Para iluminar o dia…

Ontem foi um daqueles dias em que eu não deveria ter saído da cama:

A bela adormecida aqui, não foi acordada pelo beijo de um príncipe, mas arrancada de seus sonhos por uma bruxa: a enxaqueca. Faz mal, não.
E, quando não dá pra fazer pausas, como sabiamente recomendou o Sr. Drummond, no post de ontem?!…Faz mal, não.
Precisando ir a Vitória à tarde, acabei pegando uma caroninha no guincho que veio rebocar o meu carro, de volta à oficina, de onde saíra, há apenas 1 dia: vazamento de água no motor. Faz mal, não.
Pintou uma mini-crise-existencial, um peso-na-consciência, por ficar nesse de-lá-pra-cá o tempo-todo e não conseguir dar a devida atenção a todos, inclusive a casa, o marido e os filhos mais novos( viu, que a falta não tem sido apenas com o meu blog e os dos outros, né?!). Faz mal, não.
O que faz bem, é encontrar belezuras para apreciar e sonhar fazê-las um dia( este sim, um problema!)
Hoje, dei uma olhadinha demorada nesse blog, o Wise Craft, e encontrei, não só ideias interessantes, mas um jeito descontraído de levar a vida. Os costureiros de plantão irão gostar, mas não é só isso…
Nessas lojinhas de R$1,99, sempre se encontram uns vazinhos meio “kitschs”, mas que poderiam ganhar um arzinho mais “cool”, se agrupados num arranjo como este:
Tamanhos, formas e cores diferentes: o que faz o conjunto harmonioso, é a mesma flor em todos eles, no caso, o lírio.
Este relógio estilizado de cuco, achei um graça:
Um bom marceneiro( nem precisaria ser tão bom assim!), poderia cortar a base em MDF, ou num compensado fininho. A máquina do relógio, dá pra se comprar em uma relojoaria. Depois, é só aplicar papel decorado, ou tecido e você teria um reloginho, parecido com este aqui:
Acho que o Pingo iria gostar…
Ah, também tem receitinhas, em inglês( nem tudo é perfeito!):
Coisas fofas para pendurar, como estes pompons, emoldurando a moldura:
Outra coisa fofa, figurinha fácil do blog, a gatinha da família: Gracie! ( Ou seria a família de Gracie?!)
Também goza de regalias na casa…
Outra coisa com a qual me identifiquei, foi a presença e a bagunça das crianças.
Legos espalhados pelo chão, é uma situação bastante familiar pra mim…
Quadro de borboletinhas de papel:
Sacolinhas porta-trecos:
Almofadas de fuxicos:
Muitos, muitos!
Boneca de pano:
Gracie, que também foi adotada, como o nosso Pingo, parece gostar de patchwork:
Uma bela almofada:
Outra almofada, inspirada na gatinha:
Também possível de se fazer, mandando imprimir sua foto preferida em tecido de algodão e fazendo uma fronha porta-almofada(para costureiros mais habilidosos que eu):
Um dos quartos da casa:
Caixinha com aplicação de tecido, lacinho de fita métrica e gaveteiro colorido:
Inspirações, para quem gosta de por a mão na massa, como eu.
Escolha a sua preferida, ou busque por mais, no link do blog indicado.

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *