Agenda especial, para alguém especial!

Quem não me conhece, ou me conhece só pelo que escrevo, pode não acreditar no que vou dizer: sou tímida. Muuito tímida! De uns tempos pra cá, deixei de ser um tanto, mas continuei reservada, de poucas palavras. Tá bom, até admito que estou mais tagarela, perdi um pouco o medo de falar, mas há pessoas que se surpreendem ao me conhecerem melhor: acham-me séria.
Hoje, recebi um e-mail de alguém que considero muito e, não me contive mais!
Dá licença, que eu vou “soltar a franga”!:
Tive uma professora de Português no 1° grau( era assim, naquela época, não?!), que foi modelo e exemplo pra mim, em muitas coisas! Eu, uma adolescente cheia de sonhos, ela, uma jovem e competente profissional: bonita, elegante, ótima pianista e cantora da igreja; tinha uma letra linda! Eu, insistia em copiar( nunca ficou igual!)! Ela se tornou muita amiga da minha mãe e esta, a visita em SP, todas as vezes que vem me ver. Apesar de termos tomado rumos diferentes, nunca perdemos completamente o contato!
Ano passado, nos reaproximamos mais, depois que lhe enviei uma mensagem, no dia dos professores. Desde então, temos trocado e-mails deliciosos! Início do ano, nos meus curtos dias de férias, acampei com a família na casa dela.
E vocês, já devem estar se perguntando: “e o quico?!”(Traduzindo: “e eu com isso?!”). Acontece que, desde que passamos a nos corresponder, cresceu em mim, a vontade de escrever e ela acabou, indiretamente, contribuindo para o nascimento deste blog.
Trocamos umas mensagens, nas últimas semanas, e lhe pedi umas orientações, como amiga e como ex- professora( perdeu o hífen, ´fessora?!). Em vez de orientações, só recebi elogios, que ela mesma pediu que publicasse. Guardei um tempo pra mim, porque, além de tímida, eu tenho muito “desconfiômetro”! Auto elogios, só se forem na base de auto gozação.
Pedi-lhe que fotografasse a agendinha que costumo lhe fazer, todo início de ano. E, que surpresa boa, quando ela me manda, não só a foto da última, mas de todas que ganhou de mim! Achei um carinho, guardar isso todos esses anos!
Queria mostrá-las aqui, porque são coisas fáceis de fazer.
Pego uma agendinha, fixo um pedaço de acrilon com fita dupla face, e revisto com tecido. Uso um pouquinho de cola quente, pra fixar na parte interna da capa e cubro com um outro tecido, pra dar um bom acabamento. Depois de pronta, pincelo termolina leitosa, 2 demãos, pra impermeablizar e proteger o trabalho.
Como é uma agenda personalizada, faço etiquetinha com o nome, usando canetinha pra tecido. Esta, foi até com botões de abelhinhas:
A coleção:

Acharam que eu já falei muito?!
Quem achou, pula esta parte, pois transcrevo aqui dois e-mails, devidamente autorizado pelas autoras. ( Se alguém já me achava metida, depois disso, então…)
(Suprimo algumas passagens particulares sobre: família, trabalho, bla, bla, bla, porque já estou abusando da paciência de vocês!)
Laély escreve:
Oi, Thalita!
…Estou sem carro, sem empregada…feriados, nem sempre, querem dizer: descanso, pra mim. Pelo menos, fiquei em casa este fim de semana. Comida, da boa!
Não sei se tem tido chance de acompanhar o blog, mas queria lhe enviar alguns textos, para que a “minha professora” avaliasse em que posso melhorar. Na verdade, cada vez que leio e releio, sempre acabo alterando alguma coisinha. Tenho me esforçado em colocar em prática o que aprendi: fazer orações curtas, dar preferência ao discurso direto, saber onde colocar as vírgulas, cuidar com os cacófatos, procurar ser clara…Tem sido um prazer escrever! Sabe o que estava lembrando, dia desses? Que a primeira coisa que dizia que queria ser, quando me perguntavam, era que seria escritora. Bem, uma escritora dos tempos modernos, né?…
…Quando puder, dê uns toques. Preciso de orientação!
Thalita responde:
Laely,
Sem nenhuma intenção, fazer vc ficar “convencida”, seus textos são agradabilíssimos e dignos de uma boa revista. Mas, revista feminina de qualidade, que não seja descartável, nem semanais (que se jogam fora, na mesma semana que você as compra). É muito gostoso ficar lendo suas obras literárias despretensiosas e inteligentes. Mas realmente?… Você escreve tão bem assim, porque fala pouco e não desperdiça as idéias falando???? Que talento !!!!!! Abril Cultural, Seleções Readers Digest, Globo editorial, vcs ainda não descobriram esta escritora dos tempos atuais? Então, visitantes de seu BLOG que se deliciem e tenham exclusividade!!!!
Um abraço!
Sua orgulhosa ex-professora de Português!!!!! ( não sei escrever isso no BLOG, por isso, pode transcrever para lá, se puder)
(Tá bom, perdoem-me se extrapolei na super exposição, mas, se pode BBB, isso póódi, também!…Agora, eu vou ali, amarrar uma âncora no pé, pra não voar, e depois volto…)
(Atualizando: A Rafaela me fez umas perguntas nos comentários, e achei importante acrescentar um detalhe: uso sempre um bom tecido de algodão, que aceita bem a colagem e absorve a impermeabilização. Esses tecidos lindos que usei, são do meu “acervo” de importados, da época em que fazia patchwork)

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *