Coisa de louco!…


( Laély J. Lewis, numa de suas experiências malucas!)
Ando envolvida na montagem de um quebra-cabeças:

Resolvi mudar a disposição dos quadros da sala, acrescentando mais imagens e molduras. Julguei que seria fácil afinal, achava que entendia do assunto após ter visto tanta coisa bonita por aí:
A Lucila, do Casa de Valentina, mostrou alguma disposições de quadros e molduras na parede, aqui.
A Vivianne, de( coeur)ação, encheu-nos de ideias com as suas paredes cheias.
Como uma estagiária em fim de curso, corri a colocar em prática o que aprendi, toda confiante!
Bem que a Susi avisou que a tarefa era mais complicada!…
A minha sala está de pernas pro ar, ou melhor: na chon! A empregada chega, olha de banda pra mim…”Desculpe o transtorno, estamos em obra!”, penso em justificar, mas não adianta! No outro dia, já troquei tudo de lugar novamente! Sinto-me uma cientista maluca no seu laboratório, fazendo as suas experimentações! ( Só pra não admitir minha incompetência!…)
“Calma, calma, não criemos pânico!”, como diria o Chapolin Colorado.
Os entendidos( mais entendidos que eu!) recomendam colocar os quadros lado a lado, antes de furar a parede, e ir trocando as posições até encontrar a composição mais harmoniosa e, não! não fazer como eu fiz: dando uma de carimbador maluco , saindo por aí furando a torto e à direito( mais torto, que direito!)!
“Plunct Plact Zum
Não vai a lugar nenhum!!” Bem que Raul me avisou!…
Peço ajuda aos universitários e admito precisar de mais pesquisa de campo.
Adquiri há pouco, uma edição maravilhosa da Casa Cláudia que lhes recomendo:
“70 Ideias Inspiradoras de Decoração”
Garanto-lhes que o título procede. Darei alguns exemplos:
Quem disse que não se pode exibir fotos pessoais pela casa, está desatualizado.
Neste hall de entrada, fotos da família formam um delicado mosaico de recordações:
Molduras antigas e modernas, tamanhos e formas variadas porém, dispostas uniformemente, delimitando a área do aparador.
A parede, ao lado da cabeceira da cama da artista plástica Fernanda Abdala, ganhou uma cor terrosa e uma composição diferente, feita com molduras trabalhadas: Aqui, um corredor transformado em galeria da fama pelos arquitetos Antônio Ferreira Jr. e Mauro Celso Bernardes: O Antônio Ferreira Jr. já foi motivo de um post especial, aqui.
Voltando à vida real, algumas das minhas experimentações: Já cheguei à conclusão que preciso deslocar essa luminária de parede para outro lugar.
Mudei a posição dos quadrinhos na entrada: Mandei fazer esse, de fundo azul.
Podem acreditar: isso é uma daquelas placas de vidro, usadas na cozinha para cortar temperos ou frios; encontrei no Carrefour. Achei tão delicada! Lembra ladrilho antigo.
Escrevi o início da oração de São Francisco, pois considero uma frase relevante na minha vida:

A escada em frente, que dá para os quartos, comecei a preencher com quadrinhos, também: Como sou apaixonada por árvores que florescem, comprei um jogo de postais de algumas mais belas, durante nossa última visita ao Jardim Botânico, no Rio: A escada, vista de cima: Ganhei esta ilustração antiga de anjo de uma freira, no hospital onde trabalho.

Emoldurei postais de alguns pontos turísticos de Vitória, feitos em bico de pena, porque também aprecio desenhos: A foto do por do Sol foi tirada no mirante do Caravaggio, aqui em Santa Teresa.
A Lululinha também resolveu fazer experiências e montou esta meia-parede na sala dela: Achei tão simpática que acrescentei aqui: Enquanto a minha, ainda está em fase de testes…
Quando sair do laboratório, mostro pra vocês.
Ainda não sei o que vai dar…

You may also like

23 Comentários

  1. La, tu é a amiga mais inventadeira do mundo! A idéia do vidro de carne foi incrível.
    Eu acho lindo quadrinhos que sobem escada, acho que é uma parede que precisa receber vários enfeitinhos. Se eu morasse em casa com escada, com certeza colocaria também.
    Agora mudar a luminária de lugar é uma empreitada hein. Eu fico com preguiça só de pensar.
    Bjo

  2. Mirella, dá uma olhadinha no Carrefour. Quem sabe, ainda encontra?

    Jane, quanta honra recebê-la na minha casa! Se soubesse antecipadamente, teria mandado gelar uma Cocas( zero!).
    Acho que essa parte de eletricidade, ainda não me viro sozinha. Precisarei da ajuda dos universitários, também…

  3. Pode ter dado trabalho mas ficou uma graça esses quadrinhos na subida da escada.
    Me bateu uma certa nostalgia ao ver o quadro do anjo da guarda, tinha um idêntico na cabeceira de minha cama, quando criança.
    Depois que conseguiu "amansar" a serra tico-tico, não duvido que vá tentar trocar a luminária de lugar..rss.

    Bjs

  4. Oi La,
    sempre que volto de pequenas ausências, fico na ânsia de mexer em alguma coisa na casa. E voltei com duas ilustras japas fofas que ganhei da minha amiga japa-querida-parceira que me hospedou (ela tem blog: http://www.patymimmos.blogspot.com) e agora tenho 3 novos quadrinhos pra pendurar.
    Mas aprendi que é melhor pensar antes (o Gu sempre fala que preciso ter mais calma antes de sair martelando, furando e cortando, pra não me arrepender!).
    E também voltei com fofurinhas pra cozinha. Enfim, preciso te mostrar um monte de coisas!
    Bjs, Ana

  5. Tenho muitas fotos e muitas pinturas. Legal, vou começar a colocar na parede.

    Meu blog uma universidade, que elogio legal. Ou está muito didático? Procuro não ser pedante ao dar informações.

    vou procurar informar mais sobre furoshikis.

    Tenho algumas matrioshkas, vou postar uma especial hoje para vc ver.

    bj

  6. Nárriman, pendurar na parede eu já sei. Só não gosto muito de mexer com a parte elétrica, mas, como diz aquele ditado popular: "a necessidade faz o sapo pular". Se precisar, a gente troca sozinha.

    Ana, acho que é uma forma da gente sentir que está presente, que é cuidadosa, não é?
    Eu também sou super ansiosa! Quero resultados! Acho que é por isso que não tenho paciência pra deixar o cabelo crescer.
    Estou ansiosa também pra ver as suas novidades.

    Elisa, eu quis dizer que "viajar é uma universidade". A gente aprende sobre outros povos e culturas, na prática. Embora, participar da blogosfera não deixe de ser uma viagem, portanto uma universidade, também. Então, você está na escola, por duas vias: a real e virtual.
    Abraço!

  7. Laély! Vou procurar essa maravilha no carrefour, tomara que tenha aqui tb.. Adorei sua escada. Coisa que não sei fazer de jeito nenhum é dispor quadros na parede decentemente. beijos querida e te mandei email viu?

  8. OI Lá!!!
    Esse quadro que vc fez com a placa de vidro ficou maravilhoso, a oração de S. Francisco é a minha preferida! Posso copiar a ideia?
    Achei os quadrinhos na escada maravilhosos, muito bacana os postais emoldurados!
    beijo
    Ester

  9. Ah, Ester! Fique à vontade. A ideia é pra ser compartilhada, mesmo.
    Você pode emoldurar uma placa, coberta de tecido clarinho e escrever com caneta de retro-projetor por cima do vidro, se quiser.
    Abraço!

  10. Lá, como você é modesta, a parede da escada já ficou um charme, tenho certeza que as outras vão ficar também…
    Adorei o quadrinho com o vidro de carne, lindo lindo o desenho!!

    Obrigada pela dica ontem, acho que vou mesmo fazer uma parede assim na parede de cima da escada

    bjuss :)

  11. Amiga, tenha fé!!!
    Fiquei uma semana com os quadros espalhados pelo chão da sala, e cada vez que olhava para eles mudava alguma coisa…
    Adorei que tu colocou minhas fotinhos no teu blog… fiquei mto feliz!
    Meu próximo passo é fazer algo na parede da escada, quero encher de fotos de família… mas ainda não tive coragem (é uma escada grande…heheheh).
    Um bjo!

  12. Susy, assim como a Lululinha, as paredes da minha escada são amplas. Minha mãe me pergunta sempre, onde eu vou pendurar mais coisa lá em casa. Respondo que ainda há muito lugar para preencher.

    Lululinha, eu só daria um espaço maior entre os seus quadrinhos( e, tome fazer mais furos!).
    Uma dica, se é que não sabe, é usar fita banana para segurar os quadrinhos mais leves. Furos a menos na sua parede.

  13. oi amiga linda
    sabe adoro fotos antigas e só ainda não fiz uma parede assim, porque ainda não me doaram as fotos que quero,rsrs.
    mas aos poucos você vai colocando um pouco mais de vida, de história, de cores na sua casa,né?
    e suas paredes estão lindas, amei.
    como sempre arrasou.
    eu estou por aqui na minha saga casamentícia,rsrs
    num momento:
    Socorro a costureira sumiu!
    mas ainda me conservo os cabelos, sem desespero,kkkkkkkkkkkkkkkkk
    te adoro
    beijos
    beijos

  14. Acabei de fazer algo parecido na minha casa essa semana. Peguei 20 molduras identicas 15×15 e coloquei fotos 10×15, todas em preto e brando…ficou muito show. Ficaram 2 fileiras com 10 fotos cada

  15. Oi Laély!
    Pintei a latinha com tinta acrilica branca, depois de seca usei tinta acrilica na cor magenta com um pouco de branco pra dar o efeito manchado…
    Obrigada pela dica da fita banana, já tinham me falado nisso, mas eu nunca usei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *