Banana Bread da Luciana

A Luciana salvou o meu domingo! Não a Gimenez. A Betenson, do Rosmarino e Prezzemolo, com suas receitas maravilhosas!

Fim de semana corrido, não deu tempo pra fazer muita coisa em casa.
O almoço de sábado foi um macarrão “mais ou menos”, com um molho de tomate pronto “mais ou menos”.
Aí, chega o domingo e aquela perguntinha básica que se faz, antes de ir pra cozinha:
“E agora, quem poderá me salvar?”
“Luciana( Betenson) Colorado”, sempre dá uma ajudinha à donas de casa em apuros!
Já dei uma receita de quiche de alho poró, aqui.
Resolvi então, variar um pouco o recheio da minha, usando uma receita do blog da Luciana, daqui.
Ficou tão boa, que não sobrou para fotografar: logo foi devorada, apesar de eu ter deixado passar um pouco da hora de tirar do forno, ficando corada demais. Mas, foi um almoço bem mais digno que o macarrão “mais ou menos” do dia anterior. Apenas, substituí o bacon, já que não comemos carne de porco, por cubinhos de salmão defumado.
Missão-almoço: “cumprida, senhor!”
Depois de ajeitada a bagunça na cozinha, vi que não daria tempo de fazer pão. E, quem me salvaria, novamente?…
“Luciana Chapolin Colorado” com seu banana bread, que não é seu, mas da sua prima americana; só que essa história, mais esta outra apetitosa receita, deixarei que confiram por lá. Aqui o resultado, saído do forno:
Quando vi que a receita não usava fermento biológico “duvidei, desde o princípio”, mas me surpreendi com o resultado:
Ficou, como se fosse um pão de textura bem macia, além de cheiroso e gostoso.
Já me imaginei, fazendo uma produção em série desses, acrescentados de uvas passas, para dar de presente no Natal.
“Sigam-me os bons!”

You may also like

17 Comentários

  1. hehehehehehe vou brincar com ela hahahahahahaha
    Sabe, eu conheço ela pessoalmente, é uma graça de pessoa, muitooooo linda por sinal!
    Já fizemos parceria no blog italiano e foi uma ótima fase.
    Bjsss

  2. Ahhhh!!! Quero fazer este pão, certeza!

    Olha só, em relação ao recheio da sua torta de alho poró, vi que ao invés do Cream Cheese poderia colocar outro tipo queijo… Porém, moro em Angola e Cream Cheese ou Queijo Branco não existem aqui. Pensei no queijo Polenghinho, que aqui tem… Será que dá certo?

  3. Menina!
    Queria ter o seu pique para cozinhar! Sério mesmo… fico com água na boca quando você fala de comida, mas é bem chato cozinhar só para duas pessoas, né? É legal ter público!!!!
    Enfim, preciso melhorar neste meu ponto… adoro cozinhar, mas ando totalmente sem vontade…
    Beijos!!!!!
    Lele

  4. Pois aqui em casa, que gosta de faze o pão nosso de cada dia é meu marido. Ele inventou de colocar um pouquinho de canela em pó na massa do pão, Ficou um delícia! bem suave e com um cheirinho muuuuiiittttooooo bom. Outras vezes ele também acrescenta um punhadinho de sementinhas de linhaça, huuummm uma delícia. Vou mostrar pra ele essa receitinha pra que ele faça no domingo que vem!

    ah!, no domingo fiz feijoada e recbemos um casal de amigos! Tem coisa melhor que uma boa mesa e um bom papo?

    um beijinho
    Josi

  5. Laély,
    Hahahahahahahaaaa! Adorei a "minha" foto! E mais ainda que você fez a torta de alho poró e o pão de banana, o seu ficou mais bonito que o meu!! Você usou farinha integral? Que tipo de banana? Me conta!
    Um beijo

  6. O que achei mais legal nessa receita de "pão", foi a praticidade, pois não precisa sovar, esperar crescer e bla, bla, bla…e o resultado: ótimo!

    Vivian: não custa tentar, né? Mas você poderia fazer com um outro tipo de requeijão ou até com ricota, que também vai dar certo. Boa sorte!

    Lelê: gostei da observação do "público", mas um agradinho de vez em quando, é bom, né?

    Ah, Josi…você descreveu os ingredientes principais para uma boa refeição!

    Luciana: viu que bonita, você ficou?!
    Olha, eu só polvilhei um pouco de canela por cima e usei banana nanica. Mas da próxima vez, vou colocar um pouco de farinha integral e uvas passas, também. Pode personalizar, né?

  7. Laély, ja fiz varias receitas la do rosmarino e prezzemolo,experimente fazer o arroz com lentilhas (mjadra), o marido gostou tanto e ja tive q fazer varias vezes,ta igual o seu pao.Qdo voltar la no bar, vou perguntar onde conseguiram as cadeiras coloridas..
    bj

  8. Pois é Laély, obrigada mesmo pelo conselho, vou fazer isso sim. Sou da turma que acredita na conversa e no exemplo, apesar de uma hora ou outra dar uma deslizadinha na impaciência, hehehe… Um beijão
    e volte sempre!
    Quanto ao show, shuinf shuinf… passou, e os porquinhos por aqui estavam muito magricelas pro abate… hehehe Fica pra próxima…

    beijinho e inté mais

  9. Laély, se o sobrinho, Bruno, vê este post, cai ainda mais de amores por ti. Ele é teu fã, diz que "ela é tão querida com nós, vou por o blog dela no meu como preferido". Mas com certeza não contava com a "tua astúcia" para fazer um post-homenagem ao seu grande ídolo colorado.
    Vou experimentar o pão, uma praia que não surfo com segurança, mas sem fermento biológico, tenho mais fé. Beijo e bom começo de semana

  10. Adorei, adorei.. já entrei no blog dela! To mesmo precisando de umas receitinhas. É só minha mão ficar melhorzinha que vou me jogar na cozinha!
    Ah, a torradeira veio das gringas, (e só por isso eu a comprei). Paguei 40 doletas lá, mas já vi aqui por mais de 300 reais (muito injusto, não é:)
    Beijos!

  11. Susi: eu gosto de lentilhas, mais do que feijão, embora meu pequeno torça o nariz, mas experimentarei essa receita que falou( já estou pensando em cardápio de Natal. Ai, ai, ai…)

    he, he, he, Josi!
    Não está cevando os porcos direito, não?!

    Ô, Rosana…agora, eu é que caí de amores pelo Bruno! Que fofo! Também dou boas gargalhadas com o Chaves. Aquela turma, me lembra "Os Trapalhões", da boa epóca do Mussum e Zacarias: faziam humor tão ingênuo!

    Ai, Rossana: isso é que é injustiça social!

  12. Laély, o que mais gosto deste nicho da blogosfera é que assumimos nosso lado B sem medo de ser feliz…. dona-de-casa, arteira, artesã, adeptas do fru-fru… uma delícia! Eu tinha estas pessoas dentro de mim, mas ficava deslocada, sem jeito de fazer acontecer… um dia, no meio da reforma, pesquisei sobre quartos rosa, parei no blog da Dona House, foi navegando por mares nunca dantes sonhados, fui descobrindo que, sinceramente, não dá para deixar adormecidos os meus n eus… sem medo de errar, de "não ornar" até, ando fazendo minhas artes e descobri que minha sanidade está sendo resgatada. Neste final de semana, recebi um monte de gente que há tempos não vinha em casa e, resultado, causei. Ninguém conhecia a Ana que mora em mim e que é bem feliz… e até surpreende o povo – meu povo é muito simples – fazendo ficar bonito o que é barato, mostrando que falta de grana não inibe a criatividade, antes aguça. Acho que meu lado B tá virando lado A, rsrs. Bjão

  13. Laély, eu tenho máquina de pão, e faço diversos tipos de pão; confesso que agora no verão fiz poucas vezes, sei lá, com o calor não apetece tanto ( comer e fazer, rssss), mas com certeza vou anotar essa receita!

    Vou testar e depois digo de minha justiça, rssss…

    Beijocas e boa semana!

  14. Oi Laély seu pão ficou lindo,ficou com uma textura macia,eu já havia tentado fazer mas era o Soda Bread,a achei um pouco duro,vou tenta essa receita.

    Sintonia mesmo!!!

    Beijos
    Nani

  15. Ana "A": estava pensando isso ainda hoje, sobre quem eu realmente sou.
    Na blogosfera, tenho encontrado um nicho para me experessar que não consigo com a mesma facilidade, no dia-a-dia. Também estou revelando meu "lado B" por aqui, ou o lado que nem eu mesmo conhecia.
    E, viva à blogosfera, que solta nossas feras( nossa! Que lugar comum…rsrs)

    Fernanda: essa receita nem precisa de máquina. A "máquina" é o "muc".

    Nani: pode ir com fé que dá certo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *