"Luz Negra", com Fernanda Takai

Dá licença, que hoje tem post musical.
Ontem à noite, como estava cansada demais para ficar viajando pela net, resolvi fazer outra viagem: musical.
FFFFOUND!
Nada contra os homens, mas sou admiradora de cantorAs, como: Marisa Monte, Mônica Salmaso, Marina de La Riva, Leila Pinheiro, Ná Ozzetti…e, que venham mais talentosas mulheres, à minha lista de grandes intérpretes da música brasileira!
Uma das últimas por quem me descobri apaixonada, foi Fernanda Takai. Sempre apreciei a sua voz miúda e acompanhei, de longe, o trabalho dela no Pato Fu, mas a flechada certeira no meu coração, aconteceu mesmo, com o último CD: “Onde Brilhem Os Olhos Seus“(© Do Brasil Discos, 2007). Grande sacada de Nelson Motta, que sugeriu o tema: Nara Leão ( mas, como ninguém havia pensado nisto antes?!), o CD foi considerado, pela Associação Paulista dos Críticos de Arte, o melhor disco de MPB de 2007. Justo, justíssimo!
A moça então, resolveu dar um tempo no seu lado pop e investir neste belo trabalho, fazendo turnês pelo Brasil e até no Japão: Luz Negra, cd e DVD, é a gravação do show, ao vivo, em BH.
Pois, é! Joguei-me ontem no sofá da sala e me deliciei com o DVD, que além das músicas de Nara, tem extras, com a interpretação de músicas de: Annie Lennox( There Must Be an Angel), Duran Duran( Ordinary World) e outra, sucesso na voz de Michael Jackson: Ben. Destaque para a interpretação de “O Barquinho”( Roberto Menescal/Ronaldo Bôscoli), que ganhou versão em japonês: “Kobune”. Arigato, Fernanda!
O Cd de 2007, serviu de base para o Show:

Fernanda é daquele tipo de cantora, cuja voz parece ter sabor de algodão doce: é suave, colorida e derrete na boca( ou, será: nos ouvidos?!)
No palco, apesar de miúda, tem presença, carisma. Nem precisava, mas além de todo o talento, demonstra respeito com o público, pois o figurino é uma lindeza só! Eu não sabia se relaxava e aproveitava as músicas, ou se ficava vidrada na roupa que estava usando, obra do arquiteto(digo: estilista mineiro) Ronaldo Fraga. O vestido é maravilhoso! Lembra origami, telhado de casinha, ou alguma viagem parecida, mas simplesmente, um encanto! Para compor o visual, além do vestido: bracelete de couro com estampa de flores, meia arrastão( sim! Ela consegue usá-la, sem parecer vulgar!) e sapatilhas de boneca. Arrasou!
A bonequinha Fernanda, é daquelas que dá vontade de embrulhar, colocar debaixo do braço e levar pra casa!
Mas se engana, quem pensa que é apenas um rostinho bonito! A menina, além de cantar e encantar, toca, compõe, mantém um blog e escreve crônicas para jornais, o que já rendeu um livro: “Nunca Subestime uma Mulherzinha“( Panda Books, 2007). Entendeu o recado, né?!
Eu vejo Fernanda Takai e me lembro de Ana Sinhana. Por que será?!
De brinde, um vídeo com a cantora:
Mais informações sobre Fernanda, na sua página virtual, aqui.
Se alguém perguntar por mim, diz que fui por aí…

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *