"Lugar de gente feliz…"

…Não é nas Casas Bahia! Mas é o tema do post a seguir, mais exatamente.
“Sigam-me os bons!”
Sabem aqueles dias, em que você abre o armário lotado e exclama, inconsolável:
“Oh, céus! Oh, vida! O que será que eu visto hoje? Tô tão sem roupa!…” Orange You Lucky!
E aqui, estou eu: tempo correndo contra mim, fim de semana chegando, maior desejo era estar na caminha dormindo, mas só de pirraça, plantão 24h, pensando no que postar de novidades hoje, vasculhando meu arquivo de mais de uma centena de imagens e ainda, reclamando da minha falta de criatividade, quase sem fôlego, cof, cof, cof:
“Oh, vida! Oh, céus! Não tenho nada pra mostrar!(?!)…”

Vamos lá, não sejam tão insaciáveis assim, me exigindo uma novidade a cada segundo( Nada! vocês até que são bem bonzinhos comigo, né?!) afinal, é primeira semana de horário de tensão( ops!), quero dizer: verão! Estou em período de adaptação.

No post feito pra mim( Ai! Mas como eu estou insuportavelmente metida!) a Ana levantou a hipótese sensacionalista de que eu deveria “dormir menos de quatro horas por noite, certamente!” Certamente que não, Ana: umas 6h, seria mais o próximo do real! Mas não por vontade própria. Se dependesse só desta, escolheria lagartear na cama até o meio da manhã, abraçada ao meu gatinho… The Animal Blog
Então, só depois do café da manhã, servido na cama pela assessoria particular, eu animaria a colocar o pezinho fora do quarto. Dormir 8h por noite e acordar pela manhã, contente e feliz, animada pra dar umas voltinhas com o Hulk e levar a vida normal que uma diva merece, seria um sonho de consumo bem modesto, não acham?
Tá bom, nem tanto! Mas uma noite bem dormida não seria luxo nenhum!
Em vez disso, deslizo da cama feito uma preguiça e sigo me arrastando até a metade da manhã, demorando a acelerar, igual carro fabricado na época do Pró-Álcool! “KEEP CALM AND SLEEP ON!”
Agora, chega de encher linguiça, mesmo porque, tem gente na plateia interessada neste assunto:
O negócio, é driblar a prostração causada pela mudança no relógio biológico, economizando energia também: um olho trabalha, enquanto o outro descansa.
Voltando à história do nosso post de hoje, não tive mais dúvida sobre o tema, depois de coincidentemente( ou não?…) chegar a uma certa imagem familiar…
Seguinte: no post anterior sobre as bandeirolas a maioria gostou da ideia, mas alguns, mais desconfiados que um bom mineiro, duvidaram da eficácia do projeto.
A foto de uma cabeceira rústica de cama, que o Fabiano Mayrink, mais observador que eu( ou, seria mais acordado?!…) alertou ser de uma porta velha, chamou a atenção.
Zapeando pela internet à procura da inspiração perdida, encontrei a mesma inconfundível cabeceira, apenas com um detalhe diferente!
Descobri ser de uma moça, nada parecida com essas esquálidas modelos de caras bravas, que aparecem nas revistas chiques de moda ( será, que a cara de mau-humor é porque elas não comem direito, ou porque é chique ser mau-humorada?! Se a segunda hipótese for verdadeira, às vezes então, eu sou chiquetésima!)
Prefiro esta, fazendo o estilo “cheinha, mas feliz”:Eliene, lembra do recado que lhe deixei: “chique é ser feliz”?
Pois então: fiquei encantada com a “chiquereza” dessa moça, apesar das costuras na calça jeans “pega marreco”, a la festa caipira, talvez para combinar com a cabeceira da cama, cheia de bandeirolas! Tudo é festa pra ela!
E, já que é pra ser feliz, uma amostra, provando que pular em cima da cama não faz mal a ninguém( por que é que eu não pude fazer isso quando criança, então?!…):
A moça-de-bem-com-a-vida tem uma carrada de fotos no Flickr, mostrando a cama simplesinha, displicentemente arrumadinha, mas de cara nova a cada mês. E, “santa criatividade, Batman!”
A questão, não é discutir aqui se é de bom gosto ou não, mas que a dona da cama é de personalidade, ah, isso é!
Quem se habilitaria a mudar a casa assim: conforme o humor, o clima, a época festiva, sem gastar quase nada?
Quem?!
Queeem?!!…
Então, tá! Não precisaria ser a casa toda! Apenas, uma cabeceira de cama! Façam a sua! Eu desafio.
Por enquanto, ficarei com as dela: uma “metamorfose ambulante” e encantante! Varalzinho de recordações:Em clima de Halloween: Sem palavras: KKKKK!
Ah, mas esta se salvaria: Principalmente, com este acessório felpudo:

Uhm…essa caminha tá tão convidativa!…
Mais crochê:
Um ano de boas lembranças:
Outro detalhe, nada-a-ver com cabeceiras, mas tudo-ver com a alegria dessa casa:
E aí? É chique, ou não é?
( As imagens do gato e cachorro: Desire to Inspire)

You may also like

13 Comentários

  1. Adorei essa moça e vou aproveitar que tenho flickr pra adicioná-la e ver sempre suas atualizações. Esses dias filosofando com marido sobre a mesmice da nossa rotina. Eu sugeri: Precisamos de gente mais doidinha ao nosso redor, gente mais desmiloada falando e falando coisas sem nexo, como na época de faculdade. Sempre apelamos para o saudosismo rs…
    Laély, acredite flor, da falta de criatividade, você não padecerá nunca. beijos e bom final de semana

  2. La, tb sou da turma que dorme menos de 6 h e em época de bazar, ainda menos. E hoje tô que nem zumbi… zzzzzzzzzzzzzzzzzzz!
    Mas passei aqui pra contar que estou fazendo bandeirolas (ontem não consegui comentar aqui nem com reza brava), pra um kit fofo a la chapeuzinho vermelho!
    Acho que vc vai gostar!
    bjs e bom findi,
    Ana

  3. amiga chiquetéssima
    vim só ver meul email, pois estou de saída pra capital, acreditas que anda nem comprei o tecido pro meu vestido de noiva?rsrsrs
    e dezembro está logo ali,né??
    mas não resisti vim te fazer uma visita e nossa amiga fiquei feliz em ver meu nome em uma postagem sua, brigada e você com certeza tinha razão: chique é ser feliz.
    sou da turma dessa gordinha aí,rsrsrs
    adorei a cama meio bagunçada, adoro a minha assim, com cara de "deite aqui agora".
    quando voltar de Belém venho aqui te ver com mais calma.
    te adoro
    beijos

  4. Laély do sem nada pra postar, me saiu um LINDISSIMO post, os seus animais sao uma graça todos estilosos assim como a dona!

    Eu adoro estas decoraçoes inusitadas e incomuns, sao elas que botam certamente a essencia de cada um e que da o toque ESPECIAL, aprendi muito com blogs pois tive a CHAVE para a critividade, assim como fiz com o post dos lustres rusticos que fez, lembra?! e acho q vc tambem ja foi mordida pelo bichinho da arte, pois os lustres e a prateleira das bonecas ficam lindas e unicas!

    e obrigado por citar meu nome! :)

  5. Laély, sabe que venho aumejando muito esta posição gata de sofá…
    Esta moça da cama deve dormir umas 3hs por dia…Ô criatividade boa, sô!!! E haja, hein?
    bjo e bom fds…

  6. Oi, Elisa! Nesse meio, a gente pode ser tudo, mas não dá pra ser o que não é, por isso, fico feliz de conquistar o respeito de vocês, mas acho que isso deve partir, primeiramente de mim.

    Cynthia, visitei seu blog e vi seus cupcakes chiques. Quando ia postar o comentário, apertei a tecla errada e perdi tudo. Mas eu volto, me aguarde!
    Seu marido é do meio intelectual, introspectivo?
    O que a gente precisa, é saber sair da rotina, de vez em quando, né?

    Fátima, vou lá!

    Oi, Patrícia! Abraço!

    Ana, tô doida pra ver isso! Vê se dorme, hein!

    Dri, obrigada pelo óteeemo!

    Eliene: cooorre menina, pra dar conta desse vestido!
    Gostei dessa cama "deiteaquiagora"! Quero uma pra mim! rsrs

    Fabiano, o legal de ver essas invenções é que ficmaos mais corajosos para ousar. Lembro do seu lustre, sim. Abraço!

    Oi, Cris! Obrigada por seguir o blog! Bem vinda!

    Larissa, já vi o post,mas nao consegui comentar, tentarei mais tarde. Pode fazer propaganda?

    Oi, Laura!
    Darei uma olhadinha na sua dica, tá bom?

    Oi, Dani! Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *