Para (e)ternos namorados…

Para tudo!
Todo mundo, só pensando e falando em “dia dos namorados”!
Muita calma nessa hora, pra não deixar que a ansiedade por presentes atrapalhe o clima.
Please! Não se estresse e nem estresse o companheiro com cobranças, tipo: “você viu o que a fulana ganhou do marido?…”É mau-humor, ou motivo pra discussão, na certa!

Então, em clima de romance, imagens pra você se inspirar:
Não importam as diferenças, o que vale é harmonizá-las…
O Ministério da Saúde orienta:
“Amar, faz bem ao coração!”

Todo mundo precisa de um ombro amigo!
O Ministério da Saúde adverte:
“Solidão, faz mal ao coração!”
Que tal, pensar em alguma forma de aquecer a relação?
Amor sincero, demanda dedicação e cuidado…
…Mas vale a pena, porque enfeita a vida: de quem ama e é amado!
Fez planos para uma noite especial?
Não vá complicar muito na hora de escolher e deixá-lo horas esperando! Cuidado, pra não exagerar na maquiagem e cabelo! O resultado pode assustar!
Preparou o ambiente, ou escolheu um restaurante romântico?
Ah, mas nem precisa sair de casa! Basta aproveitar o espaço que tem, de uma forma nova e surpreendente. Lembre-se: menos, às vezes é mais!Simplicidade tem a sua riqueza!
O capricho nos detalhes é o diferencial!
Reinvente: Viu como é fácil, deixar tudo mais bonito com ideias simples?! Treine olhar sob outro ângulo!
Esse carinho pode render boa química!
Capriche no “olhos no olhos”!
Tanto esforço, só pode valer a pena!
E sejam(os) felizes para sempre!…
Que bom se terminasse assim, não é? Mas depois vem o dia seguinte, e o outro, e mais outro, e tantos, que você já perdeu a conta e, talvez, até esse primeiro encanto!
A Ruby fez um post, que eu achei bem mais romântico do que este aqui, porque ela fala de alguém que está “namorindo” há 21 anos! Isso é que é difícil, mas não impossível!
Também completarei 21 anos de casada em agosto. Sou muito ligada nessas histórias de datas, não! Mas aprendi a dar valor, ao que considero ser mais importante que todas essas convenções. Stephen Kanitz é um consultor de empresas e conferencista brasileiro, mestre em Administração de Empresas, articulista da revista Veja, na seção Ponto de Vista, desde 1988(ano do meu casamento). Ele escreveu um artigo, que deveria ser leitura obrigatória para quem pensa em casar e, principalmente para os que já são casados:
Se você lê as “abobrinhas” que escrevo aqui, pode tirar um tempinho pra ler isso, também! Aproveite a dica, para ler junto com o seu amado!
(Desculpem, mas fico em dívida com os créditos…)

You may also like

7 Comentários

  1. Oi Lá! adorei o post! e gostei do texto tbm! muitas pessoas realmente estão esquecendo o verdadeiro significado do casamento! é uma pena ne?! beijinhos

  2. Adoro ler seus textos! Obrigada por ter me citado, que bom que você gostou do post :)
    Você vai fazer 21 anos de casamento?
    Eu namorei 5 anos e vou fazer 16 de casamento dia 3 de setembro! Vou lá ler o artigo agora. Bjokas querida.

  3. Laély, adoro suas abobrinhas. Elas têm o tempero de quem vive a vida prestando atenção aos detalhes.
    Amei o Contrato de casamento. Já te contei que eu acredito em príncipe encantado, não é mesmo? Afinal, nós somos os autores do conto de fadas que deve ser nossa vida…

    Bjsss

  4. Flávia:
    Concordo em gênero, n° e grau com você!
    Somos nós que damos o tom da nossa história.
    Quanto ao príncipe encantado:
    "Não existe pessoa ideal, existe a pessoa certa pra você".
    Pe. Fábio de Melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *