Roupa de mulherzinha


FFFFOUND!
Confesso que antes de ter um blog eu era mais neurótica com o corpo. Não perdia um exemplar de todas essas revistas de moda e boa forma! Continuo comprando, em menor escala, porém elas vão ficando de escanteio, enquanto devoro as de decoração primeiro!
Acompanho a revista Estilo desde o seu lançamento, mas a última edição ficou esquecida no meio da bagunça do carro; só hoje fui dar uma folheada. Uma notinha chamou a minha atenção, porque foi uma novidade que considerei bem bacana:
Sempre admirei o estilo princesinha da atriz Débora Falabella. Juntamente com a estilista Mariana Aretz, as duas criaram a marca Un Vestido y un Amor, dedicada a produzir uma das peças do guarda-roupa feminino: vestidos, com um arzinho retrô.
Amo muito tudo isso, porque eu tô numa fase bem mulherzinha e elegi: vestidos, saias, batinhas bordadas, sapatilhas, como os preferidos do momento!
Amei ainda mais, ao ver o vestido que a Débora posou para a matéria e, advinhem qual o tecido do modelito? Matrioskas: o mesmo que mostrei, da Fernando Maluhy, no post da sexta:
Com um cintinho de lacinho, não ficou uma graça?
Quando a Cynthia, do Fala Mãe!, contou que mandou fazer um vestido de matrioska, eu até duvidei mas, e não é que ela está sabendo das coisas?!
Preciso muito disto: Notícia triste: como os modelos são edições limitadas, esse aí já esgotou( Buááá!)!

Notícia boa: os preços são bem acessíveis!
O mais interessante, é que toda as encomendas são virtuais, através do blog das meninas.
As próprias clientes, parecendo muito satisfeitas, posam como modelos.
Mais um dos fofos, de poá e faixa na cintura: “Voei” hoje, até Vitória, esperando encontrar o tecido das bonequinhas, mas a moça que me atendeu, não sabia nem o que era uma matrioska(?!)! ( Buááá, de novo!) Acho que vou precisar encomendar.
Se quiserem conferir, é só clicar no link da marca, acima.
Boas compras!

You may also like

19 Comentários

  1. Ahahah Lá, foi exatamente daí que eu tive a ideia mesmo. Mas eu pensei em fazer só uma blusinha sem manga, pra usar com jeans e sandalinha. O vestido eu achei lindo, mas acho que não teria tantas oportunidades de usá-lo, pois vc sabe a fase da vida que encontro, né? acho que é muito pra ir ao parquinho rsrs… Não encontrei minha avó ainda, só no feriado. Qdo ela fizer faço questão de te mostrar. Essa marca é tudo pra nós "mulheres tuppewares". Nunca pensei que fosse falar de moda, pois sempre fui "OUT" nesses assuntos, mas essa história de virar blogueira muda mesmo a vida da gente. beijos querida.

  2. Olá Laely … engraçado, nunca imaginei que matrioshkas ficariam uma graça num vestido ! A Debora está está no caderno Feminino do Estadão de domingo passado … exatemente sobre os vestidos retro !!!
    Bj
    Patricia

  3. Ai que fofo!!!
    Amo roupa bem feminina, agora estou na fase da saia, quero ver se posto alguma hoje, depois passa lá pra ver.
    E este vestido de bola ta show, quero fazer um pra mim para o verão, acho que consigo.
    Bjs wanilza

  4. Oi, Laély…

    Estou tentando entrar nesta fase menininha também, mas aqui em São Bernardo só faz frio e garoinha, o que tem minado meus planos. Não vejo a hora de mergulhar num vestidinhos…

    Adoro estes arzinho retrô também, vou conferir a dica!

    Bjsss e saudades, viu?

  5. Laély
    adorei a dica, vou olhar o blog delas… também adoro um vestido estilo "mocinha"… acho super feminino. Talvez por isso adore tanto o ballet com os seus "tutus" fofos… sou toda menininha.
    Beijos
    lelê

  6. Bom, seria bom, se fosse eu na foto, né? rsrs
    Mas teve uma época de novela, que todo mundo dizia que tinha uma menina que era a minha cara. Precisei conferir e até achei que fosse parecida mesmo. Eu acho a Débora muito fofa!

    Cynthia, você me faz rir, da sua capacidade de rir de si mesma. Mas eu tô doida pra ver a sua matrioska!
    Tem razão: internet muda a nossa vida.

    Patrícia e Nani: a proposta da marca é tão simples, mas tão graciosa!

    Taí, Wanilza: se você sabe costurar, parece ser fácil!

    Flávia, aqui já está o maior calor, convidativo a uma roupinha mais leve.

    Lelê, eu não gosto muito de babados e frufrus, mas amo uma delcadezas!

  7. Alo,Laely!
    Faz pouco tempo que acompanho o seu blog,mas gostei muito dele desde a primeira vez…Parabens,ele e tudo de bom!
    Suas mensagens alegram o nosso dia..
    Estou achando engracado estas estorias de matriuskas…
    Eu tenho uma boneca dessas ha muitos anos ( quase vinte anos )…
    Ela e uma boneca russa legitima.Na verdade ganhei de minha madrinha de
    casamento que tambem e russa.Todas as criancas da familia e agregados
    adoram esta bonequinha…A minha e pequena,colorida e de pintura simples,mas muito bem feitinha.
    Acho que e impossivel nao se encantar com estas delicadas bonequinhas guardadas umas dentro das outras…As vezes tenho de esconde-la dos olhos do meu filho pequeno que acha o maximo brincar com elas…
    O fato e que esta semana passada fui a Sao Paulo (moro no Rio) e lembrei do seu blog e das lindas matriuskas,pois numa visita ao bairro da liberdade,dei de cara com muitas destas bonequinhas enfeitando as vitrines das lojas…Resultado…Tive de comprar uma delas para presentear as minhas sobrinhas que tambem amam
    estas bonequinhas de sonho!
    Ontem dei o presente para elas(que obviamente curtiram de montao)….So espero que as bonecas sobrevivam aos seus dedinhos inquietos de meninas.
    Quando cheguei em casa e li o seu blog achei engracado a coincidencia do assunto .
    Amei o vestidinho de bonequinhas! Eu simplesmente adoro
    vestidos e todas estas roupinhas tao leves e femininas…Estas pecas do universo das ''meninas"
    trazem delicadeza e leveza ao nosso ser…Muito lindo!
    O que seria de nos sem a poesia que vem da crianca,da mulher e da natureza? Em tempos dificeis e violentos aqui no Rio…As imagens das pequenas matriuskas sao oais de refrigerio
    para mentes cansadas de imagens tristes…Perdoe os meus devaneios,mas andamos um pouco estressados por aqui…
    Que venham mais matriuskas e lindas delicadezas femininas!
    Um carinhoso abraco,
    Teresa

  8. Ô, Teresa…que delícia de mensagem!
    Meu marido é de Petrópolis, por isso, já fomos muitas vezes ao Rio, cidade que me encanta desde que conheci! Além de maravilhosa( lugar comum, falar isso!), o povo do Rio é especialmente simpático! Pena, toda essa violência.
    Acho que a paixão por essas bonequinhas, é pela riqueza e delicadeza de todas aquelas pinturas detalhadas.
    As que eu tenho, uma amiga comprou pra mim, justamente no bairro da Liberdade, em SP.
    Obrigada pela participação e comentário. Coisas assim, também fazem o meu dia mais alegre.
    Abraço!

  9. Obrigada por passar lá no blog!!
    Adorei os comentários!!
    Faz os creepcakes sim! São fáceis e super divertidos!!
    Um bjo!

    Ah! Adorei este vestidinho de babuszka…

  10. Júnior e Mário: quanta honra!
    Tenho acompanhado os trabalhos de vocês na CasaCor e Casa Cláudia. Abraço e parabéns!

    Lululinha: gostei da idaeia dos creepcakes. Vou procurar material e ver se terei tempo de fazer. Abraço!

  11. A Cynthia do Fala Mãe, ter blog muda tudo ou no meu caso muita coisa nas nossas vidas.

    Enfim fiz o post que vc pediu sobre furoshiki. Espero que goste e seja útil.
    A Poderosa já comentou e disse que gostaria de ver furoshikis se popularizarem antes do Natal, legal.
    bj

  12. Essa não precisa publicar, só para explicar, Bom sou eu, Elisa do Elisa no blog. Entrei com outro e-mail e saiu outro perfil. vc tinha percebido que era eu?

    bj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *