
    Um dia chego lá (er, nem tanto pq o maridão não curte, né, mas "água mole em pedra dura tanto bate até que fura" e "a esperança é a última que morre")
    Vixi, me empolguei!
    Adorei as piadas socialistas! Mandei pra uns amigos entendidos no assunto, com créditos!

    Beijo, lindona!

  20. Oi Lá!

    Adorei sua casa decorada para o aniversário… muito capricho nos detalhes!
    Sem querer "invadir", você já viu a novidade no meu site, as matryoshkas de tecido auto colante? Ficaram lindas, é um produto totalmente inédito no Brasil, e as estampas sao minhas! Adoraria que você olhasse e me desse sua opinião! O link é http://www.lotsof.me/br/produto/89/matryoshkas
    Beijos
    Luciana

  21. Você adora ter um monte de seguidores, mas não gosta de seguir ninguém,aliás deixou de seguir todo e qualquer blog. Tu se acha "a escritora", "a modelo", mas acho você brega e sem sal, cafona mesmo, e esse seu pezinho torto nas fotos não dá, pior é que tem um monte de desocupada lendo suas besteiras. Tomara que como escritora você seja uma boa médica, tô duvudando.

  22. La, eu tenho absoluta certeza que inveja mata e o anônimo essa hora, já morreu! Impossível não se apaixonar por seus posts tão divertidos, interessantes e inteligentes, impossível não querer voltar para essa casinha de boneca linda e acolhedora! Amei a parede com os pratos e o jantar nem precisa comentar!
    Parabéns!
    bjks.
    Marianne

  23. Também "tô duvudando" que você entenda o sentido do blog, "Cláudia Pinto Anônimo"( ficou engraçado esse nome, não?!).
    Acho que, se todas aqui, são um "monte de desocupada", lendo as "minhas besteiras", você encabeça a fila. Mas, tenho certeza de que, neste caso, ficaria solitária porque, mais desocupado é alguém, que se presta a comentar dessa forma no blog de outro, sobre assunto nada a ver com o post!
    Sobre "parar de seguir outros blogs", isso é pura mentira e, provavelmente, recalque seu. Minha lista de blogs está aí, pra todo mundo ver.
    Todos que indico, é porque "agarântio", citando o "intelectual" Maçaranduba, de quem você deve ser uma seguidora.
    Se não está na minha lista, "Cláudia", é porque este é um blog estritamente pessoal: é meu amigo, quem deseja sê-lo e por quem sinto verdadeira empatia.
    Sou respeitada, no meio dos blogs de decoração, os melhores do país, onde estou entre os links indicados. Isso, conquistado por méritos próprios, que fique claro.
    Quanto à profissional, "Cláudia", é só você pedir informação, em todos os lugares onde trabalho. Moro numa cidade relativamente pequena há 15 anos. Gozo de bom nome, também, por méritos próprios.
    Mas, nunca tive a pretensão de ser "modelo" pra ninguém. Cada um é, o que é. Não sou perfeita. Prova disso são os meus pés, que você, se fosse homem, com certeza saberia apreciar porque, não fazem feio. Acho apenas, que não deve ter entendido: não faço propaganda de creme para os pés; é só pra mostrar os sapatos, mesmo.
    Já, quanto a ser "escritora", não tenho a pretensão de entrar para a ABL, "Cláudia", mas isso aqui, apesar de ser um hobby pra mim, é algo que faço com dedicação e seriedade. O número de seguidores é apenas um reflexo disso, apesar de ter muitos, muitos, maiores que o meu.
    Não é a mim, que sua metralhadora de grosserias ofende, mas, aos mais de 1000 seguidores deste blog.
    Quanto à menção do comentário anônimo no início do post que, por sua reação acalorada, deva ser você o autor, nem fiz questão de mostrar aonde está, porque era irrelevante. Não queria fazer propaganda do fato, mas, como uma boa cronista que almejo ser, exercito-me na tarefa de tentar extrair "leite da pedra".
    E, pode esperar tranquila, que: Não! Não vou atrás de você, procurar seguir alguém que se dirige à mim e àqueles que gosto, dessa forma desrespeitosa!
    Manter o comentário e, dar-me ao trabalho de respondê-lo é apenas mais uma forma de respeitar os que passam por aqui e leem tudo o que se escreve. Mas não pretendo colocar lenha nessa fogueira. Tenho direito de excluir, qualquer comentário que julgue inoportuno.

    Mudando de assunto, quero agradecer a todos, pelos comentários simpáticos feitos até o momento. Prometo responder a todos, porque certamente merecem melhor atenção que pessoas sem cara e coração.
    Abraços e bom fim de semana!

  24. Laély querida,
    Tenho certeza que a pessoa anônima do começo do blog hj é admiradora das suas escritas, textos e ditados.
    Eu,que de anônima não tenho nada, tenho grande admiração por tudo que vejo-leio por aqui.
    Adorei os quadrinhos na parede, o espelho veneziano(acabei de comprar um em SP e deve estar ainda na estrada quuaase chegando aqui em Rio Branco,hehehe…),as flores, a mesa lindamente composta,ufa!!! Tudo, tudo…
    Beijos carinhosos.

  25. Mari, parece roteiro de filme de terror, tipo: "A Volta dos que não Foram". rs
    Obrigada e abraço!

    Nena, é porque você tem coração, querida! rs
    Obrigada!

    Luciana, adorei as novidades e, vamos divulgar aqui no blog!

    Aline, "uma coisa puxa outra", não é?
    Gostei da "peformance"! Poderíamos até, fazer uma dupla de desafios. rs
    Quanto à casa, as bagunças, escondemos pra debaixo do tapete. rs
    Marido tem uma frase, pra definir internet: "é uma mistura de porta de igreja com praça de shopping center-todo mundo coloca sua melhor roupa e sai, pra desfilar." rs
    Mas, quem não gosta de sair bem?! rs

    Lenita, obrigada pelo apoio mas, "o que não mata, engorda!" rs
    Abraço!

    Rosana, minha querida, se não fossem esses "apaixonamentos", que vida sem graça teríamos!…

    Helena, obrigada, professora! rs
    Minha mãe também foi professora, a vida toda. Tenho de fazer a lição direitinho, pra não envergonhar ninguém.
    Ser aprovada por quem vive de escrever e ler e, de ensinar outros a fazer o mesmo, é uma honra pra mim.
    Abraço!

    Sheila, obrigada!
    Já casou?
    Casa, assim como casamento, tem de ser construída e, às vezes resconstruída, todos os dias.
    Abraço!

    Milena, a sobremesa só não combinaria com essa limonada: ácido, com ácido não reage muito bem…rs

    Neuza, coisa bonita é para ser exposta. Que tal fazer a sua, se é que gostou?…

    Elza, nem vou repetir o quanto você é gentil mas, obrigada, mais uma vez.
    O jantar não agradou aos meninos visitantes, mas a minha intenção era fazer a vontade do filho e nisso, fui aprovada.
    Quanto ao espelho, faz tempo que o comprei: estava escondidinho, na loja.
    Informe-se com algum atendente pois, se não tiverem para pronta-entrega, você pode encomendá-lo.
    Ou então, acesse o site: se ainda estiver no catálogo é porque têm no estoque.
    O preço, comparado aos originais, foi bem razoável.

    Patrícia, eu sempre me deixo levar pela pressão da última hora. Gostaria de ter feito melhor, mas, foi o que o tempo me permitiu.

    Susi: obrigada, sempre, querida!

    Ana, quase não lhe reconheci, com esses cabelos esvoaçantes ao vento! rs
    Verdade: menino não gosta de muito "nhem, nhem, nhem," não! Mas, até que ele é bem paciente comigo!

    Valéria, meus parabéns, mesmo que atrasado! 43 é uma conquista, não é?
    Um negócio é certo, Valéria: nem todos os blogs que visito caem nas minhas graças; alguns, até me enchem de indignação mas, pra que eu vou manifestar meu descontentamento, se a blogosfera é tão grande?! Há lugar para todos, inclusive, para os ruins( e, tenho consciência de que não sou a melhor mas, não estou entre os piores!).
    Como lembrou a Cecília Helena:
    "Não se pode agradar gregos e troianos!"

    Andrea, eu tento exercitar o bom-humor, mesmo quando não o tenho. Ao menos isso, seria um bom exemplo a seguir, não é?

    Josi, eu gosto tanto dessa batinha que, qualquer dia vai se rasgar, de tanto que a uso!

  26. Simone, obrigada!
    Como diz aquela música do Kid Abelha:

    "Eu tô tentando
    Ser feliz (Ser Feliz!)
    Eu tô tentando
    Te fazer feliz…"

    "Eu tô tentando"
    Ser ecologicamente correta: Transformando lixo,
    Em algo aproveitável…

    Kátia, obrigada, querida!
    Eu tenho ainda muito a aprender( ainda bem, não é?), inclusive com você! Eu gostaria de ser mais organizada e caprichosa.

    Bia, obrigada!
    Ninguém "tá" de bem com a vida, o tempo todo. Vai ver, o "anônimo" estava num desses maus dias. Relevemos…

    Suzan, obrigada, mas não fui superior, nem o sou, mais que ninguém. Simplesmente, quem se rebaixa é quem age, destratando outros dessa forma.
    Quanto ao cupuaçu, minha sogra tem vários pés, produzindo frutos, no sítio onde mora.
    Minha mãe costuma enviar-me polpa congelada, também.
    ( Agora: morda-se de inveja! rsrs)

    Soraia, obrigada!
    Se faço alguém sorrir com o que escrevo, já atingi algum bom objetivo.

    Helena, a única desvantagem da bolsa é que ela é pequena, pra montoeira de coisa que costuma carregar. rs
    Estou ansiosa para acompanhar esse encontro no sul.

    Cecília Helena, "teteia" é adjetivo, do tempo do meu sogro! Ele adorava usá-lo! rsrs
    ( Olha, que não estou lhe chamando de velha, hein? rsrs)

    Mirian, muito obrigada!

    Abraços para todas!

  27. Laély, parabéns pelo teu blog, pelas coisas que vc escreve aqui, como não conheci ele antes???? Só fiquei sabendo da existência hj, procurando umas coisinhas no google e não sei como vim parar aqui. Só uma curiosidade: vc fez tudo isso sozinha? Quanto aos críticos de plantão, dependendo do caso a gente utiliza positivamente, mas na maioria das vezes temos que deixar prá lá, afinal de contas o blog é seu e vc escreve nele o que bem entender. Assim que tiver um tempo maior vou dar uma passeada pela tua casinha virtual. Beijos.

  28. Amei a postagem, os ditos populares, os detalhes de sua casa, linda, diga-se de passagem!
    Amei os detalhes do jantar de seu filho, que delícia! Amei saber que tenho almofadas de matrioskas iguais as suas, eu que fiz as minhas!
    E quanto ao anônimo, que vá catar coquinho, se não gostou porque comentou, "boca fechada não entra mosquito"
    Bjs

  29. Esse post vai bombar!! A tal Claudia Pinto não percebe que este tipo de tópico dá mais IBOPE à blogueira..ehehehe

    E pra ela ter essa opinião formada é pq. segue este blog direto..

    Vamos lá, "desocupadas"!!! Continuemos "gastando" nosso tempo por aqui, só nos divertindo, nos encantando e dando risadas com a Lá.

    Bjs em todas(até pra Claudia Pinto tb..)

  30. Laely, tua casa reflete sua personalidade, alegre, colorida, borbulhante! Tao rica em detalhes!
    A festa esta nota 10, tenho certeza que teu filho guardara as lembrancas dela bem no fundo do coracao. Mae maravilhosa como voce e dificil de achar.
    beijao

  31. Laély, querida Adoreeeei este post, mega criativo e bem humorado, alias, eu simplesmente adoro seus posts.
    Eles me inspiram e levantam o astral, me fazem pensar como aquele a respeito de filhos e educação (eu divulguei p/ as amigas/mães lerem e refletirem tb).
    Não dá ibope p/ as críticas desse fake.
    Parabéns pelo bom gosto da sua decor, refletem sua personalidade, casa com cara de gente feliz.
    De coração, tudo de bom.
    continuo seguindo….
    bjs.

  32. Sílvia, meus parabéns! Sentimo-nos tão recompensadas ao ver algo bonito, feito por nossas próprias mãos, não é?
    Infelizmente, não aprendi a costurar mas ao menos, aprecio e sei valorizar quem o faça bem.

    Valéria, há pessoas e lugares que nos fazem sentir bem: são capazes de elevar nosso moral e alimentar em nós aquele desejo de voltar, de estar junto. O contrário, também acontece e, desses lugares e pessoas costumamos e devemos, por questão de auto-preservação, passar ao largo.
    No clima do post, ainda, cito uma frase de efeito do polêmico Nelson Rodrigues:
    "Toda unanimidade é burra!"
    Ora, não tenho a pretensão de achar que todos seriam obrigados a gostar de mim, do blog, do que faço pois, comparando à "vida como ela é"( citando novamente o mesmo autor) sabemos que não é assim.
    Meu círculo de amigos é muito restrito, mais ainda, àqueles que costumam frequentar minha casa, porque temos afinidades e oposições, inimizades, em todos os lugares! No meio vitual, não seria diferente.
    Nunca fui de usar esse artifício- fazer polêmica( e sei, que alguns o fazem)-para aumentar a frequência do blog porque não é minha praia. Meu foco não é atingir um público, acostumado a assistir Programa do Ratinho e Márcia Goldschmidt: não é meu perfil.
    Por conta disso, nem mostrei o post com o comentário grosseiro, mas, pra que alguém não ache que inventei isso tudo, pode conferir lá:
    http://saladala.blogspot.com/2009/05/acabou-se-o-que-era-doce.html

    E não foi só esse o ataque, não!

    Há uma diferença muito grande entre alguém que nos respeita dar um toque, dizer que não gostou disso ou daquilo, até corrigir algum erro nosso e outro, que tem a única intenção de denegrir nossa imagem. Já corrigi e dei opiniões à companheiras, sempre em particular e é assim que costumo corrigir meus filhos. Acho que é ético, dessa forma.
    Covarde é quem, sob pseudônimo, usado apenas para tentar dar alguma credibilidade ao que escreve, entrincheirar-se no anonimato buscando atingir-me pessoalmente.
    Acho que o anônimo precisa decidir: se sou ou não sou importante, se presto ou se não presto, porque, em 3 posts ataca-me, sob o mesmo argumento fajuto e mentiroso*, sobrevalorizando-me a princípio para concluir, subestimando-me.
    *No momento, sigo 171 blogs, que optei, por razões estritamentes pessoais, não exibi-los no meu perfil.
    O motivo dos ataques anônimos é justamente alegar, mentirosamente, que deixei de seguir a todos.
    Daí, só é possível concluir algo, óbvio:
    Ela é autora de um dos blogs que deixei de seguir e, apesar de escrever que eu não sou lá, o que esses mais de 1000 "desocupados" acham que sou, deve ter se importado bastante com o fato de eu seguir este ou aquele blog, não incluindo o dela!
    Quem está sobrevalorizando números, não sou eu!
    Quem faz questão de mostrar que tenho "1000 disso" e "nenhum daquilo", não sou eu!
    Se a pessoa quiser se apresentar e, educadamente discutir algo de proveitoso, sempre foi uma característica minha, responder. Mas, não pretendo espichar um assunto que pra mim é improdutivo, infértil, desgastante.

    Aos tantos "desocupados", incluindo eu, que diariamente "perdem" seu tempo por aqui, agradeço de coração, o carinho e respeito com que sempre me tratam. Continuam sendo aguardados, sempre com alguma imagem agradável, um bom "papo", boa música, porque esta é minha casa virtual, como gostaria que minha casa real fosse: verdadeiramente acolhedora.
    E, fiquemos tranquilos pois, citando uma frase de Bertrand Russel que minha amiga Jane, do Mulheres Impossíveis colocou no blog dela:
    "O tempo que você gosta de perder não é tempo perdido."

    Obrigada, Valéria!

    Obrigada a todos!

    Simony, acho que acompanha o blog, quem se identifica com o meu estilo de vida, longe de me colocar como modelo para alguém, mas é uma questão de afinidade e empatia, não é?
    A gente faz, sabendo que poderia fazer melhor e, há quem o faça, mas o importante é fazer de coração e nisto, sei que doo por inteiro.
    Um grande beijo!
    Laély

  33. Blablabla, whiskas sachet, pularei a parte do anônimo que não me acrescenta nada.

    Esse post é o melhor que tu fizeste, e olha que costumo vir aqui e gostar.

    Adorei tudo, principalmente a dica da fita duplaface atrás do papel bobinex e dos cafeinhos elicadamente decorados.

    Por que a vida é curta, vamos enchê-la com o que e bom e bonito, sempre que for possível. E assim é esye post, cheio de gostosuras e belezuras.

    "Quem pode, pode, quem não pode, se sacode", e Laély está podendo!

    bjs

  34. Fernanda, já li comentários seus em outros blogs e eles, não fogem à sua linha: inteligentes, pertinentes e elegantes.
    ( Ouviu, a seda rasgando, daí? Mas é a pura verdade! Outro dia, quase não resisti comentar num outro blog algo que achei fora de propósito no post, mas vi que você já o fizera anteriormente e, com elegância e precisão cirúrgica, ido direto ao ponto que eu gostaria de ter chamado a atenção e ninguém parecia ter percebido! Ponto, pra você! Passei a respeitá-la, mais ainda!)
    A aplicação do papel foi bem mais simples dessa forma mas não sei se, durável. Para uma solução "vapt-vupt" deu muito certo!
    As cores e desenhos do papel da Bobinex, by Rosenbaum, são maravilhosas!
    Então: "vamos pra frente, que atrás vem gente!"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *