Domingo, em Imagens e sabores

Esse foi um dia, que me propus fazer nada mais importante que ficar em casa.
À noite, estaria de plantão e por isso, tratei de aproveitar o ensolarado dia, saindo com o cachorro de manhã pelos caminhos de sempre.
Voltando, desgrudei o menino do computador para que me acompanhasse até o quintal.
Há sempre alguma surpresa:
O ipê não está mais tão exuberante; ainda assim, continua me divertindo, com as suas pipocas de flores, que acompanho o desabrochar aos poucos, sempre me perguntando se conseguirá superar a floração do ano anterior.
Como precisava fazer almoço, fui conferir o que a hortinha dos meninos tinha a me oferecer. Recebi informações, de fontes confiáveis, que havia pepino e couve rábano, prontinhas para a colheita.
Fiz uma pesquisa de campo e, não saí de mãos vazias:

A rúcula já deu o que deu e agora, só flor é o que dá. O menino espera colher as sementes para replantá-las:
Sabem que florzinha bonitinha é esta?
Pepino, não tão bonito:
Mas a regra é : usar, tudo o que colher e comer, sem fazer cara feia.
A alface está quase no ponto: ponto de ir pra barriga!
A de cima é crespa e esta aqui é lisa:
Tem alecrim, também.
E capim cidreira, e salsinha, e cebolinha, e manjericão:
Ao lado, um pé de quê?
Desta frutinha barbada, delicada e docinha:
Contratei um catador oficial de amoras:
Pausa para uma conversa, ao pé do ouvido…shhh
Parece que entraram num acordo:
-Você se comporta, que eu levo pra passear.
-Au, au! ( “Amo muito tudo isso!”respondeu o Hulk)
Catei uma outra frutinha selvagem, que chamamos moranguinho silvestre. Mas o arbusto é muito espinhoso!…(Ai! De espinhosa, já basta a vida!)
Mas é bonitinho!
Tanto esforço, e nossa empreitada só rendeu isto:
Agora, chega de brincadeira, porque eu tenho um almoço pra fazer.
Dão uma licencinha, por favor?
Ah, obrigada!
Foi mais rápido que em restaurante self-service!
Estão servidos?:
“Lamentamos com pesar, o desaparecimento deste, que um dia fora prato de comida…já era!”
No dia anterior, almoçamos no self-service porque não tive tempo de ir pra cozinha.
Querendo compensar, perguntei ao filho do meio o que ele desejaria que eu fizesse para o almoço de domingo:
“Comida”. Simplificou, ele.
E a “comida”, foi:
-Truta salmonada grelhada, temperada com limão e erva doce (colhi umas folhinhas no quintal);
-Salada de palmito cru e grão de bico;
-Arroz 7 grãos ( acrescentei arroz negro: 8 grãos, ficou);
-Batatas ao alecrim, assadas;
-Salada de alface, sem esquecer da couve rábano e pepino, colhidos na horta;
Para fechar com chave de ouro, a sobremesa tradiconal do domingão: açaí com sucrilho.
A taça, ao lado do prato, não é o que parece: não bebemos vinho e nada que contenha álcool mas, preciso confessar: sou uma viciada em Coca-Cola…
(Ninguém é perfeito, ué!)

You may also like

18 Comentários

  1. Ai que delicia de refeição Laely, esta linda, colorida e com cara de deliciosa, muito bom seu domingo. Desculpa se não ando comentando td como gostaria tô com problemas no pc, hoje ele resolveu funcionar e aproveitei para comentar. Tava com saudades. bjs 1000 – fffc

  2. Que maravilha de quintal! E eu aqui cercada de prédios, dureza! E esses morangos silvestres dariam uma torta linda como aquelas de desenho animado.beijos

  3. Comidinha bonita de se ver, gostosa de comer, fácil de fazer!

    Fátima, um abraço pra você!

    Carol: paladar, também se educa.

    Cynthia: rende muito pouco pra uma torta. Pensei numa caldinha para iogurte. uhm!…

    Nani: esse quintal, é dureza mantê-lo verde, porque é um morro muito seco. Usamos água de chuva para irrigá-lo.

  4. Como é chiquetosa….
    Truta, salada de palmito com grão de bico, batatas ao alecrim… aiai… dá até peso na consciência…. ontem meu marido comeu torta de legumes…kkk…detalhe… massa feita no liquidificador…. tadinho…
    A horta é linda. Parabéns.
    Beijos no core.

  5. Terra seca?!!! Nossa então parabéns em dobro prá você, porque sua horta não deixa a desejar.
    Vi nesse post o retrato de uma chácara que um dia fará parte de minha vida, não sei como nem quando, mas um dos meus desejos é morar num lugar assim. Esse lindo post me fez sonhar,obrigada.
    Natureza, adooooro!
    Beijão

  6. Ai, Teka…O dia que só tem miojo, eu fico quietinha, né?!…rsrsrs

    Patrícia: se você tem filhos pequenos, não há nada melhor que criá-los num lugar como esse! Invista no seu sonho!

    Abraço!

  7. Oi Laély, tudo bom? Sempre acompanho seu blog, acho super 10. Está nos meus favoritos!! rs… Moro em uma chacara no interior de SP e gostaria muito de saber o que é esse morango silvestre…rs… como consigo? Brigada, bom dia pra vc!!! bjs

  8. Myrian: a gente chama isso de moranguinho, mas nem sei se é da mesma família. Aqui, isso é considerado praga, que nasce no meio da mata e se alastra, sem ninguém plantar. Os caules dos arbustos têm muitos espinhos, por isso, o pessoal não gosta que se espalhe pelo pasto. É algo muito rústico. Se estiver interessada, posso ver se isso tem semente, mas não sei se vale a pena plantar.
    Um abraço!

    Luci: e as mãos roxas de colher amoras, você lembra?

  9. Laély ando tão cansada q não consigo ler todos os post q acompanho, mas vendo todas essas maravilhas não tem cansaço que não aguente fazer comentários,primeiro q os moranguinhos m lembraram minha infância q ia na casa da vovó colher morangos,depois q maravilha de quintal q vc tem o prazer de fazer parte,parabéns vc é abençoada, e seu Hulk,deve ser muito companheiro mesmo, q fofo os dois.
    Bjs

  10. laély, nós temos – melhor dizendo o Vinícius, meu guri de 10 anos, tem o projeto de fazer uma horta. fez as sementeiras, plantou e a danada da cachorra invadiu e destruiu tudo. Pode? bj

  11. Ana, veja que conincidência: meu filho do meio( o da horta de alface) também se chama Vinícius.
    Aqui em casa, o cachorro não tem acesso à horta, se não, já teria feito bagunça, com certeza.
    Ou você cerca o cachorro, ou cerca a horta.

  12. Que maravilha de dia! Já tentei fazer uma horta aqui no meu apartamento mas acho que por conta do sol, não prosperou. Muito relaxante ler este seu post, viu,
    beijo
    Berê

  13. Berê, criar uma horta com espaço, já não é tão fácil, muito mais em apartamento! Em Vitória, ainda não sei o que colocar na varanda, pois pega o Sol da tarde. Mas tem gente que consegue.
    Abraço!

  14. Creio que isso é a Felicidade: filhos, bichos, plantação, amor, carinho, criatividade em tudo e viver a vida sempre com a família.
    Parabéns! Adoro isso também.
    Beijocas carinhosas e obrigada por estar visitando meu blog.
    Marcia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *