"A insustentável leveza do ser"…

Não se trata de frase de efeito, mas de um romance de Milan Kundera que marcou o início da minha vida adulta.
Nada-a-ver, mas tudo-a-ver, pensei que a frase se casaria à imagem: Canadian Home&Country

Então, que tal uma aventura, mais leve que a indicada no post anterior?
Se lhes encantaram estes delicados passarinhos é possível fazer adesivos personalizados, em Contact.

Sugestões de silhuetas, aqui.

Do livro à parede com pássaros. Dos pássaros à música dos Beatles, interpretada lindamente por um “passarinho”. Uma doce surpresa para o fim de semana:

You may also like

16 Comentários

  1. Uau! A insustentável leveza do ser foi uma leitura marcante na minha vida. Ainda mais marcante foi ver o filme com os jovens Juliet Binoche, Lena Olin e Daniel Day-Lewis. Até hoje, na verdade, acho que são obras MUITO marcantes… bjs

    PS: eu era sócia do Círculo do Livro – lembra?? bjs

  2. Alo,Laely!

    Eu tambem li este livro,quando ainda era adolescente…Me impressionou muito e tambem marcou uma epoca pra mim…E eu adorava o Circulo do Livro! Puxa…Que bom recordar aquele tempo, onde tudo me parecia tao mais "leve"…Mas como a leveza do ser e insustentavel, a gente acaba fluindo para a vida adulta e as suas asperezas de ser!
    De qualquer modo, e sempre bom a gente pensar no que e leve, lindo e solto! Alivia as nossas ansiedades e acalenta a nossa alma…E tem algo mais lindo e leve do que um passarinho?
    E nas asas de um pequeno passarinho a gente vai longe…Sobrevoando arvores,pracas,casas,rios,ate os mares…Pairando na imensidao do ar cheio de azul…Rasgando o espaco profundo…Pra mergulhar la no horizonte…Virar pequeno ser de luz!
    Obrigada por me fazer desprender do chao…Mesmo que seja por poucos segundos…E voar na minha imaginacao!
    Abraco suave de mil passarinhos pra voce,minha amiga!
    Da carioca que vive voando…
    Teresa

  3. Cê voa longe, Teresa…rsrs
    Mas é bom saber encontrar poesia nas pequenas coisas.

    Eu vi o filme na época. Achei que ficou devendo muito ao livro. No cinema, permaneceu na superfície, tratando a história como literatura erótica, o que não é.
    Saí frustrada.

    Abraço e bom fim de semana procês!

  4. Alo,Laely!
    E verdade…Tem livros que a gente ama tanto e quando adaptam para o cinema perdem toda a sua essencia… Quanto ao voar…Bom, eu vivo no mundo dos avioes ( meu marido e mecanico de aeronaves e e piloto privado…) e juntos ja voamos bastante…no ar e nos sonhos…( Rs…Rs…)
    Ah…Eu queria falar sobre o post anterior tambem…Quando eu tiver um tempinho, eu mando um e-mail,ta ?
    Um lindo fim de semana pra voces tambem…Com trilha sonora de passarinhos!
    Teresa

  5. o galho se parece com o que tenho em casa, na sala!!!

    o gurizinho é fenomenal!! Já vi muito videos com ele pra mim o imbativel é ele tocando Bon Jovi!!

    beijinho

  6. Não li esse romance, mas ando tão inspirada na leitura que já anotei. Adorei as silhouetas e tô quebrando a cabeça pra saber o que coloco atrás na parede do sofá, me ajuda? Sofá novo chegou, estamos de pernas pro ar por aqui rs. Adoro essa música dos beatles, passa uma paz mágica né? Já conhecia esse japinha do youtube, vc viu ele tocando" I'm yours"?? Uma graça, pegava pra cirar rs…beijos queida e bom final de semana

  7. Puxa vc foi buscar longe hoje! Que delícia poder relembrar o livro e filme. Ótima recordação!Bom final de semana, Sandra.

  8. Teresa, aos poucos estou lhe descobrindo…rsrs Ou então, você tem se "despido", né? Bom sinal: é porque se sente à vontade.
    ( Tô lhe devendo responder a um e-mail.)
    tiu, tiu pra você!

    Dani, então eu estava em outro mundo! O garotinho tem talento, além de ser muito fofo!

    Cynthia, sei que já tá meio batido, mas que tal um adesivo diferente?
    O garotinho deve ser um "Mozart" das cordas, no sentido de ser precoce! Viu que ele tem ginga, também?

    Oi, Sandra!
    Acho que é porque eu já faço da geração passada…rsrs

  9. Lá, fiquei emocionada com o japinha, impressionante trazer isso tudo na alma com tão pouca idade…

    Também li o livro e concordo com vc sobre o filme, aliás tá na hora de reler, tô curiosa prá saber o que vou encontrar em uma releitura…

    Bjo querida bom findi!!

  10. adorei a dica sobre o adesivo.
    Já li o romance acho que esta na hora de ler novamente, leio quase todos os livros que gosto no mínimo duas vezes…O video do japinha nem se fala né…
    vc. nunca mais apareceu no meu blog…snif.
    bjk

  11. Snif, Santinha! Devo, não nego…rsrs
    Mas pago, logo, logo!

    Mazane, obrigada, viu?

    Net, a gente eu também comecei um blog, animada pelo que via. É uma honra pra mim, inspirar, assim como eu fui inspirada.

    Oi, Silvana! É fofo, né? Além de talentoso.

  12. Ai Laély que fofura este menino tocando…Já fico sonhando com o meu pequenino tocando violão…vai ser MENINOOOO,rsrsrs!!!Estou muito feliz…Andei sumida uns dias da blogosfera e só agora vi este post…Impossível não gostar de ler seu blog, sempre me identifico com algo…li a "Insustentável leveza do ser" na adolescência, indicação do meu pai…seria uma boa releitura!!!Laély um grande beijo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *