Mesa de Lego

Quem acompanha o blog há algum tempo deve lembrar que meu filho caçula é um legomaníaco. O que mais gosta é se dividir entre o jogo de minhoquinhas Worms, no PC, e os seus “zilhões” de pecinhas de Lego que, invariavelmente, permanecem espalhadas pelo chão, num cantinho do salão de TV. Quando inquirido se aquela bagunça terá um fim, faz uma argumentação, tipo:
“Desculpe o transtorno! Estamos trabalhando para melhor servi-lo.”

Há ideias simples que chamam nossa atenção. Só quando vemos, materializadas à nossa frente, é que falamos: “Puxa, mas por que nunca pensei nisso antes?”
A diferença está, no fazer o simples saltar aos olhos, como nesse projeto do escritório ABGC Architecture & Design:

Visto, no gecko/blog
22,742 peças de Lego foram juntadas, manualmente, para cobrir esta mesa original e colorida, como um mosaico.
Há um vídeo com o PAP da montagem da mesa,
aqui. Divirtam-se.

You may also like

20 Comentários

  1. Oi Lá,
    Eu também a-d-o-r-a-v-a brincar de Lego! Tinhas baldes que fui ganhando ao longo dos anos e espalhava tudo na sala pra poder "construir" e não é que dali surgiu uma arquiteta? O que seu caçula quer ser quando crescer??
    Bj

  2. oi amiga
    essa mesa é simplesmente maravilhosa, amei.
    olha seman aque vem estarei indo a Belem e finalmente vou lá na sua mãe, estou morrendo de curiosidade,rsrs
    te amo
    beijos

  3. Pandinha se ver um troço desse pira, é um dos poucos brinquedos que ele realmente se concentra e curte…haja paciencia para fazer isso hein, não rola não rss, beijos

  4. Menina, de louca já basta cortar e juntar paninho… agora, pra juntar não sei quantas mil peças de lego, é só para os muito insanos mesmo!!!
    Beijo
    Helena

  5. ha, ha, Helena! "De médico e de louco, todo mundo tem um pouco". E, quando já se é médico?
    Louco completo?! rsrs

    Roberta, deve ser bem divertido fazer algo parecido, mas acho que ia rolar um conflito pelas peças.

    Eliene, manda um e-mail pra mim, pois elas vão viajar esta semana.

    Larissa, ele ainda é muito pequeno pra se preocupar com isso. Mas os dois mais velhos também eram apaixonados por Lego e até agora, nada de arquitetos na família.

  6. Meninas do Marie, seria bom colocar o nome no fim do comentário. Fica mais fácil responder.
    O menino é meio ciumento das pecinhas. Certa vez, propus fazer um porta retratos e ele não quis abrir mão de umas poucas peças.

    Marina, obrigada pelo "lindo blog". Quanto ao "veterana", ainda estou engatinhando.
    Abraço!

  7. Nossa que idéia bacana!!
    E uma boa idéia para você, quando seu filho caçula enjoar das peçinhas…hahahahaha
    Agora cnvenhamos…Aja paciência para fazer essa mesa heim?! Se fosse quebra cabeça até me abilitaria a te ajudar mas LEGO? Nunca tentei montar nada!hahahhaha
    beijos lindona!!

  8. Oi Laély,
    Aqui em casa adoramos LEGO também. Até hoje é um dos poucos brinquedos que vira e mexe a gente tá lá "brincando", e até hoje aumento nosso acervo. Adoro!! Toda criança deve ter o direito de ter contato com LEGO, deveria fazer parte dos direitos garantidos pela constituição, rs.
    Beijos,
    Cris João.

  9. Mari, por enquanto as pecinhas do menino estão fora de negociação. Ele me disse que precisa de "todas"! rsrs

    Cristina, apesar de ser caro, tem de ser levada em conta a engenharia por trás e a durabilidade. É um brinquedo com muitas possibilidades, além de durar uma vida. Há peças, da época de criança do meu mais velho, hoje com 18 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *