Cúpulas com frufrus

Como ganhei alguns aviamentos da Cynthia, estava pensando o que fazer com eles.
Encontrei algumas inspirações na internet:
STIPJE

STIPJE
Clica aí na imagem, para ampliar os pompons:
Decor 8
Uma aplicação simples, muda tudo!
A Lú, do Studio da Lú, também fez algo parecido, aqui.

You may also like

15 Comentários

  1. Engraçado que te mandei penssando nisso mesmo rs… Tb comprei pra fazer nos meus abajours que são tão sem graça, mas ainda não fiz, to esperando uns tecidos que comprei e não chegam. beijinhos

  2. Cynthia, tenho umas mini-cúpulas e pense em aplicar nelas, mas tem que aplicar tecido antes, também.

    Cláudia, é uma forma simples de mudar o visual.

    Carol, eu também reparei nas casinhas: fofas!

    OI, Roberta e Mirella! Coisa facinha de fazer.

  3. Simples sim, mas de grande efeito.
    São aqueles toques que fazem a diferença.
    E a decoração de qualquer ambiente tem que passar por essa transformação.
    Até mesmo coisas que compramos prontinhas se colocarmos nosso dedinho vira sempre outra coisa já reparou nisso?!
    Essa primeira cupula com o lése (não lembro como escreve) ficou um mimo de delicadeza.
    Amei sua inspiração.
    bj

  4. Oi amiga linda e maravilhosa, que postagem mais inspiradora, cada um mais lindo que o outro.
    sabe até hoje na minha cozinha não tem lustre na minha cozinha, hum quem sabe eu não bole alguma coisa inspirado na sua postagem.
    beijos

  5. Adoro esses abajures criativos, tem um jogado na casa da minha mãe só que o pé é meio cafona, tipo louça creme meio redondo mas a cupúla é enorme. Tens alguma idéia p eu mexer nele?
    bjs

  6. Oi, Suzana!

    Eliene: acabei de comprar um tecido importado,pensando em modificar um abajur da sala. Mostra a sua arte, se tiver tempo.

    Ai,Rosi…precisa ver. Manda uma foto pro meu e-mail e eu digo se tem alguma ideia.

  7. Reparou? Não estou fazendo perguntas…
    Embora tenha muitas na gaveta para vc. rsrs
    Esse post como todos os outros está muito gracinha.
    bj

  8. Ô, Elisa…Já falei: enquanto eu souber responder, pode perguntar. Se não souber também, admito, e a gente procura a resposta juntas. É assim que se aprende. Mas não deixa de participar, tá bom?
    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *