Almoço do Pará, na sala da La…

Mal despedi a Jane com a Rosana, e dessa vez, foi minha mãe que chegou.
Como de costume, além da bagagem normal, traz um isopor repleto de sabores do norte: polpa de açaí, cupuaçu, farinha de tapioca, bombom de cupuaçu e castanha, farinha para farofa, pirarucu desitrado, tucupi e jambu.
Tô falando em língua estranha, para alguns?…
Não se trata de dialeto indígena, mas a origem dessas comidas tem os dois pés na aldeia.
Com tantos ingredientes, resolvemos fazer um almoço com sabor regional.

Chamamos alguns amigos para a confraternização.
Não consegui comprar flores, indispensáveis à essas ocasiões festivas. Colhi então algumas do meu quintal, como estes raminhos de lavanda, deixados no lavabo:
O jarro vintage, foi minha última aquisição da Tok&Stok: Em cima da mesa dispus umas florzinhas, bem simples:O cardápio foi dividido em duas etapas, como opção àqueles menos ousados no apetite.
Como entrada fria, uma refrescante salada de feijão fradinho. O toque, que fez toda a diferença: talo de salsão, além de palmito cru, tomate, cebolinha e azeitona picados. Ficou uma delícia!
Assei um chester e fiz um escondidinho de pirarucu, que, de tão escondido, não dá pra ver, debaixo deste purê de mandioca:

O pirarucu é o maior peixe de água doce, conhecido como o bacalhau do norte.
A mandioca é chamada de macacheira, por lá.
Agora, para os de “mente aberta”, o sabor forte e único do tucupi com jambu. O líquido amarelo é extraído da mandioca-macacheira através do tipiti, um tubo de palha trançada criado pelos índios.
O prato típico da região é o pato no tucupi, mas em casa usamos coxa e sobrecoxa de frango.
O sabor é ácido, picante, além de muito perfumado.
Para acompanhar, somente farofa e arroz branco, segundo orientação da nortista, minha mãe.
A sobremesa, não poderia fugir à proposta:
Creme de cupuaçu/açaí com tapioca: Com o perdão da comparação, senti-me como uma ganso, superalimentado para a produção de foie gras, depois de todo esse banquete.

Parabéns às mulheres, nesse dia especial, com direito à essa refeição regional!

Atualizando:
Nos comentários, a Kátia Bonfadini gostou do creme de cupuaçu, que é uma fruta do norte, parente do cacau, de sabor muito ácido.
É bem fácil de fazer, como uma mousse. Se alguém encontrar uma boa polpa, sem diluição, ou muito gelo no meio, pode experimentar esta delícia:
-Levar 1/2 Kg de polpa de cupuaçu para esquentar numa panela( só pra cortar um puco mais a acidez da fruta). Antes de ferver, retirar e bater no liquidificador com 1 lata de creme de leite e 1, de leite condensado, mais uma colher de sopa de gelatina sem sabor, hidratada e dissolvida.
-Montar, como um pavê: creme e biscoito champagne, umidecido em leite.
-Finalizo, com biscoito triturado por cima e levo à geladeira por 6 horas
.

You may also like

29 Comentários

  1. Que delícia, Lá!!!! Menina, adoro isso tudo! Amei seus espelhinhos e o jarro vintage! E cupuaçu? Adoro!!!! Fiquei louca pra experimentar essa sobremesa!!!! Hummmmm! Beijos!

  2. Poxa, depois desse show de culinária, tô aqui deprimida pois não cozinho nada de bom, e você vai sofrer comendo meu miojo rs! gente, o que é esse escondidinho de pirarucu? a mãe tá passando bem por aí rs!
    beijo

  3. Amiga, AMEI os espelhinhos do seu lavabo, um luxo!

    Vc é muito caprichosa e as coisinhas que vc mostrou demonstram o carinho e o cuidado que vc tem com sua casa e suas coisas… parabéns!

    Quanto às comidas, prefiro não comentar, pois nunca experimentei e então não sei dizer rsrs, mas parece tudo muito apetitoso, ah parece!

    Beijoca e linda semana =]

  4. Lá, meu marido ia amar essa comidinha, ele é filho amazonenses e adora tudo isso que vc fez….Ah, to com um olho virado para aquela jarra da Tok stok faz tempo….mas meu medo é que a macharada aqui tem uma mão pesada, quebram tudoooo!!! No banheiro deles, tudo é de plástico e copo de vinho para o marido, aqueles de acrílico da Tok Stok tb rssss, ele quebra!!!! Beijos querida e feliz dia das mulheres hoje e sempre!!

  5. QUe delicia!!Adoro cupuaçu e como tocantinense adoro peixe e toda e quarquer comida com sabores mais forte.
    feliz dia das mulheres para vc .
    bjocas

  6. Oi, Raquel!
    Que prazer recebê-la por aqui! Estava tudo muuuito bom, mesmo!

    Kátia, olha quem fala: uma mestra em receber como você!
    O creme é muito fácil de fazer:
    Levar 1/2 Kg de polpa de cupuaçu para esquentar numa panela( só pra cortar um puco mais a acidez da fruta).
    Antes de ferver, retirar e bater no liquidificador com 1 lata de creme de leite e 1, de leite condensado, mais uma colher de sopa de gelatina sem sabor, hidratada e dissolvida.
    Montar, como um pavê: creme e biscoito champagne, umidecido em leite.
    Finalizo, com biscoito triturado por cima e levo à geladeira por 6 horas.

    Cynthia, você me faz rir, mulher! Garanto que vai ser o melhor miojo da minha vida( considerando que quase não como miojo!…rsrs)!

    Uhm, Maria Fe, isso tava booom!…

    Fernanda, tá tão diferente, menina! Mais bonita, ainda!
    Quanto à comida, é preciso a gente desmistificar essa coisa de dizer: esta é boa, esta não é. É tudo preconceito!

    Roberta, a jarrinha é muito linda! Deixei no lavabo, onde não se usa muito.

    Carmen, a salada estava ótima, também e é bem fácil de fazer.

    Rossy, as comidas do norte e nordeste são muito especiais, não são?

  7. Oie La!
    Saudades daqui… aproveitei e li todos os post da visita da Rosana! Que delícia, adoro esse tricô todo, hahahah.
    Menina, que almoço maravilhoso! Sou louca pela culinária do norte do país e confesso que li com um babador! hahaha
    Bjo querida *Ü*

  8. Que banquete delicioso. Eu amo escondidinho!!! Com a visita da mãe então, deve ter sido maravilhoso o almoçp.
    PArabéns pra vc tb, mulher !!!rsrs
    Beijos
    Patricia Tedeschi

  9. Lilian, que bom que você não estava aqui, então: não resistiria! rsrs

    Oi, Ruby!
    Acho que já se encontra muita coisa por aí, em Brasília. Quem come dessa comida, vicia.

    Ei, Patrícia!
    Escondidinho deve ter esse nome, porque se não esconde, todo mundo come! rsrs

  10. Quanta coisa gostosa, tirando os peixes(não gosto muito)
    menina adorei o arranjo que fez com aquelas florzinhas que eu tenho aos montes aqui enão sei o nome, vc usou um copo comum né?!
    Bjs

  11. Menina porque não fui almoçar na sua casa?Que banquete!Sabe o que eu achei lindo?colher flores no jardim,e enfeitar a casa.LAVANDA,que delicia!Esta florzinha roxa plantei num vaso,brinquei muito de casinha com ela.Sera que lavanda pode plantar em vaso?Beijos e aproveite bem a mamãe

  12. Ô, Adri…Eu tô e preparando pra viajar amanhã, mas assim que puder, vou lá, regar a minha plantinha, tá?

    Manuela, na verdade os copinhos rosas são pequenos castiçais para velas.

    Cinária, a lavanda fica bem em vasos, sim, desde que num vaso maior. Assim que perceber que está perdendo o viço, replante-a.

  13. AaaaaaaH Laely! Tu queres me matar do coração, mulher?!!! Babei litros aqui! Que saudade de tomar um açai com farinha de tapioca!!!
    Adorei!

  14. Ivana, o pessoal aqui no sudeste transforma a cerimônia de tomar açaí, num ato de "acintoso desrespeito", veja bem: além de usarem uma polpa diluída, quase homeopaticamente, ainda misturam um monte de coisas que acabam roubando o sabor do protagonista da história, não é?

  15. Oi linda
    Ei eu comi pato no tucupái ontem tá?rsrs
    ai me deu uma fome agora, isso que é carinho de Mãe.
    Saudades de você.
    beijos
    beijos

  16. Laély!!! que falta de consideração desse post para uma brasileira que mora fora do seu país de origem, com taaaaaanta comida boa, oh meu Deus!!! hahaha

    Onde eu consigo tudo isso aqui, AGORA???!!!

    Vou passar o dia todo pensando nesse seu almoço rs

    Parabéns, tava tudo super lindo!

    bjocas

  17. Nossa Laély qta coisa boa…
    Meu marido é do Ceará, e qdo a mãe dele inventa de cozinhar coisas regionais, é muito bom, pois gosto de experimentar novos sabores.
    Parabéns pelo capricho!
    Bjks!

  18. Talita, esse peixe é salgado e desidatado, como se faz com o bacalhau. Para prepará-lo, faz-se o processo inverso, como o bacalhau, e se desfia.

    Re, beijinho para você também!

    Edna, eu sempre digo que o norte é um outro Brasil: com sabores, cultura e pessoas, completamente peculiares!

  19. Minha amiga fique com a boca cheia de água e com uma inveja danada dessa mãe nordestina viu!
    Mais ainda com seu ânimo expilicando tudinho, com fotos incrivési e informações para lá de precisosas, sobre os peixes, combinações e as futas…
    Fafavô viu! agora vc. arrasou amiga!
    bjk

  20. La,

    Você nem imagina a minha felicidade!!!!
    Há uns 20 dias eu estava indo viajar e perdi o sono e navegando na net achei o seu blog …li quase todo em uma noite.Amei!!
    Ai eu voltei de viagem tem uma semana e estou tentando procurar o seu blog de novo e não acho,nem o google me aguentava mais.Ai lembrei o nome do seu cachorro e te achei no google.
    Seu blog é uma inspiração para mim!!Amei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *