Mesas de alto nível

Tô meio de mal com a minha sala, com vontade de mudar tudo: da cor das paredes ao modelo das cortinas e sofá.

Uma amiga me alertou que primeiro eu deveria mudar de gato. O danado insiste em afiar as garrinhas no estofado. E tudo, sob o olhar condescendente de sua humana, que acha bonitinho qualquer gracinha que ele faça!

O que tem me inspirado ultimamente são imagens que capturo dos blogs escandinavos: muito branco nas paredes, espraiando-se para o piso, e cores vivas nos móveis e adereços.
Nos exemplos seguintes, o que me chamou a atenção foi a quebra de convenções, em relação à altura das mesas de apoio. Ou no centro da sala…
…Ou num canto: Não ficou pesado, nem me pareceu ter prejudicado a circulação. Os móveis sem muitos detalhes e as pernas, de linhas esbeltas, ajudaram a dar um toque retrô à decoração das 2 salas.

Quanto ao gatinho, entre ele e o sofá, fico com o primeiro. Este, não vendo, não troco, não negocio!

You may also like

29 Comentários

  1. Ei Laely!
    Bom Dia!!!
    Adorei a primeira sala!
    Quem sabe você manda fazer uma capa para o sofá, assim muda um pouco o visual e o Pingo dá um descanço para o sofá…
    Vou mandar fazer uma capa para o meu sofá, quero ver se vai ficar bom…

    Bjos
    Até mais!!!!

  2. Oi Lá, gosto muito de piso branco, acho que dá uma amplitude, o duro é a sujeirinha que deixa a gente maluquinha…
    Lá, tem uma promoção lá no blog da Nana com um trabalhinho meu, passa lá prá conferir…bjinho querida!!

  3. Laély Maria, minha filha… deixa o gato aí!
    Dá atenção pra amiga, não!
    Mas dá um pulo em algum Pet Shop e faz um favor pro seu sofá! Compra uma daquelas torres de afiar unhas pro peludo. Ou faça você mesma com um pedaço de madeira e corda de sisal e um pedaço de carpete. É só enrolar carpede em um pedaço de madeira (daqueles caibros, que usa para suportar telhas) com suporte, e na base enrola a corda de sisal. Ele vai ficar "filiz" da vida. E pra chamar a atenção do pequeno, coloca um bichinho qualquer pendurado em uma cordinha no topo do "tronco".
    Beijocas!!!

    PS: Sou mais adepta de mudar a cor das paredes, cortinas e almofadas. E talvez de um móvel ou outro… o sofá fica muito caro… :/

  4. Fia…nem me fale de gatin q tenho 2 passaríin (a Pikenah e o Pingoh)O.o..
    calopsitas q andam casa a fora dintêrin..
    aí tudo arranhadin e aqui td côditimepalmeirense…uns verdin no sofá, nas cadeiras, no chão…pq isso q não posso ter piso branco…seria branco com bolinhas verdes…=)
    Gostei do banquin de madeira da primeira foto…:)
    Um bejim, viu Lah?!
    da Vinni

  5. Troque tudo que for preciso mas mantenha o gato!!!

    Eu to só olhando as dicas, quando eu tiver minha casa, vai ser a mais bem decorada do mundo dos blogs!!!

    Bjão

  6. Lá, a Missy acabou com a maioria dos meus móveis. Aliás, ela é siamesa… segundo dizem, é a raça mais 'danada'. Resolvi dar um basta… reparei que ela gostava de arranhar o tapetinho de borracha da fase-bebê da Helô e resolvi colocá-lo na área, que é onde a 'danada' dorme. O tapete está em petição de miséria, mas, acredite ou não (até eu demorei pra acreditar), ela deixou os móveis em paz.
    Beijo
    Helena

  7. Interessante a diferença de altura das mesas mesmo. Ainda não tinha pensado nisso. Parece que elas ganham mais utilidade, não acha? Deixam de ser meras peças na decoração para preencher um espaço vazio. Gostei!
    Bj

  8. Rejane, para fazer uma capa decente, precisaria ter um sofá de linhas mais retas; os braços são inclinados. Tô analisando a possibilidade de negociar, numa loja de usados: venderia 3 e compraria 1, novo. A matemática parece desfavorável, mas cansei do modelo e cor do meu atual.

    Cris, vou participar, sim.

    Oi, Raquel! Obrigada pelo carinho!
    É o seguinte: já comprei desses arranhadores, mas quem disse que o Pingo liga pra ele?

    Ei, Vinni! Brigadin pelas diquins, viu, fia?
    Cê sabe comequié ter bichin em casa.rsrs

    Sandra, tá podendo, hein? Mas a gente tá aqui pra isso, mesmo. Pra estimular os sonhos alheios.
    Mas, aprontando a sua casa, avisa.

    Andrea, nem com filho a gente é tão condescendente, né?

    Helena, o problema do Pingo( nosso, na verdade, porque ele não considera isso um problema)é o excesso de liberdade.

    Myrian, os pés palitos são sempre tão elegantes!

  9. Oi Laély,

    Temos quase o mesmo problema. Eu tenho problema com pelos da minha cachorrinha. O piso o meu ap é branco e a cachorrinha é preta.
    Então já viu neh.
    Mas entre ficar com o piso limpíssimo e a minha pretinha…sem dúvidas que escolho minha pretinha :)
    Beijo e ótimo dia

    Andreia,
    http://universoemcores.blogspot.com

  10. La, também sou apaixonada pela minha "filha felina", ela já está conosco há 9 anos e não nos desafazemos dela! Meu irmão trabalha com estofados e já me disse que existem alguns tecidos resistentes às unhas dos pets, além disso costumamos cortar as unhas da nossa gatinha, o que já ajuda muito!
    beijos!

  11. Digo o mesmo sobre a Fúh, prefiro ela ao sofá lindão que temos na sala. Cubro-o com manta e passo o aspirador para remover os pêlos e em seguida ela vem repousar o corpinho canino sobre ele. Gostosura pura. Beijocas!

  12. Sabe Laély, eu também tenho estes momentos. Quando me sinto assim e não tem como comprar móveis novos (como é o meu caso agora!) peço a ajuda do maridão (que quase não reclama! rsrsrs!) e reformamos os móveis. Ou mudamos o estofamento, ou a cor da madeira, ou até mesmo, como estamos fazendo nestes dias, reciclamos, desmontando umas peças aqui e transformando uma porta em mesa, uma cômoda em prateleiras e pés para a mesa, ou cadeiras em banquinhos. Quando termino, me sinto satisfeita e orgulhosa do trabalho que eu mesma fiz. É uma delícia! Bjinhos

  13. Lindos esses móveis retrôs ( e pensar que na minha casa de infância, tudo era pé palito e não sobrou nadica prá contar a história…snif!!).
    Mas gostei mesmo do post de baixo.
    Sua mãe é uma "diliça" e seus visuais tanto o de vestido quanto o de calça, achei lindos.
    Beijocas, flor!!!

  14. La, querida, concordo com vc! AAAAAMO meus 2 gatinhos e olha que eles já destruíram minhas cadeiras de couro, meu sofá de couro e, por úlitmo, de chenile também ahahaha não tem jeito, viu? Acabei de comprar uma planta pra sala e….eles comeram também. MAS AMO meus gatinhos tb. bjs

  15. Lembra muito o estilo usado aqui, na parte ocidental das casas. Cores claras, suaves nas paredes e adereços mais coloridos.

    Bonito
    rs…gatos são arteiros, mas são lindos.

  16. Olá, eu tb tenho uma gatinha danada e se há um tecido que eles não gostam de afiar as unhas é o suede. O meu sofá é nesse tecido e ela não acha graça nele…
    Fica a dica!
    Bjs, Carol

  17. Adorei também…..esses bichinhos…são de doer…a gente ama,mas dão um trabalhão.Eu desisti de ter qualquer objeto de decoração na cozinha que seja de vidro ou madeira.Xexeu meu papagaiozinho não pode ver que ou quebra ou belisca tudo.Mas….e mais facil trocar os movéis da casa que o nosso xodo..Não e..rsrsrs.
    Deusa
    vasinhos coloridos

  18. Ana, o marido não é tão animado assim. Prefere trabalhar no quintal.
    Concordo que o prazer de um "faça-você-mesmo" é recompensador.

    Talma, já reparou que qualquer móvel vintage virou objeto de colecionador? Custam os olhos da cara!
    Obrigada pelo elogio. Vindo de alguém com tanto bom gosto, deixa-me envaidecida.

    Carmen, isso é que é amor incondicional, não é? rsrs

    Ei, Alexandre! Que tal mostrar como são as casas por aí?

    Marília, tá matando "cachorro à grito"? rsrs

    Uhm, Carol…tecido repelente de gato? Não conhecia…rsrs

    Caren, é bem retrô, não é?

    Deusa, a gente que tem criança e bicho, abre mão de um monte de coisas em nome da boa convivência. Mas vale a pena.
    Seres vivos, pessoas ou bichos, são mais importantes que coisas. Coisas se trocam, substituem. Seres que amamos, não.

    Abraço a todos!

  19. Alo,Laely!
    AH…Minha fada…Hoje estou aqui de teimosa…Chove tanto nesse Rio de Janeiro que vamos ter de trocar o nome para "Mar de Janeiro"! A situacao aqui esta mais para caos urbano…Desde ontem a cidade (agora mais ou menos maravilhosa) esta sendo castigada por uma chuva quase diluvio de Noe…Mais um pouco de agua e poderemos dizer que estaremos vivendo uma vida de anfibio,ou seja,meio agua e meio terra…
    Sendo assim, o seu post sobre salas e gatos me pareceu um oasis de ternura diante desse dia tao cinza…Mas,Laely, nao fica de mal com a sua sala nao…Ela e tao linda e tao charmosa…Ela reflete o seu espirito encantador e amoroso…Uma sala alegre e aconchegante…A sala da La!
    Eu sei que as vezes a gente acorda com vontade de fazer algo diferente…A nossa genuina essencia humana e a sua busca incessante pelo novo…Mas seja a mudanca que voce fizer,eu sei que estara la a sua marca original de bom gosto e charme…Sempre sera a sala da La!
    Quanto ao lindo gatinho,nem precisa dizer mais, que ele e parte integrante da familia e tem o seu lugar reservado no coracao deste lar…Sobre o sofa…Bom, e melhor eu perguntar pra uma sobrinha nossa que mora com 14 gatinhos…Quem sabe ela tem uma resposta sobre esse assunto? Ou sera que ela nem tem mais sofa? (Rs…Rs…)
    Quanto a decoracao escandinava…Bem, voce sabe que eu sou suspeita ( lembra que eu ja fui quase dinamarquesa ? Rs…Rs…)…Adoro o jeito deles de enfeitar as casas! Mas na minha carioquice,ainda estou longe de parecer com eles…Quem sabe um dia eu aprendo?
    Um grande abraco dos cariocas ensopados !
    Teresa

  20. Taty, é bem simples, mas bonita, não é?

    Teresa, sabe que hoje, ao voltar da corridinha com o cachorro, ambos ensopados, debaixo de chuva, pensei nas minhas amigas cariocas virtuais, uma delas você: "será que todos estão bem?" Perguntei-me.
    Aqui, desde ontem cai uma chuvinha recortada, mais esperada que temida.
    Imagino que numa cidade grande o tumulto seja proporcionalmente maior: trânsito parado, serviços que não funcionam, enfim, "são as águas de março fechando o verão"…
    Há uma música da década de 50 que já falava do caos que virava o Rio de Janeiro quando chovia, precisando andar de canoa pela avenida. Uma triste realidade. Talvez, o mais apropriado fosse mudar o nome para Rio de Abril.
    Quanto à minha sala, a sala da la, realmente vai continuar sendo, e mais ainda. Trouxe objetos fofos de SP, mandei fazer outros quadrinhos e meu olho clama por reformas. Talvez, seja reflexo desse meu espírito irrequieto, sempre procurando por novidades.
    Abraço, minha amiga carioca e obrigada pelo adjetivo de fada. Desse ideal, ainda estou bem longe…

  21. Laély, estou há dias para mostrar o "antes e depois" do pufe aqui de casa, alvo das "garrinhas" do Bibi. Depois de ver teu post, ele ganhou forma. Sei bem quando bate essa necessidade de mudar alguma coisa… Acho que não poderia ser muito diferente com esse super estímulo que temos diariamente pelos blogs com tanta coisa linda, né? Beijo, querida

  22. Ai La!
    Quanta coisa bonita.
    Estou voltando agora do trabalho (encharcada), pois a escola não abriu e pra relaxar passei por aqui e vi essas salas linnnndddaaass. Todas dignas de virarem a Sala (oficial) da La.
    Beijo grande em ti

  23. Ô, Fê…o Rio está um caos! Uma situação dramática, o que vimos na Tv, imagina, quem está passando por isso aí, ao vivo!
    Apesar de tudo, obrigada! Certamente seriam dignas de qualquer sala. Falta-nos "bala na agulha", ou simplesmemte, corahgem para mudar…rsrs
    Abraço!

    Rosana, estou lhe devendo visita, com mais calma, amiga…
    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *