Tempo de mudanças…

No blog e na vida…

Não sei o que dá na cabeça da gente: postergar, proscrastinar, enrolar, embromar decisões e, quando resolve, é assim: pá-pow! Um “bichinho” resolve mandar, que: agora é a hora! Assim é, quando resolvo cortar cabelo: acordo, com aquele ar de “zémané”, não gosto do que vejo no espelho e…zás!! Passo a tesoura nas madeixas…
Há um tempão, tô ensaiando fazer mudanças no blog, mas, sabem aquele medinho que dá? Apesar de insatisfeitos, tememos o desconhecido. Mudança de rotina, é um transtorno muitas vezes, mas necessário, saudável; exercita o cérebro e previne Alzheimer…neste sentido então, estamos todos investindo em qualidade de vida, quando buscamos nos diversificar, porém, sem perder o foco, como eu agora, divagando, saindo do assunto…e, sobre o que mesmo eu estava “falando”?..Ah! Sobre mudanças, adiadas há tempo e resolvidas assim, de supetão! E, quando resolvemos, nem sempre é a melhor hora, como a hora de engravidar…Não sei vocês, mulheres que me acompanham, mas não deu pra planejar tudim-tudim na minha vida, não! Aprecio quem consegue. Filho nenhum, chega em “hora imprópria”, mas, se fosse esperar por “hora própria”, talvez não tivesse engravidado, até hoje!
Próprio ou não, adequado ou não, foi dessa forma que sentei em frente ao PC e escrevi o primeiro post ; também, quando resolvi mudar o blog. Teve gente reclamando, dizendo que só piorei, mas, paciência! Reforma demora, mesmo; faz bagunça! Espero que entendam. Ainda mais, quando se resolve fazer mudança, usando fusca!

O caminho ainda é longo…
Quanto à escolha da hora, há decisões que nos colhem pelo meio do caminho e, como diz a letra daquela música de toquinho, Aquarela:
“E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar…”

Mas, não tenho motivos pra chorar, não!
Como já escrevi sobre preocupações de mãe por aqui, ando envolvida com mudanças na vida do menino mais velho( não adianta: ele já tem quase 18, mas continua sendo o “meu menino”!). Mudanças, que redundarão em outras na minha vida( trabalhar mais, já é uma hipótese bem analisada!)
Mas, você confiaria seus segredos a este psicólogo?:
Pois, é! Menino resolveu seguir esse caminho…e que Deus o abençoe!
Passei a semana, rodando de lá pra cá, dividindo-me entre trabalho e arranjos no apartamento onde ele irá ficar: Sta. Teresa-Vitória-Colatina-Sta.Teresa-Sta.Maria de Jetibá-Sta.Teresa-Vitória-Sta.Teresa…Ufa! ( Com todas as curvas dessas estradas, não ficaram meio enjoados?!) Quilometragem, rodada a mais que o meu normal. Motivo do meu sumiço daqui, e dos blogs que costumo visitar, e de todo o cansaço.
E, sabe como é mãe…Há uma lista de recomendações que não acaba nunca! Sem falar, na lista de providências a serem tomadas para a instalação num apartamento, completamente pelado, inclusive, sem energia ainda! E, as despesas?!…Bem, vamos deixar isso pra lá, porque não quero me deter em assuntos espinhosos…
Mas então, estas são as notícias do front( e é batalha, mesmo!). Apesar de toda a preocupação de mãe, fico mais aliviada, pois conseguimos um bom lugar pra ele ficar, bem em frente ao campus da universidade; os vizinhos de porta, são 2 educados jovens estudantes que, por coincidência ou providência(?!), são conhecidos da mesma igreja e da mesma escola onde os meninos estudaram.

“Um menino caminha
E caminhando chega no muro
E ali logo em frente
A esperar pela gente
O futuro está…”

A esperar por ele, um futuro cheio de possiblidades…
Assim é a vida: dinâmica! Do contrário, não cresceríamos.
O que esperamos como pais, é que eles alcem voos, mais altos até que os nossos…“Basta imaginar e ele está
Partindo, sereno e lindo
Se a gente quiser
Ele vai pousar…”

(Foto, da varanda do apartamento em Vitória)

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *